Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Perigos das praias

Muitas pessoas gostam de ir à praia, mas o mar apresenta grandes perigos. Conheça-os!

A praia pode ser uma ótima diversão, entretanto, ela esconde vários perigos A praia pode ser uma ótima diversão, entretanto, ela esconde vários perigos

O Brasil é um país que apresenta um extenso litoral, por isso é comum que diversas pessoas visitem nossas praias todos os dias. Entretanto, é importante destacar que existem vários perigos no mar, que podem levar a vários acidentes. Vamos conhecer alguns deles?

Geralmente uma pessoa que vive na região próxima a uma praia já conhece a profundidade desse local, porém os turistas podem não saber se aquele local é fundo ou não. Esse é um fator extremamente importante e que causa muitos acidentes. O fundo do mar não é plano e, por isso, existem locais mais rasos e outros mais fundos. É importante não se aventurar muito e sempre se informar a respeito da profundidade. O ideal é não ficar em locais em que o mar atinja acima da cintura.

Além da profundidade, deve-se tomar bastante cuidado com as rochas submersas. Diversos acidentes já foram registrados, principalmente quando se mergulha nesses locais. Sendo assim, tenha um cuidado redobrado ao mergulhar no mar.

Um dos maiores perigos estão relacionados com as chamadas correntes de retorno. Essas correntes são resultado do retorno da água para o alto-mar através de pequenos canais após sua chegada através das ondas. Elas são rápidas (em torno de 3 m/s) e podem levar uma pessoa rapidamente para o fundo. São reconhecidas por deixar a superfície do mar turbulenta e com aspecto de água suja, além disso, nesses locais, as ondas quebram com menor frequência. Caso seja surpreendido por uma dessas correntes, o ideal é tentar ficar calmo e boiar ou, então, nadar paralelamente à praia. Lembre-se de que nadar contra a corrente não é uma boa ideia, uma vez que elas são muito rápidas.

Geralmente, em locais que possuem salva-vidas, as correntes são sinalizadas. Quando observar placas de perigo, não entre na água. Lembre-se de que o mar é um ótimo lugar para diversão, entretanto, todos os anos diversas mortes são registradas.


Ao ir à praia, lembre-se de levar protetor solar e chapéus para se proteger do Sol. Lembre-se também de não andar descalço

Em caso de chuvas, saia imediatamente da água. Por mais improvável que pareça, existem diversos casos de mortes causadas por raios nas praias brasileiras. O ideal é procurar um local para se abrigar.

Além de todos esses fatores, não podemos nos esquecer de alguns animais, como as águas-vivas e as caravelas-portuguesas. Esses dois animais, quando entram em contato com a pele humana, podem causar uma sensação de queimadura e irritação, além de provocar reação alérgica em algumas pessoas. Ao sentir ardência na pele, saia imediatamente da água, tente não esfregar nada no local e lave a região com soro fisiológico. É importante procurar o médico dependendo do tamanho da lesão e se sentir enjoos e febre. Não utilize pomadas nem outras substâncias que não foram receitadas por um médico.

Nas praias também podemos adquirir outras doenças. Uma bem comum é o bicho-geográfico, uma doença causada por uma larva de helminto que penetra na pele e começa a migrar, formando verdadeiros caminhos na epiderme. A larva pode ser encontrada em praias que possuem uma grande quantidade de cachorros e gatos, uma vez que esses animais são seus hospedeiros naturais e eliminam a larva em suas fezes. Por isso, é essencial que sejam usados calçados ao andar pela praia, além de evitar levar cães e gatos para esses locais.

Não se esqueça também de usar protetor solar apropriado para seu tipo de pele e beber bastante água. Além disso, sempre observe atentamente o que está consumindo, sabendo sempre sua procedência e se está devidamente armazenado, uma vez que, em locais quentes, o alimento estraga muito rapidamente. Entre os principais alimentos que causam intoxicação alimentar, podemos destacar a maionese, sanduíches naturais, saladas de fruta, queijo coalho e camarão.


Por Vanessa dos Santos
Graduada em Biologia

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Acidentes com águas-vivas

Ciências

Bagres marinhos e seu veneno

Ciências

Bicho-geográfico

Ciências

Cnidários

Últimos artigos

Folclore brasileiro

O folclore brasileiro é o rico conjunto de manifestações de nossa cultura. Mitos, lendas, danças, músicas, brincadeiras e festas populares fazem parte dele.

El Niño

O El Niño é um fenômeno descrito pelo aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, provocando chuvas volumosas no Sul do Brasil e secas severas no Norte e no Nordeste.

Bicho-papão

Bicho-papão é uma lenda presente no folclore brasileiro que fala de um monstro que sequestra e devora crianças desobedientes. Foi influência portuguesa em nossa cultura.

Queda da Bastilha

A queda da Bastilha foi um acontecimento marcante que se passou em 14 de julho de 1789, marcando o início da Revolução Francesa.