Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Tipos de moradia

Tipos de moradia são as diferentes habitações construídas para abrigar as pessoas de maneira individual ou coletiva. Elas são construídas segundo as necessidades de cada um.

Os tipos de moradia são as moradas construídas pelo homem individualmente ou coletivamente, a fim de habitá-los, tornando-se, então, seus lares. As moradias são construídas segundo as necessidades e também segundo as condições de cada indivíduo.

Para isso, o homem usa tanto elementos da natureza quanto elementos artificiais. Sendo assim, existem diversos tipos de moradia, cada qual com suas particularidades, servindo de refúgio contra as intempéries da natureza e outras situações de perigos a que estamos sempre expostos, seja no ambiente urbano seja no ambiente rural.

As moradias são geralmente adaptadas ao tipo de local onde estão sendo construídas. Portanto, é preciso levar em consideração as características geográficas de cada lugar como o tipo de solo, a altitude, a presença ou não de recursos hídricos, a disponibilidade de espaço, clima, entre outros.

As moradias também estão relacionadas à cultura de cada povo, possibilitando, então, que por meio de suas características possamos identificar elementos culturais, tradições e também observar o nível de desenvolvimento econômico.

É importante ressaltar que apesar de muitas pessoas no mundo todo não terem um lar, a moradia é um direito fundamental de todos os indivíduos, segundo a Declaração Universal dos Direitos Humanos. No Brasil, não é diferente. Ter uma habitação é direito de todos e está previsto constitucionalmente.

Leia também: Como surgiram as moradias

Quais são os tipos de moradia?

Os tipos de moradia podem ser individuais, unifamiliares e multifamiliares.

  • Casa de alvenaria

Quando pensamos em casa, normalmente nos vem à mente as construções de tijolos e telhas. Essa é a chamada casa de alvenaria, que corresponde à construção em que a estrutura utilizada para levantar a casa é unida por argamassa.

A argamassa utilizada pode unir não só tijolos, mas também blocos de cerâmica, vidro, concreto e pedras. Esse tipo de moradia pode ser térreo ou com mais de uma andar, os chamados sobrados. Atualmente, há inúmeras possibilidades de se construir uma casa de alvenaria e essa construção depende da necessidade e das condições financeiras de quem irá construí-la.

Uma das maiores tendências do mundo atual são os chamados condomínios fechados. Esses condomínios que antes eram geralmente construídos em regiões mais periféricas, afastadas dos centros das cidades, já se tornaram mais comuns entre os bairros das cidades. A ideia dos condomínios é proporcionar mais segurança aos moradores.

Há condomínios em que as casas são construídas segundo as intenções dos moradores e há também condomínios em que as casas são iguais. Muitas pessoas acreditam que morar nesses locais trazem mais segurança e conforto, visto que a maioria apresenta área de lazer para crianças e adultos, além de áreas verdes a fim de proporcionar o contato com a natureza.

  • Edifício

Imagina se cada pessoa no mundo habitasse uma moradia unifamiliar? Possivelmente, não teríamos espaço para tantas construções. Foi por isso então que surgiram os edifícios. A falta de espaço fez com que houvesse necessidade de verticalizar as moradias.

Os edifícios são, portanto, moradias multifamiliares. Cada família habita um dado metro quadrado. Os edifícios são construções que envolvem diversos profissionais para a sua construção como arquitetos, engenheiros civis, eletricistas, entre outros.

Nem sempre um edifício, ou prédio, como é geralmente chamado, é voltado para a habitação familiar. Muitos são construídos com finalidade comercial. Podem ter diferentes tamanhos, andares, salas ou apartamentos.

  • Palafita

As palafitas são habitações construídas em áreas alagadas. Sua construção é feita a fim de evitar que a moradia seja arrastada pela correnteza dos rios. Esse tipo de moradia pode ser encontrado em diversas regiões no mundo todo, mas especialmente nas áreas tropicais e equatoriais, visto que nessas regiões o regime de chuvas é mais intenso durante o ano. Basicamente, as palafitas são construções de madeira, feita com estacas que elevam as moradias a fim de evitar a invasão das águas dos rios.

Leia também: Problema da falta de moradia

  • Oca

As ocas são as habitações indígenas tipicamente brasileiras e o nome é originário do tupi. Sua construção normalmente é feita por vários nativos e corresponde a uma moradia coletiva. Normalmente, é feita de galhos, troncos de árvores, palhas e folhas. São, geralmente, bastante resistentes, podendo durar muitos anos.

O tamanho das ocas depende de onde e por quem foram construídas. Cada aldeia constrói segundo suas necessidades a fim de atender às famílias que vivem naquele espaço. Diferentemente das casas, as ocas não têm janelas, apenas uma porta, que além de permitir a entrada dos indígenas possibilita também a circulação de ar.

  • Pau a pique


Pau a pique são construções simples feita com técnicas rudimentares.

Pau a pique são construções bastante antigas que utilizam técnicas rudimentares. Essas moradias são geralmente muito simples e mais comuns nos municípios do interior do Brasil. Contudo, não é um tipo de moradia encontrada só aqui.

A construção de pau a pique é feita por meio do entrelaçamento de madeiras que estão fixas no solo com algumas vigas, normalmente de bambus, que são unidas por barro, formando, assim, as paredes. O telhado pode ser feito de palha, folhas e até mesmo de telhas de barro.

Esse tipo de moradia apresenta diversos problemas, visto que a ação dos elementos da natureza como vento, chuva, sol podem desgastá-la com facilidade, formando rachaduras e fendas. Animais também podem provocar danos e assim torná-la insegura para os habitantes.

  • Iglu

Os iglus são habitações construídas em locais que apresentam baixas temperaturas, normalmente, encontradas nas regiões polares. Os iglus são construídos com blocos de neve e servem de abrigo para os povos que habitam essas regiões. Podem ser pequenos e abrigar apenas algumas pessoas como podem também ser grandes estruturas capazes de abrigar um grande número de habitantes.

Os iglus possuem normalmente um formato de cúpula e sua construção não é muito difícil e também não muito cara. Os povos das regiões polares o constroem como alternativa para fugir das baixas temperaturas, visto que estando em seu interior o próprio calor humano faz com que as temperaturas aumentem e servem também como abrigo seguro para evitar possíveis ataques de animais.

Existem inúmeros tipos de moradia e cada um deles representa um tipo de necessidade e uma cultura. Existem inúmeros tipos de moradia e cada um deles representa um tipo de necessidade e uma cultura.
Por Rafaela Sousa

Você pode se interessar também

Geografia

Para que serve o CEP?

Geografia

O Município

Geografia

Rua | Ensino Fundamental I

História

Cidades | Ensino Fundamental I

Últimos artigos

Hititas

Os hititas foram um povo indo-europeu que se estabeleceu na Anatólia e formou um reino a partir de 1650 a.C., sendo uma das maiores forças da Antiguidade oriental.

Idade Contemporânea

Idade Contemporânea é um dos períodos nos quais a História humana divide-se. Segundo os historiadores, essa idade iniciou-se com a queda da Bastilha, em 1789.

Guerra do Peloponeso

Guerra do Peloponeso foi um conflito travado entre Esparta e Atenas, cada uma apoiada por seus respectivos aliados, e o que estava em jogo era a hegemonia da Grécia.

Medidas de volume

Utilizamos o volume para calcular o espaço ocupado por uma determinada matéria. Assim, é necessário desenvolver unidades de medidas de volume, como o metro cúbico.