Qual matéria está procurando ?

História

História

Influências romanas nos dias atuais

Conheça influências romanas em nossa sociedade.

A importância de Roma como centro de difusão cultural do Ocidente foi tamanha que até os dias atuais algumas características do maior Império da Antiguidade ainda se fazem presentes.

As influências romanas são tantas que nos deparamos com elas todos os dias. Ou você não conhece um Augusto, um Júlio, um César, um Adriano, um Antônio? Ou mesmo você, que está lendo este texto, pode ter um desses nomes, que eram de pessoas que marcaram a história de Roma.

Isso ocorre em virtude da importância de Roma para o mundo ocidental. São nomes que permaneceram conhecidos ao longo do tempo e são utilizados até os dias atuais. Mas não são apenas os nomes que demonstram as influências romanas em nossa vida atual.

A língua que falamos no Brasil, a língua portuguesa que herdamos dos colonizadores, é uma língua derivada da língua falada em Roma: o latim. Também são derivados do latim o espanhol, o francês, o romeno e o italiano.

Além disso, o latim influenciou inúmeras palavras em idiomas como o inglês e o alemão. O latim também é utilizado para dar os nomes científicos de plantas e animais. A Igreja Católica, que se diz herdeira de Roma, tem ainda hoje como língua oficial o latim. Há não muito tempo, as missas eram todas celebradas em latim.

Usamos palavras em latim para definir alguns termos, principalmente os jurídicos. É o caso do habeas corpus. Nesse campo do conhecimento e da organização social — a ciência jurídica, o mundo ocidental sofreu intensa influência romana. Os códigos jurídicos atuais são também influência romana. Os Códigos de Lei romanos foram construídos ao longo do tempo, adaptando-se às mudanças que ocorriam nas relações sociais da população.


Estátua da deusa da Justiça, no Palácio da Justiça de Roma. O Direito foi uma grande influência romana para o Ocidente

O Código de Leis romano era dividido em:

  • Jus Naturale, ou Direito Natural, que apresentava os fundamentos do direito romano e a noção de que o ser humano por natureza tinha direitos;

  • Jus Civile, ou Direito Civil, um conjunto de leis aplicado aos cidadãos de Roma;

  • Jus Gentium, ou Direito das Gentes, aplicados aos estrangeiros em um conjunto de leis abrangentes que não se levava em conta as nacionalidades.

Esse último é a base para o Direito Internacional como o conhecemos hoje. A noção de propriedade privada plena também surgiu com o Direito romano, o que pode explicar também sua atualização na sociedade capitalista atual, que tem como um de seus pilares a propriedade privada.

Os advogados em Roma tinham muito prestígio, sendo que, ao longo do tempo, a profissão passou por sistematizações no ensino. Nos debates, os advogados buscavam desenvolver a oratória, o que posteriormente poderia garantir a eles funções políticas importantes.

Esse último ponto, a política, também hoje sofre influências romanas. Basta refletir que termos como república, ditadura, senado, plebiscito, cônsul e magistrado, por exemplo, são de origem romana.


Por Me. Tales Pinto

Inscrições em latim no Ara Pacis, altar dedicado a Otávio Augusto. O latim é uma das principais influências romanas Inscrições em latim no Ara Pacis, altar dedicado a Otávio Augusto. O latim é uma das principais influências romanas
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

História

Patrícios e plebeus na República romana

História

Pão e Circo em Roma

História

Rômulo, Remo e a fundação de Roma

História

Bárbaros (povos germânicos)

Últimos artigos

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.

Animais onívoros

Animais onívoros são aqueles que podem alimentar-se de algas ou plantas e também de outros animais. Porcos e baratas são exemplos de animais onívoros.

Réveillon e Ano-Novo

O Réveillon e o Ano-Novo são datas comemorativas de final e início de ano e remetem a comemorações diferentes.

Revolução Praieira

A Revolução Praieira foi a última revolução provincial que aconteceu no Brasil durante o período monárquico e abalou Pernambuco, de 1848 a 1850.