Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Bioma Pampa

Você sabe quais são as características do bioma pampa? Então confira os aspectos gerais desse importante domínio natural do sul do país.

O Bioma Pampa é um dos mais belos tipos de paisagens naturais e está localizado na América do Sul e, no Brasil, em partes do estado do Rio Grande do Sul. É também conhecido como Campos Sulinos ou Campanha Gaúcha, em razão de se encontrar apenas na porção sul do nosso país e também do continente.

A característica principal do Bioma Pampa é a sua vegetação, que apresenta uma composição herbácea, ou seja, formada basicamente por gramíneas e espécies vegetais de pequeno porte, não ultrapassando os 50 cm de altura. Esse tipo de paisagem apresenta dois tipos bem definidos: os chamados campos limpos e os campos sujos.

Os campos limpos ocorrem quando a vegetação não apresenta arbustos, ganhando uma paisagem mais homogênea, isto é, mais regular, sem diferenças muito grandes entre uma parte e a outra. Já os campos sujos ocorrem quando há uma maior presença desses arbustos, que se “misturam” à paisagem.

A área do Pampa no Brasil é de, aproximadamente, 176.496 km², o que corresponde a 63% da área total do Rio Grande do Sul e a 2% do território brasileiro, constituindo-se como um importante domínio natural brasileiro, embora boa parte de sua área original tenha sido devastada. É bom lembrar que o pampa também se estende por partes de vários outros países da América do Sul, como o Chile, a Argentina, o Paraguai e o Uruguai.

O clima do Pampa é bem ameno, com temperaturas médias anuais que não costumam ultrapassar os 20ºC. As estações do ano são muito bem definidas e as chuvas bem distribuídas ao longo da sucessão dos meses.

A fauna e a flora do pampa são bastante diversificadas, em face do caráter antigo dessa formação florestal. Há uma grande quantidade de espécies, algumas delas ainda não catalogadas. Dados do Ministério do Meio Ambiente estimam que existam mais de 3.000 tipos de plantas, 500 tipos de aves e 100 espécies de mamíferos. Dentre as espécies mais comuns, podemos citar o quero-quero, o perdigão, a vicunha, a ema e muitos outros.

Vicunha, um animal típico do Pampa
Vicunha, um animal típico do Pampa

Embora os solos do Pampa não sejam muito férteis, há uma prática agrícola monocultora cada vez mais intensa. Apesar disso, a principal atividade econômica da região é a pecuária, facilitada pelo relevo plano levemente ondulado. Com isso, boa parte desse bioma foi devastada, restando apenas 30% da vegetação original, o que gerou profundos impactos, como o risco de extinção de algumas espécies, o aumento da erosão e a intensificação do processo de arenização dos solos.

Por esse motivo, é preciso conter as atividades de expansão agropecuária na região, ampliar as áreas de reserva e conservar ao máximo o que ainda resta desse importante bioma, pois os seus recursos e as suas belezas naturais podem esgotar-se um dia.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Paisagem típica do Bioma Pampa Paisagem típica do Bioma Pampa
Por Rodolfo F. Alves Pena

Você pode se interessar também

Geografia

Região Sul

Geografia

Vegetação do Brasil

Geografia

Bioma

Geografia

Bioma Pantanal

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.