Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Diferenças entre pronome relativo e conjunção integrante

Não deixe de conhecer as diferenças que há entre o pronome relativo e a conjunção integrante, sabe como? Em apenas um clique, simples, não?

Entre o pronome relativo e a conjunção integrante há diferenças Entre o pronome relativo e a conjunção integrante há diferenças

Para que você possa compreender de forma significativa sobre o assunto desse nosso encontro, torna-se necessário retomar alguns conceitos, expressos por meio do texto “Orações subordinadas substantivas”.

Como você pôde constatar, as orações subordinadas substantivas são aquelas introduzidas pelas conjunções integrantes “que” e “se”, não é mesmo?

Pois bem, o que nos interessa agora é descobrir quando a palavrinha “que” representa essa conjunção e quando ela atua como pronome relativo. Ora, você acha que é um pouco difícil, por se tratar do mesmo termo?

Saiba que não, pois por meio do primeiro exemplo, já aprenderemos. Vamos a ele:

Desejo que você obtenha um bom resultado nas avaliações.

Você percebeu que lá ela se encontra: a palavra “que”. Mas ainda não sabe como ela se classifica, concorda?

Experimente fazer uma perguntinha ao verbo desejar, ou seja: O que desejo?  Que você obtenha um bom resultado nas avaliações. Portanto, trata-se de uma conjunção integrante, visto que introduz uma oração subordinada substantiva objetiva direta.

Vejamos outro exemplo:

Os garotos que obtiveram um bom resultado na competição foram premiados.

Perguntamos a você: Você concorda que o termo que faz parte de nosso estudo agora substitui o substantivo “garotos”? Claro que sim. Dessa forma, ele se classifica como pronome relativo, ok?


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Português

Como usar os pronomes relativos?

Português

Conceito de frase, oração e período

Português

Orações subordinadas substantivas

Português

Pronomes relativos

Últimos artigos

Crise de 1929

A Crise de 1929 foi a maior crise econômica da história dos Estados Unidos e do capitalismo. Foi iniciada pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York.

Retângulo

O retângulo possui quatro lados e todos os ângulos internos medindo 90°. Essa forma geométrica está muito presente no cotidiano, como na face de caixas e nas paredes.

Paralelepípedo

O paralelepípedo é um sólido geométrico que possui todas as faces com paralelogramos. Essa forma pode ser percebida nos prédios e em caixas de sapatos.

Hiena

Hiena é um animal encontrado na África e na Ásia, bastante conhecido por seu hábito de se alimentar de carniça. Existem atualmente três espécies diferentes de hienas.