Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Brics

Brics é um fórum de cooperação internacional formado pelas principais economias emergentes do mundo. Formado inicialmente por cinco países, terá 11 membros a partir de 2024.

Bandeira dos 5 países participantes do Brics até o ano de 2023: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O Brics é um fórum de discussão internacional formado pelas principais economias emergentes do mundo.

Brics é um fórum de cooperação internacional formado pelos principais países emergentes do mundo. A sigla Brics representa o nome de cada um dos membros desse mecanismo: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (South Africa). No ano de 2023, durante a 15ª reunião anual desse grupo, seis novos países foram convidados a fazer parte do Brics: Arábia Saudita, Argentina, Emirados Árabes Unidos, Egito, Etiópia e Irã.

O Brics não é um bloco econômico, mas sim um mecanismo de cooperação através do qual os países emergentes discutem estratégias e alinham as suas políticas para o desenvolvimento social, econômico e ambiental. Trata-se de um grupo importante porque representa um terço da economia e mais de 46% da população do mundo. O Brics, além disso, permitiu a maior inserção das nações emergentes na geopolítica internacional.

Leia também: Otan — um organismo internacional que tem como objetivo garantir a segurança de seus países-membros

Resumo sobre o Brics

  • Brics é um mecanismo de cooperação internacional entre países considerados emergentes, mas que apresentam índices de crescimento elevados.

  • A denominação Brics, inicialmente chamado de Bric, foi cunhada pelo economista britânico Jim O’Neill no início dos anos 2000.

  • O objetivo do Brics é a cooperação entre os países para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental em comum.

  • O Brics foi formado por cinco países até o ano de 2023: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

  • Em 2023, o grupo convidou seis novos países para integrarem o fórum a partir de 2024: Arábia Saudita, Argentina, Emirados Árabes Unidos, Egito, Etiópia e Irã.

  • O Brics tem um banco chamado de Novo Banco do Desenvolvimento, que financia projetos em países emergentes e subdesenvolvidos.

  • O Brics responde por um terço da economia mundial e mais de 46% da população do globo.

  • Esse mecanismo de cooperação é importante para o desenvolvimento socioeconômico das nações emergentes e para a sua maior inserção na geopolítica internacional.

O que é Brics?

Brics é a denominação de um mecanismo de cooperação internacional formado, inicialmente, pelas cinco maiores economias emergentes do mundo. No ano de 2023, o Brics aceitou o ingresso de seis novos membros, sendo agora formado por um total de 11 países emergentes que se reúnem periodicamente para discutir ações e estratégias de desenvolvimento social e econômico.

A denominação Brics, inicialmente chamado de Bric, foi criada pelo economista britânico e ex-presidente do grupo Goldman Sachs Jim O’Neill no início dos anos 2000, em artigo que comentava a respeito das economias emergentes que vinham crescendo exponencialmente no início do século XXI.

Objetivos do Brics

Desde a sua primeira reunião, realizada no ano de 2009, o Brics tem como objetivo principal a cooperação econômica entre os países emergentes. Esse importante mecanismo visa, também, à coordenação de políticas e ações voltadas para o desenvolvimento socioeconômico e, mais recentemente, ambiental dessas nações emergentes para que elas possam crescer em conjunto e se integrarem cada vez mais no cenário geopolítico internacional.

Países participantes do Brics

Até o ano de 2023, o Brics era originalmente formado por cinco países, cujas iniciais dos respectivos nomes (em inglês) deram origem à denominação desse fórum de cooperação. São eles:

Brasil

Rússia

Índia

China

África do Sul (South Africa)

Entrada de novos países no Brics

Com a entrada de novos membros, o Brics passou a ser composto por 11 países. [1]

O convite para a entrada de novos países emergentes no Brics foi anunciado durante a 15ª cúpula do fórum, realizada em 2023 na África do Sul. Seis novas nações foram aprovadas para fazerem parte do grupo a partir do ano de 2024:

Arábia Saudita

Egito

Emirados Árabes Unidos

Argentina

Etiópia

Irã

Características do Brics

Líderes dos países do Brics durante a 15ª reunião do fórum realizada na África do Sul em 2023. [1]

Os países que formam o Brics estão entre as principais economias emergentes do planeta. Levando em consideração todos os integrantes desse mecanismo de cooperação, inclusive aqueles que foram aprovados em 2023, o Brics detém um Produto Interno Bruto (PIB) que é de quase 31 trilhões de dólares. Esse valor é aproximadamente um terço de toda a economia mundial. A maior economia emergente do Brics e do mundo continua sendo a China, que responde por cerca de 63% do PIB do fórum.

A produção econômica desses países é centrada nos setores terciário e primário, principalmente, embora sejam países industrializados. Com o ingresso dos países do Oriente Médio, o petróleo e a indústria petroquímica se transformaram nas duas principais atividades de produção no bloco do Brics.

O Brics são, também, os países mais populosos do mundo. Esse aspecto é muito importante de se analisar, porque uma população numerosa equivale a um amplo mercado consumidor e elevada oferta de mão de obra, o que é favorável para a economia. Integram o fórum os dois únicos países com mais de 1 bilhão de habitantes do mundo: China e Índia. No total, o Brics reúne mais de 46% da população de todo o mundo.

Importância do Brics

O Brics é detentor de parte significativa da economia mundial, além de abrigar a maior parcela dos mais de 8 bilhões de pessoas que vivem no planeta Terra. Assim sendo, o fórum é importante para a manutenção e para o desenvolvimento social e econômico dos países como um todo, não somente para os seus integrantes. É importante lembrarmos que o crescimento econômico do Brics gira em torno de 6% ao ano, uma taxa elevada e superior do que a registrada até mesmo pelas nações mais desenvolvidas, o que reforça o papel do fórum na economia internacional.

Pensando na importância do Brics para os membros desse bloco, podemos afirmar que essa cooperação é fundamental para o desenvolvimento em conjunto e, sobretudo, para que esses países possam se integrar ao cenário econômico internacional de uma vez por todas. Essa inserção acontece com as economias emergentes sendo, agora, agentes, e não somente expectadores passivos. Assim sendo, o Brics tem grande importância geopolítica.

Banco do Brics

O Novo Banco de Desenvolvimento é o banco do Brics. [2]

O banco do Brics recebe o nome de New Development Bank, ou Novo Banco do Desenvolvimento (NBD), e tem sede na cidade de Xangai, na China. Diferente do que conhecemos, tradicionalmente, como um banco, o NBD não oferece serviços para a população diretamente. Na realidade, o NDB entrou em atividade no ano de 2015 para o financiamento de projetos a serem executados em países emergentes, como do próprio Brics, e em países subdesenvolvidos como uma forma de auxiliar no crescimento socioeconômico desses territórios.

O Brics é um bloco econômico?

Não, o Brics não é um bloco econômico. Trata-se de um mecanismo de cooperação internacional que começou a se reunir informalmente para a discussão e o alinhamento de políticas e estratégias de desenvolvimento social, ambiental e econômico.

O Brics não tem uma estrutura hierárquica formal como a dos blocos econômicos. O que acontece é uma reunião anual com os líderes do Brics, chamada de Cúpula do Brics, para a reafirmação dessa aliança existente entre eles e para se pensar nos próximos passos que serão dados por esses países no campo geopolítico, socioeconômico e ambiental.

Acesse também: O que são blocos econômicos?

História do Brics

A denominação Bric, que posteriormente veio a ser Brics, surgiu no início dos anos 2000, em um artigo escrito por Jim O’Neill. Nessa época, O’Neill apelidou o conjunto apenas de Bric, já que a África do Sul ainda não estava inclusa. A primeira reunião oficial entre os líderes dessas então quatro nações com economias emergentes em crescimento aconteceu em 2006, durante a Assembleia Geral das Nações Unidas realizada na cidade de Nova York.

Três anos depois da sua primeira reunião, que contou com a presença dos chefes de Estado, os quatro países oficializaram a formação de um grupo para a discussão de estratégias de desenvolvimento em comum e para a criação de políticas de cooperação na esfera econômica, principalmente, mas também social. Essa reunião aconteceu em 16 de junho de 2009, na Rússia, e passou a ser conhecida como a primeira cúpula do Bric. Em 2011, o S foi adicionado à sigla desse grupo com o ingresso da África do Sul.

As cúpulas do Brics são realizadas com frequência anual, e cada ano acontece em um dos países integrantes do grupo. Durante a 15ª Cúpula do Brics, realizada na capital sul-africana, Johanesburgo, em 2023, os representantes dos cinco membros originais aprovaram a ampliação do fórum e convidaram seis novos países para integrarem esse mecanismo de cooperação internacional. Assim sendo, em 2024, o Brics contará oficialmente com 11 membros.

Créditos de imagem

[1] Governo da Índia / Wikimedia Commons (reprodução)

[2] Ralf Liebhold / Shutterstock

Fontes

G1. Banco do Brics: entenda o que é a instituição que será comandada por Dilma Rousseff. G1, 2023. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/noticia/2023/03/24/banco-do-Brics-entenda-o-que-e-a-instituicao-que-sera-comandada-por-dilma-rousseff.ghtml.

New Development Bank. Disponível em: https://www.ndb.int/.

IPEA. Conheça o Brics. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/forumBrics/pt-BR/conheca-os-Brics.html.

REDAÇÃO. O que é o Brics e quais são os objetivos dessa aliança. TV Brics, 2023. Disponível em: https://tvBrics.com/pt/news/o-que-o-Brics-e-quais-s-o-os-objetivos-dessa-alian-a/.

SENADO NOTÍCIAS. Brics. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/entenda-o-assunto/bric.

Por Paloma Guitarrara

Você pode se interessar também

Geografia

Blocos Econômicos

Geografia

Organizações internacionais

Geografia

PIB - Produto Interno Bruto

Últimos artigos

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.