Qual matéria está procurando ?

Histórias e contos infantis

Histórias e contos infantis

Caipora

Caipora é o protetor dos animais de pele, couro ou chifre. A sua missão é assustar os caçadores que matam esses animais de forma cruel e predatória.

Caipora é um personagem do folclore, representado tanto por uma mulher, índia, como por um homem matuto, baixo, que aparece montado em um caititu ou porco-do-mato. Antes era conhecido como Caiçara, entidade que protegia as caças.

As características principais do Caipora são: ser anão, ter cabelos vermelhos, orelhas pontudas e dentes esverdeados.

Conta a lenda que o Caipora é protetor dos animais de pele, couro ou chifre, como porcos, tamanduás, cobras, tatus, veados, etc.

Em sua missão, assusta os caçadores que matam esses animais de forma cruel e predatória. Muitas fêmeas são mortas quando estão prenhas e esses homens, insensíveis, não têm a mínima compaixão por esses animais.


Combate os maus tratos contra animais

Caipora é muito danado, prega peças nos homens que chegam às matas, mal intencionados, querendo matar animais. Vendo isso, Caipora solta uivos e gritos, assombrando-os.

Outra forma de defender os bichos é espantando-os para longe dos caçadores ou ressuscitando os que foram mortos.

Caipora fica furioso e lança seu barulho, persegue os caçadores, bate em seus cachorros, até que os mesmos fujam da floresta, deixando a arma jogada ao chão.

Porém  Caipora não é totalmente correto, pois gosta de fumo e bebida. Com isso, alguns caçadores levam esses presentinhos para ele em troca de uma boa caçada. Mas a caça deve acontecer sem maltratar o animal, nem matar uma fêmea que espera um filhote.

Por Jussara de Barros
Pedagoga

Defensor dos Animais Defensor dos Animais
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Para Pintar

Caipora

Histórias e contos infantis

Boitatá

Para Pintar

Saci-Pererê

Histórias e contos infantis

Negrinho do Pastoreio

Últimos artigos

1º de abril – Dia da Mentira

O Dia da Mentira é celebrado aqui no Brasil em 1º de abril. Acredita-se que essa data tenha surgido por meio de uma mudança de datas que aconteceu na França do século XVI.

Combate ao coronavírus: vírus

Combate ao coronavírus: sintomas

Combate ao coronavírus: prevenção