Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Demais ou de mais?

Demais ou de mais? Aprenda a usar corretamente esses termos, aprender nunca é de mais!

O emprego das palavras demais e de mais provoca confusão na linguagem escrita, mas é possível diferenciar as situações em que cada uma é usada O emprego das palavras demais e de mais provoca confusão na linguagem escrita, mas é possível diferenciar as situações em que cada uma é usada

 Afinal, qual é a forma correta? Demais ou de mais? Fique atento a essa preciosa dica ortográfica!

Bom, saiba que existem as duas hipóteses na língua portuguesa e ambas estão corretas. Contudo, as duas palavras apresentam significados diferentes e costumam causar muita confusão, sobretudo na hora de escrever. Mas, fique calmo, existe uma maneira prática de diferenciar as situações nas quais as duas palavrinhas devem ser utilizadas.

A palavra demais é um advérbio, devendo ser empregada para expressar uma ideia de exagero. Observe os exemplos:

Estou cansada, acho que trabalhei demais.

O aluno gostou demais da leitura do livro.

Você é linda, mais que demais, você é linda sim” (Caetano Veloso)

De mais é uma locução adverbial que indica uma noção de quantidade, nesse caso, de maior quantidade, e é o contrário da locução adverbial de menos. Exemplos:

Comprei comida de mais, suficiente para muitos dias.

Não vejo nada de mais, fique tranquila.

A cozinheira colocou sal de mais na comida.

Existe também o emprego da palavra demais para substituir o termo ademais, ou seja, “além disso”:

Você não é um bom aluno, demais, só chega atrasado na escola.

Não fui ao show porque chovia, demais, estava cansada.

Finalmente, a forma demais ganha também o sentido de “os outros”, portanto, com valor de substantivo. Observe os exemplos:

Vamos nos apressar, os demais vão depois.

Ouvi as reclamações dos demais e vamos fazer o possível para solucionar o problema.

Para acabar de vez com nossas dúvidas, é necessário analisarmos uma última ocorrência, que difere um pouco das demais: Podemos utilizar a sequência de palavras de e mais sem que constituam uma unidade semântica, funcionando apenas como uma preposição (de) seguida do pronome (mais):

Estamos precisando de mais ajuda para atender os pedidos.

Estou precisando de mais dinheiro, por isso vou procurar outro emprego.

É claro que ninguém deixa de compreender a mensagem quando confundimos o emprego das palavras demais e de mais, mas se existe uma diferença entre elas, é bom que saibamos para empregá-las corretamente na modalidade escrita, mesmo porque elas apresentam significados diversos, conforme vimos nos exemplos. O que realmente importa é fazer a escolha adequada para não errar na escrita, certo? 


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Por Luana Castro Alves Perez

Você pode se interessar também

Português

De repente ou derrepente?

Português

Mas ou mais?

Português

Onde ou Aonde?

Últimos artigos

Cerebelo

Cerebelo é uma parte do encéfalo e está relacionado, entre outras funções, com a manutenção do nosso equilíbrio, postura e ajuste dos movimentos corporais.

Tríplice Aliança

Tríplice Aliança foi um acordo militar assinado, em maio de 1882, por Alemanha, Áustria-Hungria e Itália, que procuravam se proteger de França e Rússia principalmente.

Raposa

Raposa é um nome popular usado para se referir a alguns representantes da família Canidae, a mesma família dos cães e lobos. São animais onívoros e geralmente solitários.

Aranha-armadeira

Aranha-armadeira pode ser encontrada em todo território brasileiro. Recebe essa denominação devido à posição que assume quando se sente ameaçada.