Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Respiração dos animais

Conheça os diferentes tipos de respiração dos animais e aprenda a diferenciá-los.

A respiração é um processo de trocas gasosas pelo qual os seres vivos obtêm oxigênio e eliminam gás carbônico. O oxigênio obtido através da respiração é usado pelas células no processo de respiração celular para a obtenção de energia.

Cada ser vivo possui uma forma diferente de realizar as trocas gasosas. Nos animais mais complexos, existem estruturas capazes de atuar na captação de oxigênio, tais como pele, traqueias, brânquias e pulmões.

Quando um animal respira pela pele, dizemos que ele tem uma respiração cutânea. Esse tipo de respiração ocorre na superfície do corpo através de um mecanismo conhecido por difusão. Os animais com esse tipo de respiração apresentam uma pele muito vascularizada, ou seja, com vários vasos sanguíneos. Como exemplo, podemos citar os platelmintos, nematoides, moluscos, anelídeos e anfíbios. Nesse último grupo, é importante destacar que a respiração cutânea aparece apenas de forma complementar, uma vez que esses animais possuem pulmões na fase adulta.


Os insetos e alguns outros artrópodes apresentam respiração traqueal

A respiração traqueal é comum em alguns artrópodes, como os insetos. Nesse tipo de respiração, a troca gasosa ocorre através de tubos ocos que se ramificam pelo corpo do animal e recebem o nome de traqueia. Essas estruturas comunicam-se com o exterior através de uma região conhecida como espiráculos. Nesse tipo de respiração, o ar entra e difunde-se pelas traqueias para todas as células do corpo, não envolvendo o sistema circulatório.

Existe ainda um tipo de respiração muito semelhante à traqueal e que ocorre em alguns aracnídeos, é a chamada respiração filotraqueal. Nesse tipo de respiração é encontrada uma estrutura chamada de filotraqueia ou pulmão foliáceo, que é formada por lâminas por onde circula o hemolinfa. É nessa estrutura que ocorrem as trocas gasosas.


A respiração através das brânquias ocorre em peixes e anfíbios na fase de girino

Outro tipo de respiração bastante conhecido é a respiração branquial. Nesse tipo de respiração, típica de animais aquáticos, as trocas gasosas ocorrem nas brânquias, órgãos em formato de lâmina e bastante vascularizados. Para que ocorra a respiração branquial nos peixes, por exemplo, a água entra pela boca e sai pelas fendas branquias. Quando ocorre a passagem pelas fendas, o oxigênio da água passa para o interior dos vasos sanguíneos e o gás carbônico presente nos vasos sai para a água.


A respiração pulmonar ocorre nos vertebrados terrestres e em alguns moluscos

Por fim, temos a respiração pulmonar, que ocorre em animais terrestres através de estruturas complexas chamadas de pulmões. Essas estruturas são basicamente bolsas de ar altamente vascularizadas encontradas dentro do corpo do animal. Nesse tipo de respiração, o ar entra nos pulmões, e o oxigênio presente passa para o sangue e este é distribuído por todas as células. O gás carbônico presente no sangue passa para o interior do pulmão e é eliminado.

Para saber mais sobre a respiração do homem, clique aqui!


Por Ma. Vanessa dos Santos

Anfíbios adultos possuem respiração cutânea e pulmonar Anfíbios adultos possuem respiração cutânea e pulmonar
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Aves

Ciências

Movimentos respiratórios: inspiração e expiração

Ciências

Respiração e transpiração nos vegetais

Ciências

Répteis

Últimos artigos

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.