Qual matéria está procurando ?

História

História

Batalha de Waterloo

Saiba como aconteceu a Batalha de Waterloo e os motivos pelos quais ela marcou o fim da Era Napoleônica.

Você provavelmente sabe que Napoleão Bonaparte foi um dos personagens mais importantes de toda a história humana. Essa afirmação não é exagerada. Foi durante a Era Napoleônica que a Europa (e grande parte do mundo ocidental como um todo) mudou radicalmente, tanto do ponto de vista geopolítico quanto do político, social, militar, jurídico e cultural. Entretanto, a Era Napoleônica foi cheia de contradições, em razão da postura autoritária e imperialista de Napoleão. Essa era teve fim com a famosa Batalha de Waterloo, ocorrida em 1815.

Durante oito anos (1804 a 1812), o exército napoleônico foi praticamente implacável em suas batalhas. A Batalha de Austerlitz, ocorrida em 02 de dezembro de 1805 e vencida por Napoleão, testificou a superioridade dos soldados franceses e a habilidade estratégica do imperador. Entretanto, a partir de 24 de junho de 1812, quando Napoleão começou a campanha militar contra a Rússia, o império começou a ruir. O ataque em solo russo prejudicou em grande parte a “grande armada” napoleônica. Nos anos subsequentes, a aliança entre austríacos, principados alemães, russos e ingleses contra a França provocou o paulatino enfraquecimento do império napoleônico.

Em 1815, a França foi invadida e Napoleão foi obrigado a se entregar e abdicar do trono francês. Feito isso, o ex-imperador seguiu para o exílio na ilha de Elba, no Mar Mediterrâneo. Como tal ilha ficava próxima ao continente europeu, não foi difícil para Napoleão articular a sua fuga com a ajuda de membros de seu exército. Com a fuga realizada, Napoleão voltou para Paris a fim de retomar seu império. Essa manobra ficou conhecida como “O Governo dos Cem Dias”.

A tentativa de recuperar os territórios que foram conquistados na fase imperial rendeu a Napoleão uma série de conflitos contra seus inimigos, que queriam reaver os direitos e as terras perdidas desde o início da Revolução Francesa, em 1789. O ponto máximo desses conflitos ocorreu em Waterloo, na Bélgica. Os principais adversários de Napoleão nessa batalha foram o general prussiano Gebhard Lebrecht von Blücher e o inglês Duque de Wellington, que já havia enfrentado Napoleão nas guerras da Península Ibérica.

As forças aliadas acabaram com o que restava da estrutura militar e do orgulho político de Napoleão, que foi retirado à força do campo de batalha. Posteriormente, o ex-imperador da França foi levado para a ilha de Santa Helena, no hemisfério Sul do oceano Atlântico, sob vigilância inglesa. Nessa ilha, Napoleão morreu em 1821.

NOTAS

[1] MONDAINI, Marco. Guerras Napoleônicas. In: MAGNOLI, Demétrio. (org). História das Guerras. São Paulo: Contexto, 2013. p. 189-287. p. 212.


Por Me. Cláudio Fernandes

A Batalha de Waterloo, travada em 1815, selou o fim da Era Napoleônica A Batalha de Waterloo, travada em 1815, selou o fim da Era Napoleônica
Por Cláudio Fernandes

Você pode se interessar também

História

Era Napoleônica (1799-1815), a vitória burguesa

História

Coroação de Napoleão Bonaparte

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.