Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Animais endotérmicos e animais ectotérmicos

Entenda a diferença entre animais endotérmicos e animais ectotérmicos.

Você provavelmente já deve ter ouvido falar em animais de sangue quente e animais de sangue frio. E animais endotérmicos e animais ectotérmicos, já ouviu falar? Você sabe a diferença entre eles? Vamos aprender?

No período em que os animais começaram a ser classificados, eles foram divididos em animais de sangue quente e animais de sangue frio. No grupo dos animais de sangue quente estavam presentes as aves e os mamíferos, já no grupo dos animais de sangue frio estavam presentes os répteis, anfíbios, a maioria dos peixes e os animais invertebrados. Hoje em dia o termo animais de sangue quente foi substituído por animais endotérmicos e o termo animais de sangue frio substituído por animais ectotérmicos. Então agora dizemos que as aves e os mamíferos são animais endotérmicos, e os répteis, anfíbios, alguns peixes e invertebrados são animais ectotérmicos.

A endotermia e a ectotermia são mecanismos adotados pelos animais para controlar a temperatura corporal, o que chamamos de mecanismos termorreguladores. Os animais endotérmicos elevam a temperatura corporal e a mantêm constante a partir de mecanismos internos, ou seja, o próprio metabolismo do animal consegue controlar a sua temperatura. Já os animais ectotérmicos não são capazes de regular a temperatura corporal com mecanismos internos, então eles precisam de fontes externas de calor para elevar e manter a sua temperatura corporal constante. Esses animais obtêm calor do meio ambiente (meio externo), geralmente com a exposição ao sol ou em contato com superfícies quentes, como rochas.

Por isso os mamíferos podem ficar longos períodos sem se expor ao sol. Já os répteis e os anfíbios, por exemplo, não podem. Da mesma forma, você já ouviu falar de répteis vivendo em regiões bem frias como a Antártida? Provavelmente não, pois eles são incapazes de sobreviver nesses ambientes, já que eles precisam de fontes externas de calor e a sua temperatura corporal varia de acordo com o meio ambiente (meio externo). Contudo, aves e mamíferos são encontrados em regiões frias, pois não dependem de fontes externas de calor para controlarem sua temperatura corporal.

Provavelmente você já deve ter visto algum lagarto, cobra ou jacaré, mesmo que em filme ou documentário, “tomando sol”, certo? Agora podemos entender a razão.


Os répteis precisam de fontes externas de calor para elevar sua temperatura corporal, por isso é comum vermos esses animais expostos ao sol

Sabendo disso, podemos entender por que os répteis não são encontrados em regiões muito frias. As baixas temperaturas não permitem a sobrevivência destes animais, já que eles precisam de fontes externas de calor e também porque a temperatura de seus corpos varia de acordo com o ambiente. Já os mamíferos e as aves, que apresentam mecanismos internos de controle da temperatura corporal, podem ser encontrados em regiões frias.


Por Flávia Figueiredo
Graduada em Biologia

Os ursos são exemplos de animais endotérmicos e os lagartos são exemplos de animais ectotérmicos Os ursos são exemplos de animais endotérmicos e os lagartos são exemplos de animais ectotérmicos
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Ariranha

Ciências

Coala

Ciências

Tamanduá

Últimos artigos

Dízima periódica

Uma dízima periódica é um número que possui sua parte decimal infinita e periódica

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.