Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Subordinada adverbial causal ou coordenada sindética explicativa?

Existem diferenças entre a subordinada adverbial causal e a coordenada sindética explicativa? Descubra!

Como você já deve ter percebido muitas são as semelhanças que há entre as ocorrências linguísticas, ou seja, entre os vários assuntos que constatamos na gramática e que aqui temos a oportunidade de conhecê-los mais de perto. Afinal, a cada encontro nosso temos a oportunidade de aprender um pouco mais sobre a língua que falamos, não é verdade?

Pois bem, o fato é que se trata de uma verdade, contudo, não podemos fazer disso uma barreira, achando que é muito difícil e que não vamos conseguir compreender. Na verdade, um pouco mais de atenção, associada a algumas explicações, fará você perceber que tudo não passa de algo bastante simples. Por essa razão, amiguinho(a) usuário(a), passaremos a partir de agora a conhecer as diferenças que existem entre a oração subordinada adverbial causal e a oração coordenada sindética explicativa, haja vista que ambas possuem características em comum, sim?


Precisamos saber das diferenças que há entre a subordinada adverbial causal e coordenada sindética explicativa

Dessa forma, para que possamos entender de forma precisa, vejamos alguns exemplos, a começar por este primeiro:

* Os alunos obtiveram um mau resultado porque não estudaram o bastante.

* Somos queridos por todos porque nunca brigamos com ninguém.

Em se tratando do primeiro exemplo, temos a ocorrência de um fato (não estudaram bastante) que causa um efeito (os alunos obtiveram um mau resultado). Dessa forma, compreendemos que, como se trata de um fato que provoca outro, ocorre antes daquele expresso na oração principal, lembrando que ela é representada por “os alunos obtiveram um mau resultado”.

Analisando o segundo exemplo, temos outro (nunca brigamos com ninguém) que também provoca um efeito (somos queridos por todos).

Assim, temos de observar dois aspectos, considerados principais: não existe vírgula separando a oração subordinada da oração principal e os “fatos” expressam certeza, e não algo que condiciona a hipóteses, possibilidades.   Nessas condições, podemos afirmar que se trata de orações subordinadas adverbiais causais.

Continuemos:

Os alunos não estão estudando o bastante, porque têm obtido um mau resultado.

Aqui temos uma explicação (porque têm obtido um mau resultado) justamente para justificar uma suposição (os alunos não estão estudando o bastante).

Continuamos sendo queridos por todos, porque nunca brigamos com ninguém.

Nesse caso, ocorre a mesma situação, pois temos uma explicação (porque nunca brigamos com ninguém) também para justificar algo suposto (continuamos sendo queridos).

Não há dúvidas de que se trata de uma oração coordenada sindética explicativa, haja vista que o sentido expresso nas duas orações se refere à suposição.

Percebeu como é fácil estabelecer a diferença?


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Há diferenças entre a subordinada adverbial causal e a coordenada explicativa Há diferenças entre a subordinada adverbial causal e a coordenada explicativa
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Português

Diferença entre Classe e Função

Português

Orações coordenadas

Português

Orações subordinadas

Português

Orações subordinadas adverbiais

Últimos artigos

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.