Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Cinco grandes desastres ambientais causados pelo homem

Conheça cinco grandes desastres ambientais causados pelo homem e seus impactos no ambiente!

O meio ambiente é constantemente vítima da ação do homem. Normalmente os danos aparecem após anos de degradação, entretanto, algumas vezes, acidentes ocorrem e grandes desastres ambientais acontecem, causando desequilíbrios no ecossistema e matando várias pessoas. Conheça agora cinco grandes desastres ambientais causados pelo homem que deixaram vítimas e prejudicaram o meio ambiente.

Poluição em Minamata (1954)

O problema em Minamata iniciou-se após uma indústria lançar várias toneladas de mercúrio no oceano. Essa contaminação afetou peixes e outros organismos, fazendo com que o mercúrio entrasse na cadeia alimentar. Com o tempo, o mercúrio atingiu o homem, desencadeando problemas no sistema nervoso dos moradores da região, que começaram a ter convulsões e descontrole das atividades motoras. Várias pessoas morreram por causa da contaminação.

Vazamento em Bhopal (1984)

O vazamento em Bophal, na Índia, aconteceu após um acidente em uma fábrica de pesticidas, o que causou o lançamento de substâncias tóxicas e letais na atmosfera. Várias pessoas morreram e várias outras foram afetadas. Após o acidente, houve aumento dos casos de cegueira e o nascimento de crianças com problemas congênitos. Estima-se que cerca de 15.000 pessoas morreram em decorrência dos gases tóxicos na atmosfera.

Acidente em Chernobyl (1986)

O acidente em Chernobyl, na Ucrânia, ocorreu após a explosão de um reator, que espalhou radiação e contaminou várias pessoas. De acordo com organizações não governamentais, morreram cerca de 80 mil pessoas em virtude da radiação e várias outras foram contaminadas e sofreram problemas graves de saúde, como câncer.

Vazamento de Petróleo no Golfo do México (2010)

O vazamento de petróleo no Golfo do México ocorreu após a explosão de uma plataforma da petrolífera inglesa British Petroleum. A explosão levou pessoas à morte e liberou aproximadamente cinco milhões de barris de petróleo no mar. O petróleo derramado matou milhares de animais e contaminou vários outros. Em virtude da poluição da região e da morte de peixes, a atividade econômica na área foi afetada, uma vez que o turismo e a pesca diminuíram.

Rompimento da Barragem em Mariana (2015)

O acidente em Mariana ocorreu no Brasil, no ano de 2015, após o rompimento de uma barragem de rejeitos de mineração. Cerca de 34 milhões de metros cúbicos de lama foram lançados no ambiente, causando a destruição do distrito de Bento Rodrigues e de várias outras áreas por onde o material passou. A grande quantidade de lama matou pessoas, várias espécies vegetais e animais, além de destruir os rios e córregos da região, que ficaram praticamente sem formas de vida. A recuperação dessa região pode demorar décadas.


Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada:

Os acidentes com derramamento de petróleo causam a morte de peixes e afetam a economia local Os acidentes com derramamento de petróleo causam a morte de peixes e afetam a economia local
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Geografia

Poluição do Solo

Ciências

Poluição da água causada pelo derramamento de petróleo

Ciências

Poluição do ar

Ciências

Poluição

Últimos artigos

Hititas

Os hititas foram um povo indo-europeu que se estabeleceu na Anatólia e formou um reino a partir de 1650 a.C., sendo uma das maiores forças da Antiguidade oriental.

Idade Contemporânea

Idade Contemporânea é um dos períodos nos quais a História humana divide-se. Segundo os historiadores, essa idade iniciou-se com a queda da Bastilha, em 1789.

Guerra do Peloponeso

Guerra do Peloponeso foi um conflito travado entre Esparta e Atenas, cada uma apoiada por seus respectivos aliados, e o que estava em jogo era a hegemonia da Grécia.

Medidas de volume

Utilizamos o volume para calcular o espaço ocupado por uma determinada matéria. Assim, é necessário desenvolver unidades de medidas de volume, como o metro cúbico.