Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Importância da amamentação

Entenda a importância da amamentação para o bebê e conheça também os benefícios desse ato para a saúde da mãe.

A amamentação proporciona uma grande interação entre a mãe e a criança A amamentação proporciona uma grande interação entre a mãe e a criança

Sabemos que os bebês necessitam do leite materno, não é mesmo? Entretanto, você já se perguntou a importância real da amamentação? A seguir, explicaremos o motivo pelo qual essa prática é tão importante para a saúde do bebê e também para a mãe.
 

A importância da amamentação para o bebê

São várias as funções do leite materno para a criança e é por isso que se recomenda a amamentação até os dois anos de idade. Vale salientar ainda que o bebê deve receber apenas leite materno nos primeiros seis meses de vida, não necessitando de outro tipo de alimento, nem mesmo água. Isso é o que chamamos de aleitamento materno exclusivo.

O leite materno é um alimento completo que apresenta uma fácil digestão e contém os nutrientes e a quantidade de água necessária, além de fornecer anticorpos para a criança, ajudando na sua imunidade. É um produto que está sempre na temperatura adequada e pronto para o consumo. Diante disso, fica clara a sua importância. Entretanto, podemos citar ainda outros pontos importantes que vão além da nutrição, tais como:

  • Proteção contra doenças respiratórias;

  • Proteção contra alergias;

  • Proteção contra diarreias;

  • Diminuição dos riscos de pressão alta (hipertensão), colesterol alto e diabetes;

  • Redução das chances de obesidade;

  • Melhora no desenvolvimento da fala;

  • Melhora na respiração;

  • Garante uma maior interação entre a mãe e o bebê;

  • Ajuda no desenvolvimento emocional e cognitivo da criança.

Benefícios da amamentação para a mãe

Não é só a criança que se beneficia da amamentação, a mãe também tem benefícios com essa prática. Entre eles, podemos citar a recuperação mais rápida do útero, redução dos riscos de hemorragia, redução do peso após o parto e redução do risco de desenvolvimento de câncer de mama e ovário. Além disso, a amamentação reduz os riscos de uma nova gravidez nos primeiros seis meses de vida da criança.

Atenção: Não existe leite fraco, o leite da mãe é um alimento completo e o mais adequado para um bebê.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Cuidados com o Bebê

Ciências

Gravidez e os cuidados com o recém-nascido

Ciências

Leite

Ciências

Química do leite

Últimos artigos

Crise de 1929

A Crise de 1929 foi a maior crise econômica da história dos Estados Unidos e do capitalismo. Foi iniciada pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York.

Retângulo

O retângulo possui quatro lados e todos os ângulos internos medindo 90°. Essa forma geométrica está muito presente no cotidiano, como na face de caixas e nas paredes.

Paralelepípedo

O paralelepípedo é um sólido geométrico que possui todas as faces com paralelogramos. Essa forma pode ser percebida nos prédios e em caixas de sapatos.

Hiena

Hiena é um animal encontrado na África e na Ásia, bastante conhecido por seu hábito de se alimentar de carniça. Existem atualmente três espécies diferentes de hienas.