Algas

  • Atualmente 3.6666666666667/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Algas As algas podem ser macroscópicas e atingir vários metros
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

As algas constituem um grupo heterogêneo de organismos que se caracteriza pela presença de clorofila a e por não possuírem um corpo dividido em raiz, caule ou folhas, em razão da ausência de tecidos verdadeiros. Podem ser organismos unicelulares ou multicelulares. Nesse último grupo, já foram descritas espécies de até 60 metros de comprimento.

As algas são encontradas em todas as áreas do planeta, sendo predominantemente aquáticas, mas podem ocorrer em ambientes terrestres ou em associação com outros organismos, como é o caso dos líquens. Nas algas aquáticas, podemos observar diferentes formas de vida, sendo algumas fixas no substrato e outras livres em suspensão na água, formando o fitoplâncton.

Todas as algas são autotróficas, produzindo, portanto, seu alimento. Assim como as plantas, esse grupo caracteriza-se pela realização do processo de fotossíntese, em que a energia luminosa é utilizada na produção da energia necessária para a sobrevivência da alga.

Acredita-se que as algas são um dos organismos mais antigos existentes no planeta, sendo responsáveis pela produção e acúmulo de oxigênio na atmosfera. Esse grupo também é considerado o ancestral das plantas modernas, uma vez que compartilha algumas semelhanças.

A importância ecológica e econômica das algas é imensa, destacando-se principalmente seu papel na cadeia alimentar aquática (produtor) e sua participação na liberação de oxigênio. Além disso, as algas são muito utilizadas na cozinha oriental, principalmente para a preparação de sushis, e também são fonte de importantes substâncias, como é o caso do ágar, que é amplamente utilizado na fabricação de sorvetes, doces e até mesmo bebidas.

Além de toda a sua importância, as algas também podem causar danos econômicos e ecológicos. O aumento exagerado de algumas espécies provoca as florações tóxicas, que podem causar mudança na tonalidade da água e desencadear morte de várias espécies de animais aquáticos em virtude das toxinas produzidas por algumas espécies. Normalmente o aumento exagerado desse grupo de seres vivos está relacionado com a poluição dos ambientes aquáticos, que propicia um ambiente rico em nutrientes que facilitam a reprodução de algumas espécies.

Algumas algas são microscópicas e formam o fitoplâncton
Algumas algas são microscópicas e formam o fitoplâncton

A grande maioria das algas é classificada como pertencente ao reino Protoctista, entretanto, vale destacar que alguns seres procariontes (Reino Monera), denominados cianobactérias, são frequentemente chamados de algas azuis. Nesse texto consideraremos apenas o estudo das algas protoctistas.

Veja a seguir as principais algas protoctistas e algumas de suas características:

Filo

Organização

Tipo de clorofila

Chlorophyta (algas verdes)

Uni ou multicelular

a, b

Phaeophyta (algas pardas)

Multicelular

a, c

Rhodophyta (algas vermelhas)

Uni ou multicelular

a, d

Bacillariophyta (diatomáceas)

Unicelular

a, c

Chrysophyta (algas douradas)

Uni ou multicelular

a, c

Euglenophyta (euglenoides)

Unicelular

a, b

Dinophyta (dinoflagelados)

Unicelular

a, c

Charophyta (Carofíceas)

Multicelular

a, b


Curiosidade: A ciência que estuda as algas é chamada de Ficologia.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Avaliação

7.3

    Assuntos Relacionados


    Escola Kids