Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Tatu-bola

Conheça mais sobre o tatu-bola, um mamífero encontrado na Caatinga e Cerrado brasileiro.

A mascote da Copa do Mundo de 2014 é o tatu-bola, uma espécie de mamífero encontrada nas regiões de Caatinga e Cerrado do Brasil. Essa espécie atualmente corre risco de entrar em extinção em virtude da caça e destruição de habitat, encontrando-se na categoria de vulnerável pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais). Vale destacar que em algumas regiões do Brasil não é mais possível encontrar essa espécie.

A espécie que recebe o nome científico de Tolypeutes tricinctus também é conhecida como bola, bolinha, tranquinha e tatu-bola-do-nordeste. O tatu-bola é um animal endêmico do Brasil e caracteriza-se por fechar-se como uma bola para defender-se de predadores. Ao adquirir essa forma, ele acaba protegendo as partes moles do seu corpo com sua carapaça dura, dificultando, assim, a ação de animais que tentem alimentar-se dele.

O hábito de enrolar-se para defender-se, apesar de ser bastante eficaz contra alguns predadores, não é eficiente para livrá-lo do homem. Adotando essa posição, torna-se presa fácil de caçadores, que acabam capturando o animal com facilidade. Diferentemente de outras espécies de tatus, o tatu-bola não é capaz de escavar buracos e não é adaptado à vida subterrânea.


Ao enrolar-se, o tatu-bola torna-se alvo fácil de caçadores

Esse gracioso animal alimenta-se de pequenos insetos, tais como formigas e cupins, e de material vegetal, como frutos. É considerado o menor tatu brasileiro, possuindo apenas cerca de 50 centímetros. Quando comparado às fêmeas, os machos apresentam-se relativamente maiores.

Na época de reprodução, é possível observar vários machos seguindo uma fêmea. Existem trabalhos que relatam uma fila de até dez tatus na época de acasalamento, o que os torna presas fáceis. Geralmente a fêmea dá a luz dois filhotes.

Diante da grande destruição de habitat e da caça predatória, especialistas acreditam que, em aproximadamente 50 anos, não seja mais encontrado nenhum exemplar de tatu-bola. O quadro alarmante fez com que o animal se tornasse objeto de um Plano Nacional de Conservação de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção. O plano está sendo elaborado pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e deve ficar pronto até o final do ano de 2014.

Apesar de ser uma espécie tipicamente brasileira e com características tão peculiares, o tatu-bola ainda não é alvo de muitas pesquisas, dificultando, assim, a sua conservação. O que muitos pesquisadores esperam é que, com a Copa, o tatu-bola torne-se uma espécie mais conhecida e preservada.


Por Ma. Vanessa dos Santos

O tatu-bola é encontrado em regiões de Caatinga e Cerrado O tatu-bola é encontrado em regiões de Caatinga e Cerrado
Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Geografia

Caatinga

Geografia

Cerrado

Ciências

Mamíferos

Ciências

Nomes científicos

Últimos artigos

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.