Qual matéria está procurando ?

História

História

Vikings

Saiba quem foram os Vikings, grandes navegadores e os verdadeiros “descobridores” da América!

Assim como os fenícios, na Idade Antiga, os vikings foram grandes navegadores, na Idade Média. Assim como os fenícios, na Idade Antiga, os vikings foram grandes navegadores, na Idade Média.

A civilização viking teve seu período de atuação no mundo ocidental entre os séculos VIII e XI. Alguns historiadores acreditam que houve certa “Era Viking” no extremo Norte da Europa, entre os anos de 793 e 1066 d.C. A origem dos vikings ocorreu na Escandinávia, na região das atuais Finlândia e Dinamarca. Dessas regiões, esses povos espalharam-se para outros territórios, como o norte da Inglaterra, a Islândia, a Groenlândia e até mesmo o Canadá.

Duas eram as principais características dos vikings:

  • A capacidade avançada de navegação em mar aberto, isto é, de navegar a distâncias longas no Oceano Atlântico. Essa capacidade era possível por causa do tipo de embarcação que os vikings desenvolveram, as chamadas drakkars (dragões). Elas tinham a proa esguia e pontiaguda e eram construídas com madeira resistente, mas flexível, o que possibilitava melhor deslocamento e mais velocidade.
  • A violência e brutalidade no trato com outras culturas. Os vikings ficaram famosos por terem sido grandes invasores, promovendo saques e destruição de aldeias, cidadelas, mosteiros etc. O objetivo principal era obter bens de valor, como utensílios feitos de metais preciosos.

Contato com a civilização cristã

A expansão dos vikings coincidiu com a consolidação da chamada Cristandade, isto é, a civilização cristã, que nasceu e se desenvolveu na maior parte do continente europeu, na transição da Idade Antiga para a Idade Média. A relação entre vikings e cristãos foi dupla: houve, inicialmente, várias guerras e massacres, mas depois uma parte considerável da população viking converteu-se ao cristianismo.

Na Grã-Bretanha, onde a fixação dos vikings foi muito grande (a região por eles colonizada foi chamada pelos bretões de Danelaw), as guerras foram intensas, sobretudo contra o rei cristão Alfredo de Wessex, ou Alfredo da Inglaterra. As principais batalhas ocorreram entre os anos de 892 e 896, sendo o registro histórico mais confiável a respeito delas a Crônica Anglo-Saxônica. O historiador inglês Christopher Dawson assim comenta a luta de Alfredo contra os vikings:

[…] nunca houve uma guerra que ameaçasse tão diretamente a existência da cristandade ocidental; de fato, essa resistência cristã tem mais direito de receber o nome de cruzada que as próprias Cruzadas. A resistência obstinada aos ataques vikings forçou a incipiente ordem da cristandade ocidental a um terrível teste, cuja dureza e seriedade descartou tudo aquilo que era fraco e supérfluo, deixando apenas os elementos mais fortes e resistentes, habituados à insegurança e à violência. (DAWSON, Christopher. Criação do Ocidente: a Religião e a Civilização Medieval. Trad. Maurício Righi.. p. 120)

O caso de Leif Eriksson, “Descobridor da América

Outro ponto importante a se destacar sobre os vikings é a chegada no Norte do Canadá, no ano 1000. O líder desse grupo foi Leif Erikssson, filho de Erik, o Vermelho. Leif foi o responsável pela colonização da Groenlândia. Tendo certeza de que havia terras mais a Oeste, Leif decidiu empreender uma expedição mais além de onde já estava. Essa expedição resultou, de certa forma, na “descoberta do Canadá” e, por consequência, também da América.

A região ocupada pelos vikings no Canadá hoje em dia pertence ao sítio arqueológico L'Anse-aux-Méduses, Caverna das Medusas (Águas-vivas). 

Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Por Cláudio Fernandes

Você pode se interessar também

História

Alta Idade Média

História

Celtas

História

Como os vikings enxergavam a guerra?

Geografia

Escandinávia

Últimos artigos

Cavalo

Cavalo é uma espécie de herbívoro não ruminante muito utilizada pelo homem. Sua domesticação foi muito importante para a nossa história.

Tucanos

Tucanos são animais que possuem bicos multicoloridos e bastante chamativos. Eles fazem parte da ordem Piciformes e família Ramphastidae.

Revolta da Armada

Revolta da Armada foi um levante armado organizado por membros da Marinha, em 1893. Esse movimento se deu pela forte oposição da Marinha a Floriano Peixoto.

Símbolos nacionais

Símbolos nacionais são quatro símbolos que, por determinação da nossa lei, representam a nação brasileira.