Qual matéria está procurando ?

Matemática

Matemática

Gráfico de setores

Clique e aprenda o que é um gráfico de setores e saiba que tipo de informações ele pode representar e o método usado para construí-lo.

O gráfico de setores é uma importante ferramenta usada para a análise de dados obtidos, por exemplo, em uma pesquisa. Esse gráfico consiste em representar informações na forma de setor circular. Para tanto, basta considerar que 100% dos dados equivalem a um setor circular de 360°. Dessa forma, metade desses dados equivale a um setor circular de 180°, e assim por diante.

O ângulo do setor circular corresponde a uma porcentagem dos dados. A totalidade do gráfico sempre será uma circunferência, pois o total dos dados representados sempre é igual a 100%, ou pode ser escrito dessa forma.

Assim, digamos que o candidato A, em uma pesquisa eleitoral, possui 50% das intenções de votos dos eleitores, e o candidato B possui 25%. Em um gráfico de setores, as intenções de voto do candidato A seriam representadas por um setor circular de 180°; as intenções de voto do candidato B seriam representadas por um setor circular de 90° e o último setor circular, usado para completar os 100%, seria relativo à soma dos votos brancos, nulos e de outros candidatos.


A preferência dos eleitores pode ser representada pelo gráfico de setores

Esse gráfico também é conhecido como gráfico de pizza.

Tabela de frequência relativa e absoluta

Há diversas maneiras de representar dados, e uma delas é o gráfico. Existem muitos tipos de gráficos, e cada um deles é mais indicado para situações específicas. Entre os mais simples, está o gráfico de setores ou de pizza.

Outra maneira de representar dados é por meio de uma lista que os contenha. Essa maneira é a pior para a análise, por isso, não é muito usada.

Informações ou dados também podem ser dispostos e representados em uma tabela. Recomendamos a construção de uma tabela sempre que for necessário construir um gráfico. No caso do gráfico de setores, será necessário que essa tabela possua a frequência relativa de cada uma das variáveis nela.

Frequência relativa é a porcentagem relacionada a cada variável, ou a razão relativa a essa porcentagem. Uma pesquisa de satisfação com o produto A, por exemplo, foi feita com 2000 pessoas. Dessas, 200 disseram estar muito satisfeitas; 1500 disseram estar satisfeitas e 300 pessoas disseram estar insatisfeitas.

Essa situação pode ser representada pela seguinte tabela:

Para obter essas porcentagens, basta dividir a frequência de cada uma das respostas dadas pelo total de pessoas entrevistadas e multiplicar o resultado por 100. Outra técnica que pode ser usada é a regra de três.

Construção do gráfico de setores

Para construir o gráfico de setores, basta fazer a tabela com as frequências relativas em porcentagem e, depois, utilizar essas porcentagens para descobrir o ângulo de cada um dos setores circulares do gráfico. Para isso, usa-se a regra de três.

Em seguida, por meio de alguma ferramenta para medir ângulos, pode-se construir cada um dos setores circulares. Por fim, colocam-se as porcentagens de dados em cada um dos setores circulares, a legenda e o título do gráfico.

Usando como exemplo a tabela anterior, teremos os seguintes ângulos para os setores circulares:

Muito satisfeitos: 200 pessoas

100% = 360°
10%        x 

100x = 360·10

100x = 3600

x = 3600
    100

x = 36°

Satisfeitos: 1500 pessoas

100% = 360°
75%       x 

100x = 360·75

100x = 27000

x = 27000
     100

x = 270°

Insatisfeitos: 300 pessoas

100% = 360°
15%       x 

100x = 360·15

100x = 5400

x = 5400
     100

x = 54°

O gráfico de setores relacionado a essa situação será:

O gráfico de setores lembra o formato de uma pizza e é uma das formas mais simples de representar dados O gráfico de setores lembra o formato de uma pizza e é uma das formas mais simples de representar dados
Por Luiz Paulo Moreira Silva

Você pode se interessar também

Matemática

Partes de um círculo

Matemática

Média ponderada

Matemática

Média aritmética

Matemática

Circunferência

Últimos artigos

Dízima periódica

Uma dízima periódica é um número que possui sua parte decimal infinita e periódica

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.