Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Embaixo ou em baixo: junto ou separado?

Embaixo” ou “em baixo”? Quando escrever junto e quando escrever separado? Muita gente se confunde, mas é fácil saber quando usar cada um: “embaixo” é advérbio e “em baixo” é uma preposição junto com um adjetivo. Vamos entender melhor a diferença?

Veja também: Haja vista ou haja visto?

Quando usar “embaixo”?

A palavra “embaixo”, escrita toda junta, é um advérbio de lugar, sendo usada para indicar a parte inferior de algum lugar ou que algo está localizado na parte inferior em referência à outra posição. Vamos ver alguns exemplos:

  • Deixei um bilhete embaixo da sua carteira.

  • Meu desenho está embaixo do seu.

  • O meu brinquedo caiu lá embaixo.

A palavra embaixo vem acompanhada da preposição “de” quando possui referência a algo, como podemos ver nos exemplos acima. Além disso, ela pode ser substituída por outras construções, como “na parte de baixo”. O contrário de “embaixo” é “em cima”. Veja:

  • O meu desenho está embaixo do seu.

  • O seu desenho está em cima do meu.

O gato está em cima da mesa e o cachorro está embaixo.

Agora que você já sabe como identificar quando “embaixo” é escrito junto, vamos entender o que acontece quando “em baixo” é escrito separado.

Leia também: A fim ou afim?

Quando usar “em baixo”?

A expressão “em baixo”, escrita com duas palavras separadas, é composta pela preposição “em” e pelo adjetivo “baixo”. O que acontece é que a palavra “baixo” refere-se a um termo que vem depois dela, geralmente um substantivo. Veja alguns exemplos:

  • Ele não gosta de se arriscar, faz apostas em baixo risco.

  • É melhor que o vendedor saia de férias em baixo período de vendas.

  • Por favor, faça silêncio ou mantenha sua voz em baixo tom.

Nesse caso, a preposição “de” não é necessária após o termo “em baixo”. Além disso, como a palavra “baixo” é adjetivo, ela pode variar em gênero (masculino ou feminino) e em número (singular ou plural), dependendo do substantivo que ela modifica. Assim, para ter certeza de que se trata de adjetivo, é possível tentar utilizar a palavra “baixo” no feminino ou no plural com outro substantivo:

  • Ele não gosta de se arriscar, faz apostas em baixo risco.

  • Ele não gosta de se arriscar, faz apostas em baixas expectativas.

Também é possível tentar ver se a palavra “baixo” pode aparecer depois do substantivo:

  • É melhor que o vendedor saia de férias em baixo período de vendas.

  • É melhor que o vendedor saia de férias em período baixo de vendas.

Se o oposto do enunciado for feito com “alto” (em vez de “em cima”), também é indicativo de que se escreve separado:

  • Por favor, faça silêncio ou mantenha sua voz em baixo tom.

  • Por favor, faça barulho ou mantenha sua voz em alto tom.

A grafia de “embaixo” e “em baixo” gera muita dúvida nos usuários de língua portuguesa.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - Qual alternativa completa as lacunas abaixo seguindo a norma-padrão da língua portuguesa?

  1. Não perca de vista aquela ave que segue ______ voo perto de nós.
  2. Você consegue ver aquelas pessoas no térreo? Estão ali ______.
  3. Por favor, traga a minha bolsa que está na estante que fica ______ da prateleira.

a) embaixo – em baixo – em baixo

b) embaixo – em baixo – embaixo

c) em baixo – embaixo – em baixo

d) em baixo – embaixo – embaixo

Resolução

Alternativa D, pois a primeira ocorrência é composta pela preposição junto com o adjetivo “baixo”, que caracteriza o “voo” da ave. A segunda e a terceira ocorrências são advérbios de lugar, portanto “embaixo”. 

Por Guilherme Viana

Você pode se interessar também

Português

Classes gramaticais

Português

Como começar a estudar Gramática?

Português

Divisões da gramática

Português

Em cima ou encima?

Últimos artigos

Rinocerontes

Rinocerontes são animais de grande porte encontrados na África e Ásia. São animais solitários, territorialistas e que podem viver cerca de 50 anos.

Animais ovíparos, ovovivíparos e vivíparos

Quando falamos em animais ovíparos, ovovivíparos e vivíparos, estamos nos referindo ao local onde o embrião de uma espécie se desenvolve.

Metáfora

A metáfora é uma figura de linguagem que usamos para comparar diferentes ideias por meio de algumas semelhanças entre elas. Isso é feito com o uso de linguagem figurada.

Cuca

Cuca é um ser do folclore brasileiro e apresentada como uma velha má que sequestra crianças. Por meio de Monteiro Lobato, a forma de jacaré da cuca se popularizou.