Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Por que a boca arde quando comemos pimenta?

Clique para descobrir por que a boca arde quando comemos alguns tipos de pimenta!

A pimenta é muito utilizada na culinária A pimenta é muito utilizada na culinária

A pimenta é um fruto muito utilizado na culinária porque fornece aos alimentos melhoria no sabor, na cor e no aroma. Trata-se do segundo condimento mais utilizado no mundo, perdendo apenas para o sal de cozinha (cloreto de sódio).

Muitas são as espécies de pimenta produzidas pelo mundo. No Brasil, cinco tipos são os mais cultivados (produzidos):

  • Malagueta

  • Dedo-de-moça

  • Cumari

  • Pimenta-de-cheiro

  • Pimenta-doce

Dessas pimentas citadas, a malagueta é muito famosa em razão da ardência (sensação de que está queimando) que ela provoca em nossa boca quando ingerida. Você sabe o motivo de algumas pimentas, como a malagueta, provocarem ardor na boca?

A ardência não é uma característica atribuída a todas as pimentas. As que provocam o ardor são todas aquelas que apresentam uma substância química denominada de capsaicina, cuja estrutura molecular está representada a seguir:


Fórmula estrutural da capsaicina

A capsaicina é produzida a partir de glândulas localizadas na placenta da pimenta. Essa placenta é um tecido esbranquiçado em que ficam aderidas (grudadas) as sementes, como podemos observar na imagem abaixo:


Sementes aderidas à placenta da pimenta

Quando causamos algum dano à placenta, como cortá-la durante o preparo do alimento, há liberação da capsaicina. Ao ingerirmos o alimento com pimenta, a capsaicina estimula as células nervosas da nossa boca. Essas células nervosas estão conectadas ao nervo trigêmeo, que leva até o cérebro a sensação do ardor.

Quanto maior a quantidade de capsaicina liberada pelas glândulas da pimenta, maior será a sensação do ardor. Para medir esse ardor, foi desenvolvida a escala SCHU (Unidade de Calor Scoville), no ano de 1912, por um farmacologista norte-americano chamado de Wilbur Lincoln Scoville.

A escala de Scoville varia de 0 a 16 milhões Scocilles (SCH). Para uma pimenta ser considerada ardida, são necessários, no mínimo, 100000 Scovilles. Exemplos de pimentas que apresentam 0 SCH são o pimentão e a pimenta biquinho doce (produzida em Minas Gerais). Já a pimenta mais ardida do mundo é a chamada de Trinidad Moruga Scorpion e é produzida em Trinidad e Tobago.

A capsaicina é uma substância que não apresenta nem odor nem sabor, mas sua função vai além de apenas provocar ardência. Estudos científicos descobriram que a capsaicina possui aplicações importantes, tais como:

  • Como descongestionante (em medicamentos para desentupir o nariz);

  • Como antioxidante (como conservante de alimentos);

  • Como expectorante (em xaropes para tosse);

  • Melhorar a digestão dos alimentos;

  • Eliminar excesso de líquido do corpo;

  • Eliminar bactérias de ferimentos, por exemplo;

  • Aumentar a secreção (produção) de saliva, sucos gástricos, pancreáticos e biliares;

  • Prevenção do câncer de estômago;

  • Evita AVC (Acidente Vascular Cerebral) e infarto.

Por Diogo Lopes Dias

Você pode se interessar também

Ciências

Bactérias

Ciências

Conservantes

Ciências

Conservação dos alimentos

Ciências

Paladar

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.