Qual matéria está procurando ?

História

História

Pais Peregrinos dos Estados Unidos

Entenda a formação histórica da América do Norte a partir do papel crucial que tiveram os Pais Peregrinos dos Estados Unidos nesse processo.

Selo com imagem do navio Mayflower e de seus tripulantes * Selo com imagem do navio Mayflower e de seus tripulantes *

Vocês já devem ter ouvido falar na expressão “Pais peregrinos”, que se refere à colonização ou à “fundação” dos Estados Unidos da América. Pois bem, esses “pais” (pilgrim fathers, no original, em inglês) não são exatamente fundadores dos EUA, no sentido de terem lá chegado primeiro e começado, “do nada”, a colonização. Não são também os ditos “Pais fundadores”, que aludem à expressão Founding Fathers (Pais Fundadores, em inglês), formulada pelo ex-presidente dos EUA, Warren Harding, para referir-se aos signatários da Independência.

Os “pais peregrinos” são aqueles que saíram da Inglaterra, em razão da reviravolta política desencadeada pela Reforma Protestante, e estabeleceram-se no nordeste dos EUA com a clara intenção de povoá-lo. A importância que os “pais peregrinos” receberam deve-se, em grande parte, à forma de organização social que eles empreenderam na região nordeste dos EUA, ou melhor, na colônia da Nova Inglaterra, uma das Treze Colônias que passaram a ser o “alicerce” da sociedade americana.

Esses “pais peregrinos” instalaram-se na faixa de terra que hoje é conhecida como o estado de Massachusetts, tendo vindo da Inglaterra a bordo do navio Mayflower (Flor de Maio). Os tripulantes do Mayflower eram puritanos (calvinistas britânicos) que fugiam do clima de guerra e perseguição instaurado na Inglaterra no início do século XVII. Antes deles, entretanto, o litoral dos EUA já havia recebido vários contingentes de pessoas de variados matizes.

Eles chegaram ao litoral americano em 1620 e, antes mesmo de desembarcarem, formularam um conjunto de regras a ser seguido quando se estabelecessem na Nova Inglaterra. Essas regras ficaram conhecidas como o Mayflower compact. Os peregrinos do navio Mayflower jugavam-se predestinados por Deus a ocuparem as terras do “novo mundo” e lá prosperarem. O peso da doutrina protestante puritana foi decisivo para essa concepção.

Apesar das dificuldades no início do empreendimento, um ano depois, em 1621, os “pais peregrinos” tiveram a sua primeira colheita dos grãos que foram plantados no ano de sua chegada. Após a colheita, fizeram uma festa com os alimentos no mês de outubro. Tal festa ficou conhecida como Dia de ação de graças (Thanksgiving Day, em inglês) e até hoje é celebrada nos Estados Unidos e também no Canadá toda segunda-feira da segunda semana do mês de outubro.

*Créditos da imagem: Shutterstock e chrisdorney

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto:

Por Cláudio Fernandes

Você pode se interessar também

História

Como é eleito o presidente dos EUA?

História

Estátua da Liberdade

História

Guerra Civil Americana

História

Independência dos Estados Unidos

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.