Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Homeostase

Entenda o que é homeostase, compreenda a sua importância e conheça o principal mecanismo responsável por sua manutenção.

A manutenção da homeostase é garantida graças ao funcionamento adequado dos sistemas A manutenção da homeostase é garantida graças ao funcionamento adequado dos sistemas

Homeostase pode parecer um termo estranho, entretanto, refere-se a condições importantes para o funcionamento do corpo dos seres vivos. A seguir, falaremos sobre o que é homeostase e os diferentes mecanismos que garantem a sua manutenção.

O que é homeostase?

Homeostase é um termo criado por Walter Cannon, um pesquisador que estudava o aparelho digestório e o sistema nervoso. Em seus estudos, ele percebeu que os organismos tendem a manter o meio interno em condições ideais, mesmo que no meio externo ocorram mudanças. A homeostase seria, então, um equilíbrio interno.

Manutenção da homeostase

Os animais apresentam algumas características que necessitam ser mantidas para o funcionamento adequado do organismo. Dizemos, portanto, que existem faixas normais para a homeostase. Os seres humanos, por exemplo, apresentam uma temperatura ideal, um pH do sangue ótimo, uma pressão arterial ótima e concentrações ideais de glicose no sangue, tudo isso mantido graças a processos fisiológicos que acontecem de forma coordenada.

Sendo assim, fica claro que todos os órgãos e sistemas do nosso corpo trabalham de maneira constante para garantir que nosso equilíbrio interno seja mantido. Infelizmente, isso nem sempre é conseguido, levando ao desequilíbrio da homeostase. Esse desequilíbrio pode causar doenças e até mesmo a morte.

O principal mecanismo de controle da homeostase é o feedback negativo. Esse processo é uma forma de reduzir um determinado estímulo. Um exemplo disso é a respiração. Caso os níveis de gás carbônico estejam altos (estímulo) no corpo, ele manda uma mensagem ao centro de controle da respiração no encéfalo, estimulando a realização do processo respiratório. O aumento na frequência da respiração garante uma remoção do gás carbônico no corpo. A diminuição do gás carbônico, por sua vez, faz com que o corpo seja estimulado a diminuir a frequência respiração. Percebe-se, então, que há uma constante regulação dos níveis de gás carbônico, fazendo com que o corpo mantenha seu equilíbrio interno.


Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada:

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Corpo humano

Ciências

Mecanismo de feedback

Ciências

Níveis de organização do corpo humano

Últimos artigos

Presidente da república

Presidente da república é a autoridade máxima em nosso país. É eleito(a) por meio do voto popular para um mandato de quatro anos.

Porquinho-da-índia

O porquinho-da-índia é um mamífero roedor que possui corpo pequeno e orelhas curtas. Ele pode ser criado como animal de estimação.

Escambo

O escambo é uma modalidade de transação que foi muito comum na Antiguidade. Por meio desse acordo, realiza-se a troca de mercadorias ou serviços.

Nucleotídeo

O nucleotídeo é a subunidade que forma o DNA e o RNA. Cada nucleotídeo é constituído por um grupo fosfato, uma pentose e uma base nitrogenada.