A Química no salão de beleza

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
A Química no salão de beleza Muitos procedimentos realizados no salão de beleza têm como base a Química
PUBLICIDADE

Ir a um salão de beleza é algo comum para muitas pessoas, seja para acompanhar alguém que vai cuidar do visual, seja para cuidar de si próprio. Muitos são os procedimentos que são realizados nesses estabelecimentos, como cortes, tinturas, alisamentos, entre tantos outros. Nos salões existem cuidados para todos os gostos, independentemente da idade e do sexo.

A Química é a ciência que estuda as substâncias, misturas e suas transformações de uma forma geral. Por isso, dentro de um salão de beleza, podemos falar de Química facilmente, pois há muitos procedimentos que necessitam da utilização de diversas substâncias e misturas. Veja alguns exemplos de materiais utilizados nos salões e a composição química de cada um deles:

Produto utilizado

Composição química principal

Xampu

Tolueno (metilbenzeno) e xileno (dimetilbenzeno)

Removedor de esmalte

Acetona (metil-etil-cetona)

Esmalte

Formaldeído (formol)

Produto para alisamento dos cabelos

Formaldeído (formol) e Hidróxido de sódio

Descolorante

Tensoativos catiônicos

Condicionador

Polivinilpirrolidone

Tintura de cabelo

Alquilfenol etoxilato

Muitas pessoas no mundo todo têm o hábito de pintar os cabelos
Muitas pessoas no mundo todo têm o hábito de pintar os cabelos

Como visto na tabela, a Química está bem presente nos salões de beleza, já que a maioria dos procedimentos realizados depende de uma ou mais substâncias químicas. Todavia, fica um questionamento: será que a utilização de toda essa Química no salão oferece riscos às pessoas que trabalham diariamente nesses estabelecimentos e àquelas que vão até lá para cuidar da aparência de uma forma geral?

Sim! A utilização de todas essas substâncias pode acarretar vários males. A verdade é que os trabalhadores do salão de beleza e os clientes estão expostos a diversos riscos quando a maioria dos produtos da tabela mostrada acima é utilizada. São vários os problemas que podem ser causados pelas substâncias presentes neles. Veja a seguir uma relação desses problemas:

  1. tolueno e xileno: danos ao fígado, olhos, rins, pele e sistema nervoso central;

  2. formaldeído: causa irritação nos olhos, problemas respiratórios (asma) e pode ser cancerígeno;

  3. Alquilfenol etoxilato: causa disfunções hormonais;

  4. Acetona: é tóxica, narcotizante e pode causar irritação nos pulmões;

  5. Formaldeído (formol) e hidróxido de sódio: essa mistura pode provocar queda de cabelo e queimaduras;

  6. Tensoativos catiônicos: causam irritações na pele;

  7. Polivinilpirrolidone: é carcinogênico e tóxico para a vida marinha.

Observação: Todos esses dados estão presentes no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O esmalte é muito utilizado no salão e pode provocar diversos males
O esmalte é muito utilizado no salão e pode provocar diversos males

A busca pelo embelezamento é válida e importante, mas em virtude de todos esses riscos, é muito importante buscar profissionais capacitados e conscientes em relação à realização dos procedimentos e também à compra de produtos que sejam compostos pelas substâncias químicas descritas acima.

Não poderíamos encerrar este texto sem mencionar o fato de que, em boa parte dos procedimentos realizados no salão, é realizada a lavagem da área trabalhada (cabelo), o que faz com que todas essas substâncias também sejam despejadas na natureza. Além de prejudicarem a saúde, o meio ambiente também pode ser agredido por essas substâncias.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Avaliação

10.0

    Escola Kids