Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Nomes científicos

Descubra a importância do uso dos nomes científicos e conheça o nome de alguns seres vivos.

Você alguma vez já se perguntou por que os cientistas do mundo todo preferem utilizar aqueles nomes difíceis ao nome que todo mundo conhece? Por que será que eles usam aqueles nomes que a maioria de nós nem consegue falar? Hoje o Escola Kids acabará de uma vez por todas com essa sua dúvida!

Imagine que você, ao ter uma conversa com um amigo, conta que viu um adorável tatu-bola. Você diz o nome do animal, mas seu amigo nunca ouviu falar desse bicho. Após explicar as características, ele entende de quem você está falando, mas explica que esse animal é conhecido por ele como tranquinha. Você, claro, fica confuso, pois não sabia e nem conhecia esse nome.

O que você e seu amigo estavam utilizando eram nomes populares, os tais nomes que todos conhecem. Entretanto, vocês não imaginavam que o tatu-bola apresentava tantos nomes diferentes. Somente para essa espécie de tatu existem cerca de seis nomes distintos: tatu-bola, tatu-apara, bola, bolinha, tranquinha e tatu-bola-do-nordeste. Podemos perceber a variação dos nomes de acordo com o local que visitamos.

Apesar de tantos nomes populares, o tatu-bola apresenta apenas um nome científico: Tolypeutes tricinctus. Esse nome, mesmo que difícil, é único. Dessa forma, em qualquer lugar do planeta os pesquisadores saberão que se trata do tatu-bola.

Os nomes científicos são exclusivos, não existindo dois ou mais nomes científicos válidos para um mesmo ser vivo. Sendo assim, não há confusão entre os pesquisadores, pois não ocorrem variações como as que acontecem com o nome popular.

Todo nome científico é escrito em latim ou deriva dessa língua. Como o latim não é língua oficial de nenhum país, ele não sofre nenhuma variação. Além disso, outra característica importante de um nome científico é que, normalmente, ele é composto de dois nomes, que juntos formam o nome de uma determinada espécie.

As regrinhas para a escrita do nome científico foram criadas por Carl von Linné em 1735, porém sofreram algumas variações até os dias atuais. Lineu, como é conhecido pelos brasileiros, propôs normas que são usadas até hoje por todos os cientistas para nomear os seres vivos.

Agora que você já aprendeu a importância dos nomes científicos, que tal aprender alguns deles?

- Abelha - Apis mellifera

- Cachorro - Canis familiaris

- Borboleta-monarca- Danaus plexippus

- Boi - Bos taurus

- Gato - Felis catus

- Lobo - Canis lupus

- Mosquito da dengue- Aedes aegypti

- Baleia-jubarte -Megaptera novaeangliae

- Hipopótamo - Hippopotamus amphibius

- Onça-pintada - Panthera onca

- Elefante-africano - Loxodonta africana

- Girafa - Giraffa camelopardalis

- Panda - Ailuropoda melanoleuca

- Tomateiro- Solanum lycopersicum

- Pequizeiro - Caryocar brasiliense

- Limoeiro -Citrus limon

Você sabia que o nome científico do panda é Ailuropoda melanoleuca? Você sabia que o nome científico do panda é Ailuropoda melanoleuca?
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Dengue

Ciências

Método Científico

Ciências

Sociedade das abelhas

Ciências

Tatu-bola

Últimos artigos

Cuca

Cuca é um ser do folclore brasileiro e apresentada como uma velha má que sequestra crianças. Por meio de Monteiro Lobato, a forma de jacaré da cuca se popularizou.

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.