Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Diferenças entre mitose e meiose

As diferenças entre mitose e meiose são muitas, mas podemos destacar o número de células-filhas e a quantidade de material genético nas células.

As diferenças entre a meiose e a mitose, dois processos de divisão celular, estão, principalmente, no número de células produzidas no final do processo e no número de cromossomos apresentado por essas células.

Tabela com as diferenças entre mitose e meiose

Cada tipo de divisão celular apresenta sua particularidade, sendo fácil diferenciar esses dois processos. Veja a tabela a seguir com as principais diferenças entre a mitose e a meiose:

 

Mitose

Meiose

Número de células-filhas

Duas células-filhas são produzidas.

Quatro células-filhas são produzidas.

Número de cromossomos

Células-filhas possuem mesmo número de cromossomos da célula original.

Células-filhas possuem metade do número de cromossomos da célula original.

Número de divisões celulares

Uma

Duas divisões consecutivas

Etapas

Prófase, metáfase, anáfase e telófase.

Prófase I, metáfase I, anáfase I, telófase I, prófase II, metáfase II, anáfase II e telófase II.

Principais funções em plantas e animais

Permite crescimento, reparo e desenvolvimento de animais e plantas.

Produz gametas em animais e esporos em plantas.

Mitose

A mitose é um processo de divisão celular que possui as seguintes etapas: prófase, metáfase, anáfase e telófase. No final do processo, observa-se a ocorrência da citocinese, a qual se caracteriza pela divisão do citoplasma da célula.

Leia também: Núcleo celular

→ Fases da mitose

Observe atentamente um esquema que representa as fases da mitose.
Observe atentamente um esquema que representa as fases da mitose.

A mitose inicia-se com a fase de prófase, na qual se observam o desaparecimento do nucléolo (região onde os ribossomos são produzidos) e o aumento da condensação dos cromossomos, que já foram duplicados antes do início da divisão celular. Além disso, há a fragmentação da membrana nuclear, a ligação dos microtúbulos (estruturas proteicas) com os cromossomos e o afastamento dos centrossomos (local onde estão organizados os microtúbulos).

Na metáfase, os cromossomos ficam organizados no meio da célula, mais precisamente na placa metafásica. É nessa fase que se observa o maior grau de condensação. Na anáfase, ocorre a separação das cromátides irmãs (moléculas de DNA originadas da duplicação da molécula original), as quais migram para os polos, assim, no final do processo, a célula fica com o mesmo número de cromossomos em cada extremidade.

A telófase é a última etapa, a qual se caracteriza pela formação de dois núcleos. As membranas nucleares surgem, e o nucléolo reaparece. No final da divisão, o citoplasma da célula divide-se (citocinese), e duas células-filhas são formadas.

No final da mitose, temos, portanto:

  • formação de duas células-filhas;

  • células com mesmo número de cromossomos da célula-mãe.

Leia também: Câncer, uma doença que tem relação direta com a divisão celular

Meiose

A meiose apresenta duas divisões celulares: a meiose I e a meiose II.
A meiose apresenta duas divisões celulares: a meiose I e a meiose II.

A meiose é um processo de divisão celular que apresenta duas divisões celulares consecutivas, as quais são chamadas de meiose I e meiose II. Na meiose I, temos a prófase I, metáfase I, anáfase I, telófase I e citocinese. Já na meiose II, temos a prófase II, metáfase II, anáfase II, telófase II e citocinese.

→ Fases da meiose

A meiose inicia-se com a prófase I e, assim como na mitose, já começa com os cromossomos duplicados. Na prófase I, ocorrem a movimentação dos centrossomos, a quebra da membrana nuclear, o início da condensação dos cromossomos e a ligação dos microtúbulos em cada cromossomo homólogo (cromossomo igual em comprimento e que apresenta genes para a mesma característica). Nessa fase, também acontece o pareamento dos cromossomos homólogos, sendo possível a ocorrência do crossing-over (troca de material genético entre cromátides).

Na metáfase I, os pares de cromossomos homólogos organizam-se no meio da célula. Vale destacar que, enquanto as duas cromátides de um homólogo estão ligadas aos microtúbulos de um polo, o homólogo está ligado ao do outro polo. Na anáfase I, os homólogos movem-se para os polos opostos.

Na telófase I, cada polo da célula possui um conjunto formado por cromossomos duplicados que corresponde à metade do conjunto cromossômico da célula inicial, ou seja, um conjunto haploide. Após, a telófase, a célula divide-se, formando duas.

Inicia-se então a meiose II em cada uma das duas células formadas. Para o início dessa etapa, não se observa duplicação de material genético. Na prófase II, inicia-se a migração dos cromossomos em direção à região central da célula. Na metáfase II, os cromossomos estão dispostos na placa metafásica. Na anáfase, ocorre a migração das cromátides para polos opostos. Na telófase II, os núcleos formam-se, inicia-se a descondensação dos cromossomos e ocorre a citocinese em cada uma das duas células que iniciaram a meiose II.

No final da meiose, temos, portanto:

  • formação de quatro células-filhas;

  • células com metade do número de cromossomos da célula-mãe.

Observe o esquema que ilustra os processos de mitose e meiose.
Observe o esquema que ilustra os processos de mitose e meiose.

Exercícios sobre mitose e meiose

Questão 1:

(FGV) Uma das diferenças da meiose, em relação à mitose, é que na meiose as células-filhas são geneticamente diferentes da célula-mãe. Essa afirmação está:

a) Errada. Tanto na mitose quanto na meiose as células-filhas são geneticamente iguais à célula-mãe.

b) Errada. O que diferencia a mitose da meiose é o fato de que na primeira são produzidas quatro células-filhas, enquanto na meiose são produzidas apenas duas.

c) Errada. Na meiose, as células-filhas têm apenas metade do número inicial de cromossomos, mas ainda assim cada uma delas apresenta os mesmos alelos presentes na célula-mãe.

d) Correta. O crossing-over e a segregação das cromátides irmãs, na segunda divisão, promovem a recombinação do material genético herdado da célula-mãe.

e) Correta. A segregação dos cromossomos homólogos, na primeira divisão, resulta em células-filhas com diferentes conjuntos alélicos em relação àquele da célula-mãe.

Resolução:

Letra e. Na meiose, as células-filhas possuem metade do número de cromossomos da célula-mãe.

Questão 2:

(UEL) Considere os seguintes eventos:

I. Recombinação genética

II. Segregação de cromossomos homólogos

III. Segregação de cromátides irmãs

IV. Alinhamento dos cromossomos na placa equatorial.

Desses, os que ocorrem tanto na mitose quanto na meiose são apenas.

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

Resolução:

Letra e. A recombinação genética é observada apenas no processo de meiose, assim como a segregação dos homólogos. A segregação de cromátides irmãs e o alinhamento dos cromossomos na placa equatorial são eventos que ocorrem tanto na meiose quanto na mitose.

A divisão celular é o processo responsável pela formação de novas células. A divisão celular é o processo responsável pela formação de novas células.
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Divisão celular

Ciências

Núcleo celular

Ciências

Mitose

Ciências

Meiose

Últimos artigos

1º de abril – Dia da Mentira

O Dia da Mentira é celebrado aqui no Brasil em 1º de abril. Acredita-se que essa data tenha surgido por meio de uma mudança de datas que aconteceu na França do século XVI.

Combate ao coronavírus: vírus

Combate ao coronavírus: sintomas

Combate ao coronavírus: prevenção