Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Por que o estômago “ronca”?

Você já se perguntou por que o estômago ronca? Clique aqui e descubra a resposta para essa curiosa questão!

A fome pode provocar o constrangedor “ronco” do estômago A fome pode provocar o constrangedor “ronco” do estômago

Com certeza, você já deve ter passado pela situação desconfortável de sentir seu estômago “roncando”. Aquele barulho desagradável que surge principalmente quando estamos com fome não indica nenhum problema de saúde, sendo um fato extremamente normal.

O “ronco do estômago é provocado pela contração muscular desse órgão, que é desencadeada pela produção de ácidos e da enzima digestiva pepsina. Ao se contrair, o estômago move líquidos e o ar contido em seu interior, o que desencadeia os ruídos.

O ar no estômago é resultado do processo natural de digestão. Ao engolirmos um alimento, é comum que o ar seja ingerido com a comida. Esse ar também é responsável, juntamente aos líquidos ingeridos e formados durante a digestão, pelo arroto.

A produção de ácidos e enzimas, bem como a contração do estômago, ocorre para sinalizar que o organismo está preparado para receber o alimento e que este deve ser ingerido. Esse processo pode ser estimulado, por exemplo, pela mastigação de chiclete, que faz com que o corpo pense que será ingerido alimento e prepare, assim, o estômago para recebê-lo. O problema dessa atitude é que a mastigação constante e a produção frequente de ácidos e enzimas podem provocar lesões, tais como gastrite e úlceras.

O estômago “ronca” em virtude das contrações que desencadeiam o movimento do ar e de líquidos no interior desse órgão.

Pesquisadores ainda não sabem quais pessoas estão mais propensas a apresentar os roncos e o motivo pelo qual algumas pessoas não produzem esse som. Vale destacar, no entanto, que estudos sugerem que pessoas que se alimentam de produtos gordurosos e industrializados estão mais suscetíveis à ocorrência desses ruídos. Assim sendo, uma alimentação saudável, obedecendo ao intervalo de três horas para cada refeição, pode diminuir os famosos roncos.

É importante frisar que não é apenas o estômago que pode gerar roncos. Esses barulhos podem ocorrer também no intestino, por exemplo. Nesse caso, no entanto, o barulho não está relacionado com a fome, e sim com o processo de digestão.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Arroto

Ciências

Estômago

Ciências

O que são proteínas?

Ciências

Quimo e quilo

Últimos artigos

Folclore brasileiro

O folclore brasileiro é o rico conjunto de manifestações de nossa cultura. Mitos, lendas, danças, músicas, brincadeiras e festas populares fazem parte dele.

El Niño

O El Niño é um fenômeno descrito pelo aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, provocando chuvas volumosas no Sul do Brasil e secas severas no Norte e no Nordeste.

Bicho-papão

Bicho-papão é uma lenda presente no folclore brasileiro que fala de um monstro que sequestra e devora crianças desobedientes. Foi influência portuguesa em nossa cultura.

Queda da Bastilha

A queda da Bastilha foi um acontecimento marcante que se passou em 14 de julho de 1789, marcando o início da Revolução Francesa.