Qual matéria está procurando ?

Matemática

Matemática

Lei dos senos

Clique e aprenda a relacionar as medidas de ângulos e de lados de triângulos quaisquer por meio da lei dos senos

Lei dos senos: teorema que relaciona lados e ângulos de triângulos quaisquer Lei dos senos: teorema que relaciona lados e ângulos de triângulos quaisquer

A lei dos senos é usada para relacionar as medidas de ângulos às medidas de lados de triângulos, não necessariamente daqueles que possuem um ângulo reto. Em outras palavras, elas relacionam ângulos e lados de qualquer triângulo.

As relações trigonométricas básicas seno, cosseno e tangente também relacionam medidas de lados a medidas de ângulos de triângulos, entretanto, elas funcionam apenas para triângulos retângulos.

Para usar a lei dos senos, os mesmos valores de seno, cosseno e tangente de ângulos serão usados nos cálculos. Portanto, é de suma importância ter conhecimentos básicos em Trigonometria para conseguir usar esse teorema.

Em vista disso, é bom relembrar também as definições das razões trigonométricas e obter algumas dicas básicas a respeito do seu uso para prosseguir no estudo da lei dos senos.

Razões trigonométricas

As razões trigonométricas são o modo encontrado para relacionar medidas de lados e ângulos. Tendo em mente que a hipotenusa de um triângulo retângulo é o lado que se opõe ao ângulo reto e que os outros dois lados são catetos, podemos fixar um dos outros dois ângulos para ter uma base para os cálculos. Digamos que o ângulo fixado seja α. O cateto que não toca o ângulo α é chamado de cateto oposto a α, e o cateto que o toca é chamado de cateto adjacente ao ângulo α.

Assim, as razões trigonométricas serão:

Sen α = Cateto oposto a α
          hipotenusa

Cos α = Cateto adjacente a α
       hipotenusa

Tg α =   Cateto oposto a α  
         Cateto adjacente a α

É importante salientar que os resultados encontrados nessas razões variam apenas com a variação do ângulo α. Dessa forma, independentemente do comprimento dos catetos ou da hipotenusa, sen30°, por exemplo, sempre será igual a 1/2.

Uma tabela completa com os valores de seno, cosseno e tangente dos ângulos pode ser encontrada clicando aqui.

Lei dos senos

Considere um triângulo qualquer ABC, inscrito em uma circunferência de raio R, conforme a imagem a seguir:

Nessa hipótese, a lei dos senos será a seguinte proporção:

   a    =    b   =   c    = 2R
 senβ     senα    senγ        

Note que a medida de um lado deve ser o numerador de uma fração cujo denominador é o seno do ângulo oposto a esse lado. Essa informação é importante para o uso desse teorema (lei dos senos), uma vez que nos ajuda a localizar lados e ângulos nos cálculos.

Exemplo

Calcule o valor de x do triângulo a seguir:

Solução:

Observe que x está oposto ao ângulo que não possui medida. Sabendo que a soma dos ângulos internos de um triângulo é igual a 180° e que esse triângulo já possui 45 + 75 = 120°, então, o ângulo oposto a x mede 60°. Perceba também que o ângulo oposto a 10 mede 45°. Portanto:

      x    =      10    
sen60°    sen45°

Usando a propriedade fundamental das proporções, teremos:

x·sen45° = 10·sen60°

2 = 10·√3
    2           2

x√2 = 10√3

x = 10√3
     √2

Racionalizando o segundo membro, teremos:

x = 10√3√2
     2

x = 10√6
     2



Aproveite para conferir nossas videoaulas sobre o assunto:

Por Luiz Paulo Moreira Silva

Você pode se interessar também

Matemática

Condição de existência de um triângulo

Matemática

Números triangulares e quadrangulares

Matemática

Razões trigonométricas

Matemática

Regra de três

Últimos artigos

Revolta da Armada

Revolta da Armada foi um levante armado organizado por membros da Marinha, em 1893. Esse movimento se deu pela forte oposição da Marinha a Floriano Peixoto.

Símbolos nacionais

Símbolos nacionais são quatro símbolos que, por determinação da nossa lei, representam a nação brasileira.

Guerra do Contestado

Guerra do Contestado foi um conflito que se estendeu de 1912 a 1916 e mesclou insatisfação social com messianismo religioso.

Encontro vocálico

O encontro vocálico ocorre quando uma vogal e uma semivogal aparecem uma depois da outra em uma palavra. Há três tipos de encontro vocálico: o ditongo, o tritongo e o hiato.