Qual matéria está procurando ?

Geografia

Geografia

Para que serve o CEP?

Descubra para que serve o CEP, quando foi criado e qual é o critério para a sua elaboração.

O CEP ajuda na localização das ruas O CEP ajuda na localização das ruas

Quando vemos um endereço, é normal que ele apareça com o nome da rua, o número e, em alguns casos, o número da quadra e do lote, além do bairro e da cidade, não é mesmo? Mas também existe um número de oito dígitos que sempre está ali e nunca sabemos o porquê! Aquele é o CEP, sigla que significa “código de endereçamento postal”, mais conhecido somente como código postal.

Mas, afinal, para que serve o CEP?

O CEP é um número criado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos no ano de 1971 para facilitar a separação e entrega de correspondências. Imagine se você tivesse que organizar milhares de cartas e encomendas direcionadas para os mais diversos lugares, com muitas ruas com o mesmo nome ou com o nome errado... seria uma verdadeira bagunça!

Para isso serve o CEP, pois os números sempre serão os mesmos e ajudarão as pessoas – e principalmente os carteiros e funcionários dos Correios – a não confundirem os endereços. Assim, o código postal funciona como uma coordenada, em que cada rua possui o seu número específico.

No início, o CEP só tinha cinco números, mas depois (em 1991) teve o acréscimo de três algarismos separados por um dígito, ficando com a seguinte forma: 00000-000. Mas é claro que não existe nenhum CEP por aí com todos os números zero!

Como é escolhido o CEP de cada lugar?

A escolha do CEP de uma rua não é feita de qualquer jeito. Ela obedece a um critério específico, e cada número significa uma região ou localidade. Por exemplo, o primeiro número equivale a uma das dez regiões do Brasil a seguir relacionadas:

Número 0: Cidade de São Paulo e Região Metropolitana

Número 1: Interior do estado de São Paulo

Número 2: Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo

Número 3: Minas Gerais

Número 4: Bahia e Sergipe

Número 5: Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte

Número 6: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Pará e Roraima

Número 7: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins

Número 8: Paraná e Santa Catarina

Número 9: Rio Grande do Sul

Portanto, todo o CEP que começa com 3, por exemplo, diz respeito a um endereço que se encontra no estado de Minas Gerais.

Os demais algarismos do código postal referem-se a sub-regiões (cidades ou áreas de uma cidade), setor, subsetores e divisores. Os três últimos algarismos, que ficam depois do dígito, são códigos mais específicos da rua e das unidades utilizadas pelos correios. Assim, cada CEP equivale a uma rua diferente.

Você sabe o CEP da sua rua? Não? Então é melhor decorar ou anotar em um papel, pois cedo ou tarde você precisará dele. Para descobrir o número do seu CEP, é muito fácil, basta digitar o nome da sua rua no site dos Correios, que pode ser acessado aqui!


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Geografia

Bairros

Português

Cartão-postal

Geografia

Rua | Ensino Fundamental I

Geografia

Tipos de moradia

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.