Qual matéria está procurando ?

História

História

Invenção da Imprensa

Conheça a história da invenção da impressa, acontecimento revolucionário que ocorreu no século XV e que mudou a história da leitura na modernidade.

Nos dia de hoje, estamos cercados de dispositivos eletrônicos que facilitam nossa vida. Entre esses dispositivos, estão os meios de comunicação escritos, sejam os impressos, sejam os eletrônicos (e tanto um quanto o outro dependem do computador – invenção recentíssima). Pois bem, por trás de tamanho conforto material proporcionado pela tecnologia há sempre muitas e muitas histórias – histórias de invenções tecnológicas, sobretudo. As primeiras e mais decisivas dessas invenções ocorreram na Idade Moderna. A invenção da imprensa, por Johannes Gutenberg, foi uma das mais notórias.

O alemão Johannes Gutenberg (1398-1468) desenvolveu a primeira máquina de impressão feita com tipos móveis por volta de 1439 (século XV, portanto). Quando falamos em imprensa, vem-nos à mente o aparato jornalístico que registra e transmite à população as notícias do dia. Mas, aqui, a palavra imprensa tem o significado de origem, isto é, remete ao fenômeno de impressão em papel, impressão de caracteres ou tipos móveis (letras e demais sinais gráficos – como acento, vírgula, ponto etc.) em folhas de papeis que eram dobradas, amarradas e coladas, formando um “códice”, ou seja, um livro tal como o conhecemos hoje.

Gutenberg revolucionou o modo de se produzir livros. Isso se justifica pelo fato de que, antes da imprensa, os livros eram construídos à mão, artesanalmente, com escrita cursiva, geralmente à pena. Claro que, antes da máquina de tipos móveis, havia outros sistemas de impressão, como o chinês, no qual se usava a tinta nanquim. Mas a grande novidade da imprensa de Gutenberg foi a capacidade mecânica de produzir e reproduzir textos e livros. Enquanto, à mão, um códice demorava um mês para ficar pronto, com os tipos móveis, dezenas de códices (ou livros) eram feitos na mesma margem de tempo.

No século XVI, a máquina de imprensa tornou-se muito popular e útil nos principados da Alemanha em virtude da Reforma Protestante, levada a cabo por Martinho Lutero. Lutero traduziu a Bíblia do latim para o alemão, tornado o acesso às Escrituras mais fácil. A Bíblia foi o primeiro grande livro a ser impresso em tipos móveis e a circular entre a população, inicialmente na Alemanha, onde a imprensa foi inventada, e, posteriormente, no restante da Europa, quando outras traduções foram feitas. Os panfletos reformistas também foram impressos em tipos móveis, em grande quantidade, e passaram a circular na Alemanha com velocidade impressionante para a época.

Nos séculos XVII e XVIII, nos principais centros urbanos da Europa, formaram-se grandes comunidades de leitores, exatamente pelo fato de a impressa ter possibilitado a produção em massa de livros, jornais, panfletos etc. Desse modo, o que fez Gutenberg tem o mesmo peso dos inventos científicos da modernidade, como a invenção do telescópio, por Galileu Galilei.


Por Me. Cláudio Fernandes

Acima, exemplo do tipo de máquina de impressão desenvolvido por Gutenberg Acima, exemplo do tipo de máquina de impressão desenvolvido por Gutenberg
Por Cláudio Fernandes

Você pode se interessar também

História

Martinho Lutero e a Reforma Protestante

Últimos artigos

Sistema respiratório | Ensino Fundamental I

O sistema respiratório é responsável pela oxigenação das células. Para que isso aconteça, é necessário que o ar passe por diversos órgãos.

Sistema Urinário | Ensino Fundamental I

O sistema urinário é o responsável por eliminar as excretas do organismo, isto é, tudo aquilo de que nosso corpo não precisa mais.

8 de setembro — Dia Internacional da Alfabetização

O Dia Internacional da Alfabetização é uma data que busca conscientizar sobre os vários problemas que envolvem a alfabetização no Brasil e no mundo.

Idade Antiga

Idade Antiga é um dos períodos da história humana, de acordo com a periodização que predomina atualmente na disciplina. Trata sobre as civilizações antigas.