Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Benefícios do chocolate

Conheça alguns dos principais benefícios do chocolate e saiba por que alguns tipos não são tão benéficos à saúde.

Produzido a partir do cacau, o chocolate faz parte da alimentação de várias pessoas ao redor do mundo. Apesar de possuir gorduras e açúcares, esse alimento gera alguns benefícios para a saúde. Vamos conhecê-los?

Primeiramente devemos lembrar que o chocolate é fabricado de diferentes formas, existindo, portanto, sabores diferentes. O chocolate ao leite é um dos mais consumidos e apresenta um teor de cacau relativamente baixo. O chocolate amargo, por sua vez, é rico em cacau e pobre em gorduras e açúcares, sendo o mais benéfico para a saúde. Já o chocolate branco não é feito da semente de cacau, e sim da manteiga de cacau, portanto, é o que mais apresenta gorduras e açúcares, não sendo, portanto, muito benéfico.

O cacau apresenta diversas substâncias importantes, como é caso dos compostos químicos conhecidos como polifenóis. Essa substância caracteriza-se pela sua propriedade antioxidante, ou seja, evita a formação de radicais livres que podem danificar as células sadias do nosso corpo.

Os antioxidantes são fundamentais para evitar problemas no sistema cardiovascular, uma vez que se relacionam com a diminuição do risco de placas de gorduras nos vasos sanguíneos e, consequentemente, diminuem o risco de infartos e trombose. Além disso, os polifenóis existentes no chocolate ajudam a diminuir a resistência à insulina, aumentar o fluxo sanguíneo e até mesmo prevenir o envelhecimento.

Estudos também indicam que, em razão de sua capacidade antioxidante, o chocolate seja responsável por prevenir o câncer de intestino, uma vez que evita danos às células dessa área. Também são benéficos para pacientes que sofreram danos cerebrais em decorrência de AVE (Acidente Vascular Encefálico) por protegerem as células nervosas. Em grávidas, trabalhos indicam que o chocolate diminui o risco de desenvolver pré-eclâmpsia.

O chocolate possui ainda o aminoácido triptofano, que é responsável por desencadear a ativação da serotonina e da dopamina, substâncias diretamente relacionadas com a melhora do humor. Quando os níveis dessas substâncias estão baixos, as pessoas podem desenvolver quadros de depressão e ansiedade. Para as mulheres, o chocolate, portanto, pode ser um ótima arma contra a TPM (Tensão Pré-Menstrual). Devemos destacar também que o chocolate também possui vitaminas e sais minerais, substâncias fundamentais para o nosso desenvolvimento.

Os chocolates amargos, como já ressaltado, são os que mais apresentam cacau e, consequentemente, maior quantidade de substâncias benéficas. Assim sendo, a recomendação é que, sempre que possível, a pessoa opte por chocolates escuros e amargos para garantir maiores benefícios. Vale destacar que o consumo diário não deve ser superior a 30g.

Apesar de todos os benefícios, se consumido em excesso, o chocolate pode provocar problemas gastrointestinais (como diarreias), dores de cabeça e até mesmo desencadear sobrepeso e diabetes.


Por Ma. Vanessa dos Santos

O chocolate, se ingerido com moderação, gera benefícios ao organismo O chocolate, se ingerido com moderação, gera benefícios ao organismo
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Vitaminas dos Alimentos

Ciências

A produção do chocolate em pó

Ciências

Mitos e verdades sobre acne

Ciências

Tensão Pré-menstrual (TPM)

Últimos artigos

Lobisomem

O lobisomem é um homem amaldiçoado com a condição de se transformar em um ser violento, que é metade homem e metade lobo, todas as noites de lua cheia.

Sarampo

O sarampo é uma virose que pode desencadear complicações e até mesmo a morte. Causa febre, manchas no corpo e mal-estar.

Bicho-preguiça

Bicho-preguiça, também conhecido apenas por preguiça, é um animal vertebrado, mamífero, pertence à superordem Xenarthra, e habita desde a América Central até a América do Sul.

USMCA

A nova atualização do acordo trilateral entre Estados Unidos, México e Canadá foi chamada de USMCA. Esse acordo representa uma modernização da zona de livre comércio.