Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Transformações químicas

Saiba mais sobre as transformações químicas que ocorrem na natureza e dentro de nós mesmos.

As coisas ao nosso redor e dentro de nós estão constantemente se transformando em outros materiais com cor, sabor, formato, cheiro, estado físico e outras características e propriedades totalmente diferentes. Por exemplo, o tronco de uma árvore pode depois virar carvão e cinza. Outra coisa: você já observou como uma esponja de aço usada para lavar louça fica com o tempo? Isso mesmo, ela muda de cor, ficando em um tom marrom-alaranjado, e depois despedaça-se, ou seja, enferruja.

Quando a constituição de uma material muda, transformando-se em outro material com características diferentes, dizemos que ocorreu uma transformação química, também chamada de reação química.

Mas não confunda uma simples mudança de estado físico com uma transformação química. Por exemplo, quando a água líquida é colocada no congelador, ela transforma-se em gelo; mas se tirarmos o gelo de dentro da geladeira, o que acontecerá? Ela voltará para o estado líquido! Isso significa que o gelo tem a mesma constituição da água líquida. Não houve uma reação química, mas sim uma transformação física, suas moléculas simplesmente ficaram mais juntas umas das outras no estado sólido e mais afastadas no estado líquido.

Nas reações químicas, os constituintes dos materiais iniciais que estavam ligados são separados e formam-se novas ligações, produzindo novos materiais. Por exemplo, no caso do tronco de árvore que vira carvão e cinza, isso ocorre porque ele reage com o oxigênio do ar em uma reação de queima, também chamada de combustão. Assim, suas moléculas são rompidas e rearranjam-se, formando novas moléculas. Entre elas, temos o dióxido de carbono, o monóxido de carbônico, vapor de água, bem como o carvão e as cinzas (ambos formados do elemento carbono).

Já a esponja de aço é feita principalmente do metal ferro, que reage com a água e o oxigênio do ar, rearranjando-se e formando a ferrugem. O mesmo ocorre com outros materiais feitos de ferro, como os pregos.


Transformação química de pregos de ferro em pregos enferrujados

Assim, todas as reações químicas têm os materiais iniciais, que são chamados de reagentes, e os materiais finais, que são chamados de produtos:

REAGENTES PRODUTOS

Exemplos:

Madeira + Oxigênio do ar Carvão + Vapor de água

Ferro + Oxigênio do ar + Água (umidade do ar) Ferrugem

Esse tipo de representação da reação química é chamada de equação química.

Para você saber se ocorreu uma reação química, basta observar se algum dos fatores abaixo ocorreram durante a transformação:

* Liberação de algum gás;

* Mudança de cor;

* Alteração na textura do material, como amolecer ou endurecer;

* Explosão;

* Aparecimento de alguma chama ou luminosidade;

* Formação de um sólido diferente dos líquidos iniciais.

Essas mudanças observadas, na maioria das vezes, indicam a ocorrência da reação química, mas existem algumas exceções, como é o caso da água que se transforma em gelo. Houve alteração na textura do material, mas continua sendo o mesmo, ou seja, água.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

A madeira da árvore passou por uma transformação química A madeira da árvore passou por uma transformação química
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Ciências

Experimento do ovo saltitante

Ciências

Vida e descobertas de Lavoisier

Ciências

Densidade

Português

O Português é uma língua feliz!

Últimos artigos

Período Helenístico

Período Helenístico foi iniciado com a conquista da Grécia pelos macedônicos e ficou marcado pela difusão da cultura grega a partir do reinado de Alexandre, o Grande.

Império Carolíngio

Império Carolíngio foi a continuidade do Reino dos Francos sob o controle da Dinastia Carolíngia, iniciada por Pepino, o Breve em meados do século VII.

Civilização Micênica

Civilização Micênica foi uma das grandes civilizações do período de formação do povo grego, conhecida por suas grandes cidades fortificadas e pelo seu bom comércio.

Peste de Atenas

Peste de Atenas foi uma epidemia que atingiu essa cidade grega em 430-427 a.C., bem no início da Guerra do Peloponeso, causando milhares de mortes.