Qual matéria está procurando ?

Português

Português

De repente ou derrepente?

Neste artigo você vai tirar todas as suas dúvidas a respeito da locução “de repente” e compreender por que a palavra “derrepente” não existe.

A expressão “de repente” é uma locução adverbial formada pela preposição “de” e o substantivo “repente”. Não existe a palavra “derrepente” A expressão “de repente” é uma locução adverbial formada pela preposição “de” e o substantivo “repente”. Não existe a palavra “derrepente”

Algumas vezes, quando escrevemos algumas palavras ou expressões, surgem algumas dúvidas de ortografia, ou seja, com relação à forma correta de escrevê-las. Isso acontece, por exemplo, com a expressão/locução “de repente”, cujo efeito de sentido é bastante semelhante a: “de súbito”, “de ímpeto”, “de uma hora para outra”, “repentinamente”.

Quando pronunciarmos (falamos) essa expressão/locução, quase não percebemos o espaço que há entre a preposição “de” e o substantivo “repente” e, por esse motivo, podemos pensar que, na escrita, elas ficam juntas e grafarmos dessa forma: “derrepente”.

Primeiramente, é preciso entender que a palavra “derrepente” não existe na nossa Língua Portuguesa. Depois, é necessário observar a função sintática dessa locução para compreendermos por que ela é escrita dessa forma e não de outra.

A expressão “de repente” tem função sintática de advérbio de tempo ou de modo e, portanto, trata-se de uma locução adverbial formada pela preposição “de” e o substantivo “repente”. Nesse caso, a preposição “de” antecede o substantivo “repente”, mas não se une a ele, logo, não há fusão entre os dois termos, mas conexão para que a expressão tenha sentido completo.

Observe a aplicação dessa expressão/locução em algumas frases:

  • Ela entrou no quarto de repente e eu levei um baita susto.

  • De repente, cheguei aos 30 anos.

  • De repente você percebe que já não se importa com bens materiais, mas, sim, com os afetivos.

  • O menino saiu gritando de repente e assustou todos nós.

Viu como é simples? Continue seguindo nossas dicas sobre ortografia e amplie seu vocabulário e seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa.

 

Por Ma. Luciana Kuchenbecker Araújo

Por Luciana Kuchenbecker Araújo

Você pode se interessar também

Português

As novas regras ortográficas da Língua Portuguesa

Português

As vezes ou às vezes?

Português

Demais ou de mais?

Português

Ortografia

Últimos artigos

Cerebelo

Cerebelo é uma parte do encéfalo e está relacionado, entre outras funções, com a manutenção do nosso equilíbrio, postura e ajuste dos movimentos corporais.

Tríplice Aliança

Tríplice Aliança foi um acordo militar assinado, em maio de 1882, por Alemanha, Áustria-Hungria e Itália, que procuravam se proteger de França e Rússia principalmente.

Raposa

Raposa é um nome popular usado para se referir a alguns representantes da família Canidae, a mesma família dos cães e lobos. São animais onívoros e geralmente solitários.

Aranha-armadeira

Aranha-armadeira pode ser encontrada em todo território brasileiro. Recebe essa denominação devido à posição que assume quando se sente ameaçada.