Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Conjunções subordinativas

Neste artigo refletimos sobre as conjunções subordinativas, as quais ligam duas orações estabelecendo uma relação de dependência sintática entre elas.

Conjunções subordinativas são aquelas que ligam duas orações estabelecendo uma relação de dependência sintática entre elas Conjunções subordinativas são aquelas que ligam duas orações estabelecendo uma relação de dependência sintática entre elas

As conjunções subordinativas são aquelas que ligam duas orações estabelecendo uma relação de dependência sintática entre elas. Essa relação de dependência faz com que umas das orações determine ou complete o sentido da outra.

No quadro abaixo, relacionamos os tipos de conjunções subordinativas e alguns exemplos para facilitar seus estudos:

CAUSAIS

Exprimem uma relação de causa. Por exemplo: porque, pois, pois que, visto que, por isso que, já que, uma vez que.

Já que você não me avisou com antecedência, não vou à festa”.

CONCESSIVAS

Exprimem relação de concessão. Por exemplo: embora, conquanto, ainda que, mesmo que, se bem que, bem que, posto que, por mais/menos que, apesar de, nem que.

Apesar de você não acreditar, cheguei cedo ontem à noite”.

CONDICIONAIS

Exprimem relação de condição. Por exemplo: se, caso, contanto que, salvo se, sem que, desde que, a menos que, a não ser que.

“Vou viajar em dezembro, a não ser que meu pai mude de ideia”.

CONFORMATIVAS

Exprimem relação de conformidade. Por exemplo: conforme, consoante, como, segundo.

Segundo a previsão, hoje não vai chover”.

COMPARATIVAS

Exprimem relação de comparação. Por exemplo: tal qual, tanto...quanto, assim como, como, bem como, que nem, mais/menos/menor/maior.

“Elias não entendeu nada, assim como eu”.

CONSECUTIVAS

Exprimem relação de consequência. Por exemplo: tal/tanto/tão/tamanho, de forma que, de maneira que, de modo que.

“Ela até engasgou, tamanho foi o susto”.

FINAIS

Exprimem relação de finalidade. Por exemplo: a fim de que, porque, para que.

“Diego me emprestou dinheiro para que eu pudesse almoçar”.

PROPORCIONAIS

Exprimem relação de proporcionalidade. Por exemplo: à medida que, ao passo que, à proporção que, quanto mais/menos...quanto menos/mais.

“Parece que quanto mais coisas tenho para fazer, menos tenho vontade”.

TEMPORAIS

Exprimem relação de tempo. Por exemplo: quando, antes que, depois que, até que, logo que, assim que, desde que, cada vez que.

Assim que colocou os pés dentro de casa, já começou a reclamar”.

INTEGRANTES

Ligam as orações subordinadas substantivas à oração principal. Por exemplo: que, se.

“Maria pediu que trouxéssemos os boletos para pagamento”.

 

Por Ma. Luciana Kuchenbecker Araújo

Por Luciana Kuchenbecker Araújo

Você pode se interessar também

Português

Conjunções Coordenadas

Português

Conjunções coordenativas adversativas

Português

Oração: Sujeito e Predicado

Português

Orações coordenadas

Últimos artigos

Símbolos nacionais

Símbolos nacionais são quatro símbolos que, por determinação da nossa lei, representam a nação brasileira.

Guerra do Contestado

Guerra do Contestado foi um conflito que se estendeu de 1912 a 1916 e mesclou insatisfação social com messianismo religioso.

Encontro vocálico

O encontro vocálico ocorre quando uma vogal e uma semivogal aparecem uma depois da outra em uma palavra. Há três tipos de encontro vocálico: o ditongo, o tritongo e o hiato.

Transporte passivo

Transporte passivo garante o transporte de substâncias através da membrana plasmática sem que ocorra o gasto de energia. A osmose é um tipo de transporte passivo.