Qual matéria está procurando ?

História

História

Guerra do Paraguai

A Guerra do Paraguai foi um conflito que aconteceu entre 1864 e 1870 no qual o Paraguai lutou contra a Tríplice Aliança formada por Brasil, Argentina e Uruguai.

A Guerra do Paraguai, o maior conflito da história da América do Sul, aconteceu entre 1864 e 1870 e envolveu Brasil, Argentina e Uruguai contra o Paraguai. Foi responsável pela morte de milhares de pessoas e pela destruição do Paraguai. Além disso, gerou efeitos extremamente negativos para a economia brasileira e marcou o início da decadência da monarquia no Brasil.

Países envolvidos

Durante a Guerra do Paraguai, Brasil, Argentina e Uruguai, membros da Tríplice Aliança, envolveram-se com as batalhas travadas contra o Paraguai, governado na época por Francisco Solano López.

Acesse também: A abolição resolveu o problema vivido pelos negros no Brasil?

Causas

As razões que levaram ao início da Guerra do Paraguai são polêmicas. Atualmente, é consenso entre os historiadores que a guerra foi resultado do processo de formação das nações da Bacia Platina (Brasil, Uruguai, Paraguai e Uruguai) e do choque de interesses que existia entre as nações envolvidas. Essas causas diretas do conflito estão relacionadas com a posse de Francisco Solano López à presidência do Paraguai, em 1862.

Primeiramente, devem ser destacadas as disputas territoriais que existiam na segunda metade do século XIX. Os paraguaios tinham demandas de fronteiras com Brasil e com a Argentina, o que tornava a relação do Paraguai com esses dois países conturbada.

A diplomacia entre as nações platinas agravou-se com os acontecimentos da década de 1860. Quando assumiu a presidência do Paraguai, Francisco Solano López procurou estreitar laços com as províncias argentinas de Corrientes e Entre Ríos. Essas duas províncias, chamadas de federalistas, eram rebeldes e lutavam contra o governo de Buenos Aires.

A relação do Paraguai com os federalistas argentinos criou, automaticamente, uma tensão entre o Paraguai e o governo argentino de Bartolomé Mitre. Além disso, permitiu a aproximação com o governo do Uruguai, que, naquela época, estava nas mãos dos blancos (partido político uruguaio).

A aproximação do Paraguai com os blancos era particularmente importante para a economia paraguaia, porque permitia que o país utilizasse o porto de Montevidéu como alternativa de acesso ao mar, já que não tinha autorização para utilizar o porto de Buenos Aires.

Naquele momento, em virtude da citada aliança com os federalistas, não havia um bom relacionamento entre Paraguai e Argentina. A relação do Paraguai com o Brasil, também conturbada em decorrência de disputas de fronteiras (os paraguaios reivindicavam terras que correspondiam ao Mato Grosso) e de disputas relacionadas à navegação no rio Paraguai, agravou-se de vez com a Guerra Civil Uruguaia. Nessa guerra, os blancos lutavam contra os colorados, partido que se rebelou para alcançar o poder no Uruguai.

Em 1863, o Brasil resolveu intervir militarmente contra os blancos (aliados do Paraguai). A intervenção brasileira aconteceu sob o argumento de supostamente defender os interesses dos cidadãos brasileiros que moravam no Uruguai, que estavam sendo prejudicados com o conflito. Solano López, por sua vez, foi convencido que a atuação brasileira tratava-se de um movimento imperialista que, futuramente, poderia voltar-se contra o Uruguai.

O resultado da intervenção brasileira foi a pior possível para o Paraguai. Os blancos foram destituídos do poder e Venancio Flores, líder do partido colorado, assumiu a presidência. Antes disso, em agosto de 1864, os paraguaios haviam dado um ultimato ao governo brasileiro para que desse fim à intervenção no Uruguai. O governo brasileiro, no entanto, ignorou essa ordem paraguaia.

Com isso, em represália à invasão do Uruguai, os paraguaios lançaram um ataque contra o Brasil em 1864, iniciando, assim, a guerra. Nesse momento, uma embarcação brasileira – Marquês de Olinda – foi aprisionada e tropas paraguaias invadiram o Mato Grosso. A entrada da Argentina na guerra aconteceu com a invasão de tropas paraguaias ao território argentino sem autorização do presidente Bartolomé Mitre.

Quando tudo isso aconteceu, Brasil, Argentina e Uruguai (colorados) reuniram-se em Buenos Aires e assinaram o Tratado da Tríplice Aliança. O objetivo dos três países era derrubar o presidente do Paraguai, Francisco Solano López.

  • O envolvimento da Inglaterra

Durante muito tempo, especulou-se que a Inglaterra havia cumprido um papel essencial no início da Guerra do Paraguai. Os historiadores acreditavam que a Inglaterra, insatisfeita com o suposto desenvolvimento autônomo dos paraguaios, manipulara Brasil, Argentina e Uruguai para que iniciassem uma guerra visando à destruição da economia do Paraguai.

Essa ideia foi muito comum entre os historiadores até a década de 1990, mas novos estudos mostraram que essa interpretação está incorreta. Segundo pesquisas atuais, nos anos anteriores à guerra, a Inglaterra, que tinha grande papel na economia do Paraguai, havia cortado relações com o Brasil em decorrência de um desentendimento gerado pela Questão Christie. Esses fatos inviabilizaram, portanto, a teoria da manipulação do Brasil pela Inglaterra.

Além disso, há evidências de que a diplomacia britânica na América do Sul tentou intervir para evitar que o conflito entre as nações platinas estourasse. Essa interferência ficou perceptível quando Edward Thornton, diplomata britânico em Buenos Aires, ofereceu-se ao governo paraguaio para mediar as relações entre Paraguai e Brasil. O historiador Francisco Doratioto também fala que declarações de Thornton sugeriam que o Paraguai utilizava a questão uruguaia como pretexto para justificar uma possível invasão ao Mato Grosso|1|.

Acesse também: Conheça a história da maior guerra dos Estados Unidos

Principais batalhas

Todos os países que se envolveram com a Guerra do Paraguai imaginavam que o conflito seria resolvido rapidamente. Diferentemente do que pensavam, a Guerra do Paraguai estendeu-se por anos e transformou-se em um conflito desgastante e oneroso para todos os envolvidos. O resultado de quase seis anos de conflito foram inúmeras batalhas, das quais se destacam:

  • Batalha Naval de Riachuelo (1865)

  • Batalha de Curupaiti (1866)

  • Batalhas de Tuiuti (1866)

  • Tomada de Humaitá (1868)

  • Invasão de Assunção (1869)

  • Batalha de Cerro Corá (1870)

Consequências

A Guerra do Paraguai estendeu-se por quase seis anos. O conflito foi encerrado em 1870, quando Francisco Solano López foi morto durante a Batalha de Cerro Corá. O resultado da guerra para o Paraguai foi desastroso. A infraestrutura e a economia do país foram completamente destruídas, uma vez que o conflito aconteceu, praticamente, somente em território paraguaio.

Além disso, a longa duração da guerra e o autoritarismo de Francisco Solano López fizeram com uma parte considerável da população paraguaia, inclusive crianças, fossem enviadas para a guerra. O saldo foi um número de mortos que gera polêmica até hoje, passados mais de 150 anos do conflito. O único consenso existente é que o conflito contribuiu para a morte de grande parte da população masculina do país.

No caso do Brasil, a guerra também foi desastrosa, uma vez que os gastos durante a luta foram altíssimos e contribuíram para arrastar a economia brasileira para uma forte crise. A Guerra do Paraguai também foi um marco para a monarquia brasileira, uma vez que deu início à sua decadência. O resultado, como a história nos conta, foi o fim da monarquia no Brasil em 1889.

Para argentinos e uruguaios, a guerra, apesar dos pesares, trouxe um saldo positivo. Os conflitos internos existentes em ambos os países tiveram fim, e as duas nações consolidaram-se. No caso argentino, a guerra foi particularmente boa para os comerciantes portenhos (de Buenos Aires), que prosperaram bastante em virtude da proximidade de Buenos Aires com a frente de batalha.

|1| DORATIOTO, Francisco. Guerra Maldita: nova história da Guerra do Paraguai. São Paulo: Companhia das Letras, 2002, p. 79.

A Guerra do Paraguai foi um conflito iniciado em 1864 e que se estendeu até 1870. Seu desfecho foi a vitória da Tríplice Aliança. A Guerra do Paraguai foi um conflito iniciado em 1864 e que se estendeu até 1870. Seu desfecho foi a vitória da Tríplice Aliança.
Por Daniel Neves Silva

Você pode se interessar também

Datas Comemorativas

15 de novembro – Dia da Proclamação da República

História

Abolição da escravatura no Brasil

História

Proclamação da República

História

República da Espada

Últimos artigos

Rinocerontes

Rinocerontes são animais de grande porte encontrados na África e Ásia. São animais solitários, territorialistas e que podem viver cerca de 50 anos.

Animais ovíparos, ovovivíparos e vivíparos

Quando falamos em animais ovíparos, ovovivíparos e vivíparos, estamos nos referindo ao local onde o embrião de uma espécie se desenvolve.

Metáfora

A metáfora é uma figura de linguagem que usamos para comparar diferentes ideias por meio de algumas semelhanças entre elas. Isso é feito com o uso de linguagem figurada.

Cuca

Cuca é um ser do folclore brasileiro e apresentada como uma velha má que sequestra crianças. Por meio de Monteiro Lobato, a forma de jacaré da cuca se popularizou.