Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Concordância de algumas palavras

Realize algumas descobertas ao clicar aqui!

Ao estudarmos os inúmeros assuntos contidos na gramática, vez ou outra encontramos algo relacionado à concordância, que, como sabemos, está relacionada ao ato de concordar, ajustar-se a algo. Desta forma, temos que muitas vezes o verbo ou o adjetivo concorda com o substantivo do qual se encontra mais próximo. Vamos compreender melhor?


Mariana estudou.




Os garotos jogaram futebol.




No primeiro exemplo, o verbo permaneceu no singular porque o substantivo próprio é representado por uma pessoa – no caso, a Mariana (ela).

Já no segundo, o verbo foi flexionado, ou seja, ao invés de ficar no singular, foi expresso no plural, uma vez que o substantivo também estava no plural, no caso, os garotos (eles).

Garota bela.




Cães espertos





Nas duas frases temos dois adjetivos, onde cada um concordou com o substantivo que o acompanha. Na primeira, permaneceu no singular porque “garota” foi expressa no singular.

Na segunda, por se tratar de muitos cães reunidos, eles só poderiam ser espertos, indo para o plural.

Mas como você sabe, a gramática nos traz regras, mas também devemos saber que existem algumas exceções, mas por enquanto não iremos estudá-las. O importante é que você saiba que estes dois exemplos revelam o conceito, a definição geral do que é a concordância que fazemos com o verbo ou com o nome (este nome pode ser um substantivo, um adjetivo, artigo, pronome ou numeral).

Agora que já estamos craques no assunto, conheceremos como se faz a concordância de algumas palavras das quais fazemos uso no nosso dia a dia. Vejamos então quais são elas:

Anexo

As fotografias seguem anexas.

O documento
segue anexo.


 Obrigado

 O garoto disse obrigado ao professor.

Marcela disse:
- Obrigada, mamãe!


  Incluso

A alimentação está inclusa no pacote de viagem.

Este biscoito não está incluso na lista de compras.


Mesmo

Foram os mesmos alunos do ano passado que fizeram homenagem ao diretor.

Não acredito! foram as mesmas desculpas de sempre?


Meio

Hoje estou meio cansado / Hoje estou meio preocupada.

Percebeu que em ambos os exemplos não houve alteração no que se refere à palavra “meio”? Isto acontece porque neste caso ela exerce a função de um advérbio, permanecendo sempre invariável (não podendo ser flexionado).

Agora observe este outro exemplo:

Comemos meia pizza.
Neste caso, a palavra “meia” concordou com o substantivo “pizza”, permanecendo ambas no feminino, pois trata-se de um adjetivo.

Bastante

O mesmo acontece com essa palavra, ou seja, quando exercer a função de advérbio permanece invariável, como, por exemplo:

Estou bastante feliz / O garoto é bastante educado.


 Agora, caso exerça a função de adjetivo, a palavra é flexionada:


 Foram bastantes apresentações durante o evento.

São bastantes as oportunidades que temos de passear nas férias.



Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Escola Kids

A concordância tanto pode ser feita com o verbo quanto com o nome (o substantivo) A concordância tanto pode ser feita com o verbo quanto com o nome (o substantivo)
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Português

Bastante ou bastantes?

Português

Concordância de algumas expressões

Português

Substantivos

Português

Verbos

Últimos artigos

Cuca

Cuca é um ser do folclore brasileiro e apresentada como uma velha má que sequestra crianças. Por meio de Monteiro Lobato, a forma de jacaré da cuca se popularizou.

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.