Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Leptospirose

Entenda o que é leptospirose e por que essa doença é tão preocupante em épocas de chuvas.

Imagem de um rato, um dos transmissores da Leptospirose. Os roedores são grandes transmissores da Leptospirose.

A leptospirose é uma doença causada por bactérias do gênero Leptospira, que apresentam forma espiralada e são flexíveis. Transmitida pelo contato com urina de animais infectados, bem como com água ou solo contaminado pela bactéria, essa doença é causa de constante preocupação em épocas de chuvas.

Leia também: 11 doenças causas bactérias

Trasmissão da leptospirose

Normalmente os roedores, principalmente os ratos-de-esgoto, são os grandes vilões quando se fala em leptospirose, uma vez que são os principais transmissores da doença. Porém, existem outros animais em que a bactéria pode se instalar, entre eles os suínos, bovinos e até mesmo cães.

Para entrar no nosso corpo, a bactéria utiliza lesões na pele e mucosas, entretanto, ela também pode penetrar na pele sem que haja lesão, isso ocorre quando ficamos expostos por muito tempo à água contaminada.

Sintomas da leptospirose

A doença manifesta-se de maneira diferente em cada pessoa e pode ser dividida em duas fases: a precoce (leptospirêmica) e a tardia (imune).

Na fase precoce, geralmente os sintomas são febre, dores de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, náusea, vômitos, diarreia, sensibilidade à luz, dilatação dos vasos sanguíneos dos olhos, entre outros. Normalmente a leptospirose nessa fase regride em, no máximo, uma semana. Além disso, em razão de seus sintomas não serem muito específicos, dificilmente a doença é diagnosticada corretamente.

As bactérias do gênero Leptospira são as causadoras da leptospirose.

Na fase tardia da doença, as manifestações clínicas são mais graves, sendo comum o surgimento de três sintomas principais: icterícia, insuficiência renal e hemorragias (geralmente pulmonares). Esses sintomas constituem a chamada Síndrome de Weil. Vale ressaltar que a hemorragia pulmonar é uma importante característica a ser observada para diagnóstico de leptospirose na fase tardia. Esse quadro geralmente surge antes da icterícia e insuficiência renal, sendo extremamente grave. Em alguns casos, a doença pode levar à morte.

Tratamento da leptospirose

O tratamento baseia-se na administração de antibióticos e hidratação do paciente. Quando a doença causa insuficiência renal, a hemodiálise pode ser necessária. Vale lembrar que o médico orientará o tratamento adequado em cada caso.

A leptospirose é uma doença de grande incidência no Brasil, principalmente em locais com saneamento básico precário e grande quantidade de roedores. Vale lembrar que, em regiões onde existem muitas enchentes, o problema torna-se mais grave, pois a população acaba ficando constantemente em contato com água que pode estar contaminada.

Veja também: A ferrugem realmente causa tétano?

Algumas medidas para evitar a leptospirose

Para diminuir os casos dessa enfermidade, é de fundamental importância a realização de maiores investimentos em saneamento básico, principalmente no que diz respeito à coleta de lixo e à drenagem da água das chuvas. Além disso, é importante que a população tenha conhecimento das formas de contágio para que evite situações de risco, como se expor à água de enchentes e enxurradas.


 

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Bactérias

Ciências

Doenças causadas por bactérias

Ciências

Febres hemorrágicas

Ciências

Saneamento básico

Últimos artigos

Folclore brasileiro

O folclore brasileiro é o rico conjunto de manifestações de nossa cultura. Mitos, lendas, danças, músicas, brincadeiras e festas populares fazem parte dele.

El Niño

O El Niño é um fenômeno descrito pelo aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, provocando chuvas volumosas no Sul do Brasil e secas severas no Norte e no Nordeste.

Bicho-papão

Bicho-papão é uma lenda presente no folclore brasileiro que fala de um monstro que sequestra e devora crianças desobedientes. Foi influência portuguesa em nossa cultura.

Queda da Bastilha

A queda da Bastilha foi um acontecimento marcante que se passou em 14 de julho de 1789, marcando o início da Revolução Francesa.