Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Química da fralda descartável

Clique para conhecer a composição química de uma fralda descartável!

O uso cotidiano de fraldas descartáveis por crianças e alguns adultos é mais uma das aplicações dos materiais denominados de polímeros. Os polímeros são macromoléculas (moléculas grandes e de alta massa molar) formadas a partir da união de moléculas menores, que são chamadas de monômeros.

Muitos são os tipos e as aplicações dos polímeros. As fraldas descartáveis, especificamente, começaram a ser utilizadas na década de 80 e persistem até os dias atuais em razão de sua excelente capacidade de absorção de líquidos.

Neste texto, vamos dar ênfase na química da fralda descartável. Se vamos falar de química, temos que citar substâncias. A substância química responsável pela absorção de líquidos nas fraldas é o poliacrilato de sódio, cuja fórmula estrutural é:


Fórmula estrutural do Poliacrilato de sódio

O poliacrilato é um polímero originado a partir da reação química entre um ácido acrilíco, que apresenta três carbonos, dois oxigênios e seis átomos de hidrogênio por molécula, e o hidróxido de sódio (NaOH), uma base inorgânica.

A presença de grupos sódio (Na) nesse polímero faz com que ele se torne bastante polar (apresenta polo negativo e polo postivivo), o que é ideal para que ele interaja com várias moléculas de água, que também são polares.


Representação da interação entre o Poliacrilato de sódio e as moléculas de água

Como o Poliacrilato é uma macromolécula, ele tem a capacidade de interagir com uma grande quantidade de moléculas de água ao mesmo tempo. Por isso, ele é chamado de superabsorvente, pois apresenta uma grande capacidade de absorção de água.

Um fato bastante interessante sobre o Poliacrilato de sódio é que, a cada 1 grama desse polímero, ele consegue absorver 800 gramas de água.

Além do poliacrilato de sódio, as fraldas descartáveis apresentam ainda outros importantes componentes, a saber:

  • Polpa de Celulose: trata-se de um polímero natural que é misturado ao poliacrilato de sódio para aumentar ainda mais a capacidade de retenção líquida do material.

  • Camada plástica de Polipropileno: Trata-se da parte da fralda que entra em contato com a pele do bebê e tem a função de favorecer o escoamento do líquido para a região com o superabsorvente.

  • Filme de Polietileno: Trata-se de uma material hidrofóbico (que não interage com a água) utilizado para evitar o vazamento de líquido para fora da fralda.

Infelizmente a excelente capacidade de absorção apresentada pelo poliacrilato de sódio das fraldas descartáveis contrasta com a poluição que ele vem causando. Estima-se que uma criança utilize 5670 fraldas em seus primeiros dois anos de vida. Assim sendo, uma quantidade absurda de fraldas é depositada nos lixões e aterros sanitários em todo o mundo.

O tempo que o poliacrilato de sódio demora para ser decomposto na natureza varia de 250 a 500 anos. Por conta disso, muitos cientistas têm investido tempo na descoberta de novos polímeros superabsorventes que possam ser decompostos em um menor tempo.


Por Me. Diogo Lopes Dias

A fralda descartável apresenta um superabsorvente em sua composição A fralda descartável apresenta um superabsorvente em sua composição
Por Diogo Lopes Dias

Você pode se interessar também

Geografia

Zona Rural

Ciências

Poluição

Ciências

Formação da urina

Geografia

O que é Censo?

Últimos artigos

O que é patrimônio cultural?

Patrimônio cultural é qualquer objeto da cultura material e imaterial que é importante para a cultura de nossa sociedade e que, por isso, é preservado.

Embaixo ou em baixo: junto ou separado?

“Embaixo” é um advérbio de lugar e indica a localização de algo, enquanto “em baixo” é, na verdade, a junção de uma preposição com um adjetivo.

22 de abril – Dia da Terra

O Dia da Terra é comemorado em 22 de abril e é um momento para refletirmos sobre o modo como nos relacionamos com o nosso planeta e que atitudes devemos adotar.

Combustíveis fósseis

Combustíveis fósseis são fontes de energia originadas da decomposição de plantas e animais soterrados ao longo de milhares de anos. São úteis para a produção energética.