Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Diferenças entre pronome relativo e conjunção integrante

Não deixe de conhecer as diferenças que há entre o pronome relativo e a conjunção integrante, sabe como? Em apenas um clique, simples, não?

Para que você possa compreender de forma significativa sobre o assunto desse nosso encontro, torna-se necessário retomar alguns conceitos, expressos por meio do texto “Orações subordinadas substantivas”.

Como você pôde constatar, as orações subordinadas substantivas são aquelas introduzidas pelas conjunções integrantes “que” e “se”, não é mesmo?

Pois bem, o que nos interessa agora é descobrir quando a palavrinha “que” representa essa conjunção e quando ela atua como pronome relativo. Ora, você acha que é um pouco difícil, por se tratar do mesmo termo?

Saiba que não, pois por meio do primeiro exemplo, já aprenderemos. Vamos a ele:

Desejo que você obtenha um bom resultado nas avaliações.

Você percebeu que lá ela se encontra: a palavra “que”. Mas ainda não sabe como ela se classifica, concorda?

Experimente fazer uma perguntinha ao verbo desejar, ou seja: O que desejo?  Que você obtenha um bom resultado nas avaliações. Portanto, trata-se de uma conjunção integrante, visto que introduz uma oração subordinada substantiva objetiva direta.

Vejamos outro exemplo:

Os garotos que obtiveram um bom resultado na competição foram premiados.

Perguntamos a você: Você concorda que o termo que faz parte de nosso estudo agora substitui o substantivo “garotos”? Claro que sim. Dessa forma, ele se classifica como pronome relativo, ok?


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Entre o pronome relativo e a conjunção integrante há diferenças Entre o pronome relativo e a conjunção integrante há diferenças
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Português

Conceito de frase, oração e período

Português

Como usar os pronomes relativos?

Português

Pronomes Relativos

Português

Orações subordinadas substantivas

Últimos artigos

Dízima periódica

Uma dízima periódica é um número que possui sua parte decimal infinita e periódica

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.