Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Pequi

Descubra algumas características e utilidades do pequi, um fruto típico do Cerrado.

O pequizeiro apresenta grandes flores amareladas O pequizeiro apresenta grandes flores amareladas

Você já ouviu falar no pequi, um fruto com um caroço amarelado e muito comum na culinária do Centro-Oeste brasileiro? Esse fruto típico do Cerrado tem um nome de origem Tupi, que significa “pele espinhenta”, uma característica marcante. Além do nome pequi, a espécie é conhecida por amêndoa-de-espinho, grão-de-cavalo, pequerim, suari, entre outros.

O pequizeiro – espécie que possui o pequi como fruto – recebe o nome científico de Caryocar brasiliense e é uma espécie arbórea que pode atingir até 10 metros de altura e viver cerca de 50 anos. Suas folhas são recobertas de pelos e são formadas por três folíolos. Suas lindas flores são amareladas e grandes.

O pequizeiro só inicia sua fase reprodutiva quando atinge seus oito anos de idade. Seus frutos, que iniciam a maturação normalmente em novembro, são grandes e de casca verde, sendo que em seu interior há de um a quatro caroços cheios de espinhos envolvidos por uma polpa amarela. Essa polpa é a parte que geralmente é utilizada na alimentação, normalmente no arroz ou acompanhando um delicioso frango.

Quando maduros, a coloração verde da casca é mantida, apresentando-se apenas mais moles. Eles não precisam ser retirados das árvores, uma vez que, quando se encontram completamente maduros, caem naturalmente. Nessa época é muito comum observar diversas pessoas coletando indiscriminadamente o fruto, uma vez que representa uma grande fonte de renda.


A polpa que recobre o caroço do pequi é muito utilizada na culinária regional

Além de ser um alimento saboroso, o fruto do pequizeiro possui atividades anti-inflamatórias e é muito benéfico ao sistema cardiovascular, como indicam pesquisas realizadas pela Universidade de Brasília. A pesquisa também revelou que o fruto apresenta atividade antioxidante que previne mutações celulares que ocorrem em decorrência de tratamentos com quimioterapia.

Além disso, a polpa do pequi é rica em vitaminas C, A e E, e seu caroço é rico em óleos que podem ser usados pela indústria cosmética e até mesmo para a produção de biodiesel. É importante destacar que, além de todos esses benefícios, os pequizeiros também podem ser usados para recuperação e reflorestamento de áreas do Cerrado.

Dica: Ao experimentar o fruto, não morda o caroço, pois este é dotado de uma grande quantidade de espinhos. Você deve roer suavemente o caroço para evitar acidentes.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Geografia

Cerrado

Geografia

Degradação do Cerrado

Geografia

Região Centro-Oeste

Geografia

Vegetação do Brasil

Últimos artigos

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.

Ciclo do Café

O ciclo do café foi o ciclo econômico em que o café predominou na economia brasileira. Iniciou em meados do século XIX, estendendo-se até metade do século XX.

Arte rupestre

A arte rupestre são as obras de arte produzidas pelos hominídeos na Pré-História, destacando-se as pinturas e as gravuras.