Qual matéria está procurando ?

Matemática

Matemática

Solução de sistemas pelo método da substituição

Clique e aprenda o passo a passo da solução de sistemas de equações pelo método da substituição e um exemplo completo de resolução.

Nos sistemas lineares, as incógnitas de equações diferentes possuem o mesmo valor Nos sistemas lineares, as incógnitas de equações diferentes possuem o mesmo valor

Sistemas lineares são conjuntos de equações em que as incógnitas possuem o mesmo valor independentemente da equação onde elas estão. O método da substituição é uma das opções existentes para resolver esse tipo de problema.

Para que um conjunto de equações seja considerado um sistema, é necessário que incógnitas iguais representem números iguais. Nesse caso, usamos “abre chave” (o símbolo { é abre chave) para representar essa relação entre as equações. Assim, é um exemplo de sistema:

Observando as equações separadamente, x = 2 e y = 1 é um resultado possível. Verifique isso colocando 2 no lugar de x e 1 no lugar de y e fazendo os cálculos. Para o sistema, esse é o único resultado possível.

Resolver um sistema, portanto, é encontrar os valores de x e y que o tornam verdadeiro.

Método da substituição

Esse método consiste basicamente em três etapas:

  • Encontrar o valor algébrico de uma das incógnitas usando uma das equações;

  • Substituir esse valor na outra equação. Com isso, encontra-se o valor numérico de uma das incógnitas;

  • Substituir o valor numérico já encontrado em uma das equações para descobrir o valor da incógnita ainda desconhecida.

Como exemplo, observe a seguinte solução de um sistema:

Para o primeiro passo, podemos escolher qualquer uma das equações. Sugerimos sempre a escolha daquela que possui pelo menos uma incógnita com coeficiente 1 e essa deve ser a incógnita que terá seu valor algébrico encontrado. Escolheremos, portanto, a segunda e encontraremos o valor algébrico de x. Esse procedimento também é conhecido como “isolar a incógnita”, assim, também podemos dizer que isolaremos x:

x + y = 20

x = 20 – y

Observe que, para esse processo, apenas usamos as regras de solução de equações.

O segundo passo é substituir o valor dessa incógnita na outra equação. Observe que não é permitido substituir o valor de x na mesma equação já usada. Assim, teremos:

5x + 2y = 70

5·(20 – y) + 2y = 70

Aplicando a propriedade distributiva:

100 – 5y + 2y = 70

– 5y + 2y = 70 – 100

– 3y = – 30

3y = 30

y = 30
      3

y = 10

Para cumprir o terceiro passo, basta substituir o valor da incógnita encontrada em qualquer uma das equações. Escolheremos a segunda por possuir os coeficientes menores.

x + y = 20

x + 10 = 20

x = 20 – 10

x = 10

A solução do sistema acima é x = 10 e y = 10, que também pode ser escrita da seguinte maneira: S = {10, 10}. Se essa última for usada, certifique-se de colocar primeiro o valor de x e, em seguida, o de y: S = {x, y}.


Por Luiz Paulo Moreira
Graduado em Matemática

 

Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto:

Por Luiz Paulo Moreira Silva

Você pode se interessar também

Matemática

A equação do amor

Matemática

Adição de mais de dois números

Matemática

Conjuntos Numéricos

Matemática

Divisão de polinômios

Últimos artigos

Milagre econômico brasileiro

Milagre econômico brasileiro foi um período da Ditadura Militar no qual a economia brasileira apresentou grande crescimento e importantes obras públicas foram realizadas.

Manto terrestre

O manto terrestre é uma camada, constituída pelo magma, muito dinâmica da Terra. Situado entre a crosta e o núcleo, ocupa aproximadamente 84% do volume total do planeta.

Altitude

A altitude é a distância vertical entre um ponto na superfície da Terra e o nível do mar, sendo uma medida importante para a caracterização do relevo de uma área.

Área do cubo

A área do cubo é a medida da superfície desse poliedro. A área da base, a área lateral e a área total do cubo estão relacionadas à área do quadrado.