Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Os sapos podem lançar veneno?

Será que os sapos podem lançar veneno? Clique aqui e descubra a resposta para essa pergunta!

É comum ouvir pessoas mais velhas dizendo que não devemos chegar perto de sapos, pois eles lançam veneno que podem causar danos à saúde. Será que essa informação é verdadeira? Será que esses anfíbios realmente lançam veneno?

A grande maioria dos sapos possui venenos em glândulas presentes em sua pele. No sapo-cururu, é possível observar claramente duas glândulas de veneno chamadas de paratoides que estão localizadas logo atrás dos olhos do animal. Essas glândulas geralmente não lançam veneno como resposta a uma aproximação. A toxina só é liberada quando a glândula é pressionada, portanto, trata-se de uma defesa passiva.

Quando o sapo é agredido, como quando um cachorro abocanha o anfíbio, as glândulas liberam o veneno no agressor. Geralmente o veneno possui toxinas que podem causar cegueira, vômitos, dores abdominais, convulsões e até mesmo a morte.

Apesar de a maioria dos sapos não apresentar o comportamento de lançar o veneno, uma espécie de sapo-cururu chamada Rhaebo guttatus possui esse hábito incomum. Essa espécie é capaz de expelir o veneno sem haver compressão de sua glândula. O jato é tão poderoso que seu veneno atinge uma distância de quase dois metros, provando que a velha história de lançar veneno não é mentirosa.

Observe a grande glândula de veneno localizada atrás dos olhos do animal
Observe a grande glândula de veneno localizada atrás dos olhos do animal

É importante dizer que o veneno dessa espécie amazônica pode causar problemas graves no sistema digestório, complicações neurotóxicas, edemas pulmonares e até mesmo a morte.

Vale frisar que não são apenas os sapos que possuem venenos, as rãs e pererecas também produzem importantes compostos tóxicos. Entre as famílias de rãs que produzem substâncias tóxicas, podemos citar a Dendrobatidae e a Atelopodidae. Em relação às pererecas, destacam-se as famílias Hylidae e Phylomedusidae.

Atenção: Muitas pessoas que não gostam desse anfíbio acabam jogando sal em sua pele. Esse processo afeta a respiração desse animal, podendo levá-lo à morte. Apesar de sua aparência não ser muito bonita, os sapos são essenciais para o ecossistema, pois controlam pragas. Sendo assim, não mate esses anfíbios, pois eles são extremamente importantes!


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os sapos possuem glândulas de veneno que atuam na sua defesa Os sapos possuem glândulas de veneno que atuam na sua defesa
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Classificação dos anfíbios

Ciências

Diferenças entre sapo, perereca e rã

Ciências

Anfíbios

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.