Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Tóquio

Tóquio é considerada a metrópole com maior concentração populacional do mundo. A capital do Japão é dividida em bairros bastante visitados por turistas o ano todo.

Tóquio é a metrópole com maior concentração populacional do mundo. Tóquio é a metrópole com maior concentração populacional do mundo.

 Tóquio é considerada a capital do Japão, conhecida como Metrópole de Tóquio. Ao contrário do que muitos pensam, não é uma cidade. O país é constituído por prefeituras, sendo Tóquio uma das 47 prefeituras existentes no Japão. A metrópole é composta por 23 bairros, municípios e algumas vilas, além de representar o centro político, econômico, educacional e cultural do Japão.

História

Tóquio foi fundada com a construção do Castelo de Edo, em 1457, sendo ainda denominada de Edo ou Yedo, e não Tóquio, iniciando, então, o chamado Período de Edo (ditadura militar feudal), liderado por Shogunato Tokugawa, que tinha poder absoluto no Japão ao tomar o Castelo. Nesse período, a nobreza e o Imperador do Japão mantiveram-se na província de Quioto.

Edo tornou-se uma região populosa, mas sofreu muitas perdas por causa dos diversos desastres como o Grande Incêndio de Edo, em 1657, que vitimou milhares de pessoas. Em 1868, alterou o nome de Edo para Tóquio. Depois, no ano de 1871, foram criadas oficialmente as prefeituras do Japão, e uma delas era a Prefeitura de Tóquio.

Ao longo de sua história, Tóquio sofreu inúmeros abatimentos por ventura das guerras que assolaram o país, principalmente, no período da Segunda Guerra Mundial. A metrópole conseguiu reconstruir-se no período pós-guerra, tornando-se uma das áreas de maior dinamicidade do mundo. É conhecida pelos avanços tecnológicos empregados no seu sistema de transporte, em suas indústrias, infraestrutura e no sistema de saneamento básico.

Saiba mais: As bombas atômicas lançadas sobre o Japão

Qual era a capital do Japão antes de Tóquio?


Antes de Tóquio, a capital do Japão era Quioto, província localizada na ilha Honshu.

Até 1868, a capital do Japão era Quioto, uma das prefeituras do país localizada na ilha de Honshu. Quioto deixou de ser a capital, quando o Imperador mudou-se para o Castelo de Edo, localizado na região de Tóquio, nomeando-o de Palácio Imperial. Quioto, conhecida como a “Velha Capital”, faz parte também de uma região metropolitana, constituída pelas províncias de Osaka e Kobe.

Leia também: Protocolo de Quioto

População

A prefeitura de Tóquio possui uma população com um pouco mais de 9 milhões de habitantes. Apresenta uma elevada densidade demográfica, com cerca de 14 mil habitantes por quilômetro quadrado.

A maioria da população é constituída por japoneses e a minoria é representada, principalmente, por coreanos e chineses. O grande contingente populacional alterou a paisagem da cidade, que antes era constituída por residências que precisaram dar lugar a edifícios.

Região metropolitana de Tóquio

Tóquio, considerada uma metrópole, faz parte da Região Metropolitana de Tóquio, que corresponde às demais prefeituras no entorno de Tóquio. Essa área possui uma população de aproximadamente 37 milhões de habitantes, sendo considerada a área urbana de maior concentração populacional do mundo.

Principais características geográficas

Tóquio localiza-se na costa de Honsu, a maior ilha do arquipélago de 6.852 ilhas que formam o Japão. As principais províncias também encontram-se nessa área. Ao leste da metrópole encontra-se a prefeitura de Chiba; a Oeste, a prefeitura de Yamanashi; ao norte, a prefeitura de Saitama; e ao sul, a prefeitura de Kanagawa.

A região apresenta um relevo com bastantes acidentes geográficos e é caracterizada pela presença de montanhas e vulcões. O clima característico é o temperado com elevada umidade do ar. Normalmente, o inverno apresenta-se rigoroso com temperaturas muito baixas e uma média anual de 14ºC.

Economia

Tóquio é considerado o centro financeiro do Japão e possui o maior Produto Interno Bruto do mundo, avaliado em mais de US$ 1,4 trilhão. A bolsa de valores da capital é uma das mais representativas.

Caracterizada pelo grande número de empresas, bancos, companhias eletrônicas, petroquímicas e fábricas de automóveis, Tóquio é conhecida também pelo grande desenvolvimento que se destaca nas suntuosas construções que permeiam sua paisagem.

Turismo

Tóquio é uma província muito visitada por turistas do mundo todo. Em 2016, recebeu cerca de 24 milhões de estrangeiros. Repleta de atrações turísticas, como templos budistas, santuários famosos, parques, museus, há uma infinidade de programas a se fazer na metrópole.

Shibuya

No bairro Shibuya, encontra-se o cruzamento mais movimentado do mundo, o Shibuya Crossing.
No bairro Shibuya, encontra-se o cruzamento mais movimentado do mundo, o Shibuya Crossing.

Shibuya corresponde a um dos bairros de Tóquio. É conhecido pela presença de diversos shoppings e lojas, inspirando moda o tempo todo. A noite do bairro é bastante iluminada. Um dos pontos mais conhecidos é o Shibuya Crossing, o cruzamento mais movimentado do mundo.

Nesse cruzamento, centenas de pessoas e veículos atravessam diariamente em completa organização e respeito às sinalizações. Outro ponto conhecido no bairro encontra-se na saída da Estação de Shibuya: a estátua do cachorro Hachiko, presente no filme “Sempre ao seu lado”.

Osaka

Osaka é conhecida como a “cozinha japonesa” em razão dos inúmeros mercados existentes na região. É a terceira província mais populosa do Japão e o segundo mais importante centro financeiro do país. Um dos pontos turísticos é o Castelo de Osaka, cartão postal do município, construído há mais de 400 anos.

Shinjuku

Shinjuku é uma área da região metropolitana de Tóquio, considerada um centro de negócios. No bairro, localiza-se a estação de metrô mais movimentada do país. Em todo o bairro, encontramos centros comerciais, lojas de eletrônicos e diversos arranha-céus. É considerado o local ideal para quem quer comprar e conhecer a vida noturna.

Asakusa

Asakusa é um bairro histórico de Tóquio repleto de templos. O mais antigo e mais importante é o Templo Sensoji. Os quarteirões do bairro são repletos de construções que remetem ao Período Edo.

Curiosidades


A florada das cerejeiras no Parque Chidorigafuchi durante a estação da primavera.

  1. Tóquio corresponde à área urbana mais populosa do mundo.

  2. Previsões feitas pela Organização das Nações Unidas relatam que Tóquio seguirá no topo da lista das cidades mais populosas do mundo até 2028. As previsões apontam que a cidade de Nova Deli, na Índia, ultrapassará a capital japonesa.|1|

  3. Tóquio sofre com muitos desastres naturais, como terremotos. Isso se deve à sua localização, por estar em uma região de vulcões e na fronteira das placas tectônicas Euro-asiática e do Pacifico, portanto está suscetível a abalos sísmicos e outros fenômenos geológicos.

  4. Tóquio foi eleita uma das cidades com maior custo de vida do planeta.

  5. Há ocorrências de tufões periódicos em Tóquio.

  6. A capital japonesa sediará os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos em 2020.

  7. Tóquio é especialmente visitada na época da primavera, em razão da florada das cerejeiras.

  

Por Rafaela Sousa

Você pode se interessar também

História

Bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki

Geografia

Metrópole

História

Segunda Guerra Mundial

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.