Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Urbanização brasileira

Acompanhe uma introdução básica sobre as principais características, causas e consequências da urbanização brasileira.

Cidade de São Paulo, a maior aglomeração urbana do Brasil na atualidade Cidade de São Paulo, a maior aglomeração urbana do Brasil na atualidade

 A urbanização no Brasil, ou seja, o crescimento das cidades em relação ao espaço rural, sucedeu-se na história do nosso país desde o período colonial, com a maior parte das grandes formações urbanas localizada nas zonas litorâneas, algo que ainda se reflete atualmente. Inicialmente, essas cidades tinham funções econômicas específicas, voltadas para a administração da produção agrícola direcionada à coroa portuguesa. Dentre essas cidades, destacaram-se Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Recife (PE) e outras.

Com o tempo, o processo de urbanização do Brasil aconteceu motivado por outras práticas econômicas. No século XVIII, por exemplo, surgiram grandes cidades em algumas localidades influenciadas pela prática da mineração, muito forte no país nesse período. Esse foi o caso de cidades como Cuiabá (MT), Vila Rica (MG), Goiás (GO), Lages (SC), entre muitas outras. A economia do café, no século XIX, também contribuiu nesse mesmo sentido, com o aumento substancial de várias cidades, principalmente na região Sudeste, a exemplo de São Paulo (SP).

No entanto, quando falamos da urbanização brasileira de forma mais intensa e completa, referimo-nos ao século XX, quando o Brasil foi gradativamente deixando de ser um país predominantemente rural para tornar-se majoritariamente urbano. Podemos dizer que o principal fator responsável por isso foi o crescimento da industrialização, pois a construção e o crescimento das indústrias geraram mais empregos nas cidades e atraíram uma maior quantidade de pessoas para esses espaços.

Além disso, ao longo desse século, a atividade industrial também contribuiu para a mecanização do campo, com a introdução de maquinários cada vez mais modernos que substituíram, em partes, a mão de obra dos trabalhadores do meio rural. Esse processo, associado à elevada concentração de terras, contribuiu para aumentar a migração da população do campo para as cidades, fenômeno chamado de êxodo rural, que se intensificou no Brasil a partir da década de 1950 em diante. Observe o gráfico a seguir:


Gráfico explicando a evolução da urbanização no Brasil.

A grande questão é que a urbanização no Brasil ocasionou dois problemas principais: ela foi concentrada e acelerada. A maior parte do processo de urbanização ocorreu nas grandes cidades da região Sudeste, principalmente São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Não por acaso, essa é a região mais habitada do país. Além disso, tudo ocorreu em apenas algumas poucas décadas, de modo que as infraestruturas dessas cidades não acompanharam tal evolução, havendo muitas áreas periféricas, inchaços urbanos, formação de favelas e cortiços, entre outros problemas, com boa parte da população pobre vivendo em condições precárias.

Outra consequência da rápida urbanização do Brasil foi a formação das grandes metrópoles – cidades com um avanço econômico complexo – e das regiões metropolitanas, que passaram a integrar um grande número de cidades em um mesmo espaço urbano. A região metropolitana de São Paulo, por exemplo, envolve 39 municípios e abriga mais de 20 milhões de pessoas, um número de habitantes maior do que o de vários estados brasileiros e até mesmo de algumas regiões.

Por Rodolfo F. Alves Pena

Você pode se interessar também

Geografia

Densidade demográfica

Geografia

Espaço industrial do Brasil

História

Espaço urbano no Brasil Colonial

Geografia

Hierarquia urbana

Últimos artigos

Nomadismo

O nomadismo é um estilo de vida em que os seres humanos não possuem residência em um local fixo, mudando-se de tempos em tempos de acordo com sua necessidade.

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.