Ditongo

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Ditongo Nesse ditongo destacado acima, a letra “a” é uma vogal e a letra “u” é uma semivogal
Por Mariana Rigonatto
PUBLICIDADE

Os encontros vocálicos são caracterizados pela presença de vogais e semivogais. Assim, é importante saber como distinguir esses dois fonemas e, dessa forma, conseguirmos identificar as sílabas em que ocorre o fenômeno fonético conhecido como ditongo. Vamos começar nosso estudo!

  • Semivogais

As vogais i e u são chamadas de semivogais quando acompanham outra vogal e, portanto, são assilábicas. Isso quer dizer que as vogais são a base sonora de uma sílaba, são elas que possuem o som mais forte. Veja:

me-ni-no

ga-to

Como você pode perceber, durante a pronúncia das palavras acima, o som das vogais é mais notável do que o som das consoantes. Isso ocorre porque, durante a pronúncia da vogal, a cavidade bucal não faz obstrução à passagem de ar. Já nas consoantes, a cavidade bucal sempre faz algum tipo de obstrução à emissão do ar responsável pela produção do som. Essa diferença no som é que faz da vogal a base das sílabas.

Agora, preste atenção na pronúncia destas outras palavras:

rei

á-gua

Você consegue perceber quais vogais em destaque possuem a tonicidade maior? Na palavra “rei”, pode-se notar que a letra “e” é a vogal que dá base à sílaba e, na palavra “água”, percebe-se que a letra “a” possui essa função. Então, nas duas palavras, as letras “i” e “u” atuam como semivogais e, por isso, são assilábicas, uma vez que não servem de base para a sílaba.

De posse desse conhecimento, podemos agora analisar o assunto do texto propriamente dito, o ditongo. Observe as palavras:

pá-tria

pio-lho

a-quo-so

Veja que nas sílabas destacadas temos a presença de um encontro vocálico entre duas vogais (uma silábica e outra assilábica). Esse fenômeno fonético é conhecido como ditongo, que pode possuir as seguintes estruturas:

  • vogal + semivogal

Exemplo:

viu (vogal + semivogal)

pai (vogal + semivogal)

  • semivogal + vogal

Exemplo:

á-gua (semivogal + vogal)

fre-quen-te (semivogal + vogal)

A partir da análise da estrutura do ditongo, podemo ainda classificá-lo em:

a) Ditongo decrescente - ocorre quando a vogal vem antes da semivogal:

mãe

deu

viu

b) Ditongo crescente - ocorre quando a semivogal vem antes da vogal:

co-lé-gio

sé-rie

cá-rie

c) Ditongos orais: são aqueles que possuem o som aberto das vogais.

- Principais ditongos orais crescentes:

  1. /ya/ - glória, pátria, diabo, área

  2. /ye/ - (=yi) cárie, calvície

  3. /yé/ - dieta

  4. /yo/ - vários, médio, áureo, níveo

  5. /yó/ - mandioca

  6. /yô/ -piolho

  7. /yu/ - mdo

  8. /wa/ - água, quase, mágoa

  9. /wi/ - lingça, tênue

  10. /wó/ - quiproquó

  11. /wô/ - aquoso

  12. /wo/ (=uu) – oblíquo

  13. /wê/ - coelho

  14. /wé/ - equestre, goela

ATENÇÃO! O ditongo é um fenômeno fonético, e não gráfico, por isso, algumas vezes o som não será expresso pela letra que normalmente o representa.

- Principais ditongos orais decrescentes:

  1. /ay/ - pai

  2. /aw/ - mau

  3. /êy/ - sei

  4. /éy/ - papéis

  5. /êw/ - seu

  6. /éw/ - céu

  7. /iw/ - viu

  8. /ôy/ - noite

  9. /óy/ herói

  10. /ôw/ - vou

  11. /uy/ - azuis

d) Ditongos nasais – são aqueles que possuem a vogal e a semivogal nasalizadas.

- Principais ditongos nasais crescentes:

  1. /yã/ - criança

  2. /wã/ - quando

  3. /wê/ - frequente

  4. /wĩ/ - moinho

- Principais ditongos nasais decrescentes:

  1. /ãy/ - mãe

  2. /ãw/ - mão

  3. /ẽy/ - vem

  4. /õy/ - sermões

  5. /ũy/ - muito

Avaliação

-

    Assuntos Relacionados

    Escola Kids