Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Embaixo ou em baixo: junto ou separado?

Embaixo” ou “em baixo”? Quando escrever junto e quando escrever separado? Muita gente se confunde, mas é fácil saber quando usar cada um: “embaixo” é advérbio e “em baixo” é uma preposição junto com um adjetivo. Vamos entender melhor a diferença?

Veja também: Haja vista ou haja visto?

Quando usar “embaixo”?

A palavra “embaixo”, escrita toda junta, é um advérbio de lugar, sendo usada para indicar a parte inferior de algum lugar ou que algo está localizado na parte inferior em referência à outra posição. Vamos ver alguns exemplos:

  • Deixei um bilhete embaixo da sua carteira.

  • Meu desenho está embaixo do seu.

  • O meu brinquedo caiu lá embaixo.

A palavra embaixo vem acompanhada da preposição “de” quando possui referência a algo, como podemos ver nos exemplos acima. Além disso, ela pode ser substituída por outras construções, como “na parte de baixo”. O contrário de “embaixo” é “em cima”. Veja:

  • O meu desenho está embaixo do seu.

  • O seu desenho está em cima do meu.

O gato está em cima da mesa e o cachorro está embaixo.

Agora que você já sabe como identificar quando “embaixo” é escrito junto, vamos entender o que acontece quando “em baixo” é escrito separado.

Leia também: A fim ou afim?

Quando usar “em baixo”?

A expressão “em baixo”, escrita com duas palavras separadas, é composta pela preposição “em” e pelo adjetivo “baixo”. O que acontece é que a palavra “baixo” refere-se a um termo que vem depois dela, geralmente um substantivo. Veja alguns exemplos:

  • Ele não gosta de se arriscar, faz apostas em baixo risco.

  • É melhor que o vendedor saia de férias em baixo período de vendas.

  • Por favor, faça silêncio ou mantenha sua voz em baixo tom.

Nesse caso, a preposição “de” não é necessária após o termo “em baixo”. Além disso, como a palavra “baixo” é adjetivo, ela pode variar em gênero (masculino ou feminino) e em número (singular ou plural), dependendo do substantivo que ela modifica. Assim, para ter certeza de que se trata de adjetivo, é possível tentar utilizar a palavra “baixo” no feminino ou no plural com outro substantivo:

  • Ele não gosta de se arriscar, faz apostas em baixo risco.

  • Ele não gosta de se arriscar, faz apostas em baixas expectativas.

Também é possível tentar ver se a palavra “baixo” pode aparecer depois do substantivo:

  • É melhor que o vendedor saia de férias em baixo período de vendas.

  • É melhor que o vendedor saia de férias em período baixo de vendas.

Se o oposto do enunciado for feito com “alto” (em vez de “em cima”), também é indicativo de que se escreve separado:

  • Por favor, faça silêncio ou mantenha sua voz em baixo tom.

  • Por favor, faça barulho ou mantenha sua voz em alto tom.

A grafia de “embaixo” e “em baixo” gera muita dúvida nos usuários de língua portuguesa.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - Qual alternativa completa as lacunas abaixo seguindo a norma-padrão da língua portuguesa?

  1. Não perca de vista aquela ave que segue ______ voo perto de nós.
  2. Você consegue ver aquelas pessoas no térreo? Estão ali ______.
  3. Por favor, traga a minha bolsa que está na estante que fica ______ da prateleira.

a) embaixo – em baixo – em baixo

b) embaixo – em baixo – embaixo

c) em baixo – embaixo – em baixo

d) em baixo – embaixo – embaixo

Resolução

Alternativa D, pois a primeira ocorrência é composta pela preposição junto com o adjetivo “baixo”, que caracteriza o “voo” da ave. A segunda e a terceira ocorrências são advérbios de lugar, portanto “embaixo”. 

Por Guilherme Viana

Você pode se interessar também

Português

Em cima ou encima?

Português

Posição do pronome possessivo adjetivo

Português

Classes gramaticais

Português

Grau dos adjetivos: Superlativo absoluto sintético

Últimos artigos

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.

Peste de Atenas

Peste de Atenas foi uma epidemia que atingiu essa cidade grega em 430-427 a.C., bem no início da Guerra do Peloponeso, causando milhares de mortes.