Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Leão-marinho-do-sul

Saiba mais sobre o leão-marinho-do-sul, um curioso mamífero encontrado no Brasil!

Os leões-marinhos são mamíferos pertencentes à ordem Carnivora e à família Otariidae, podendo pesar até uma tonelada e atingir cerca de 3,5 metros. Esses animais são bastante semelhantes às focas, entretanto, nos leões-marinhos, é possível observar pequenas orelhas e, diferentemente das focas, eles locomovem-se na água e na terra usando suas grandes nadadeiras peitorais.

Existem sete diferentes espécies de leões-marinhos no nosso planeta. Aqui no Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul, podemos encontrar o leão-marinho-do-sul (Otaria flavescens), que apresenta coloração escura na região dorsal e dourada no peito. Apesar de serem encontrados no nosso país, os leões-marinhos-do-sul não se reproduzem aqui. Acredita-se que provavelmente os espécimes que aqui vivem tenham nascido no Uruguai.

O macho e a fêmea dessa espécie são bem diferentes, sendo o macho bem maior, atingindo até 350 kg, enquanto a fêmea atinge cerca de 144 kg. O macho também se destaca pela presença de uma grande quantidade de pelos, que lembram uma juba (Observe a foto a seguir).

Os leões-marinhos-do-sul vivem em grupos, que podem ser formados por apenas um macho ou, então, por vários machos e várias fêmeas. Sua dieta varia de acordo com o ambiente em que estão, podendo alimentar-se de peixes, moluscos e artrópodes. São encontrados na região costeira e raramente são avistados em águas profundas. Alguns já foram vistos aventurando-se por regiões de rios.


Na época de reprodução, o leão-marinho macho torna-se agressivo

Os leões-marinhos-do-sul machos, na época reprodutiva, tornam-se violentos, lutam e emitem sons para conseguir uma fêmea. Cada fêmea tem um filhote por vez e a gestação dura doze meses. Normalmente os nascimentos ocorrem nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, e os filhotinhos são amamentados até completarem aproximadamente 10 meses.

O estado de conservação dos leões-marinhos-do-sul é considerado pouco preocupante, apesar de já terem sofrido muito com a caça predatória. Atualmente, o maior problema para essa espécie é a pesca de arrasto, que consiste na colocação de uma rede que é puxada por um motor, levando tudo o que está pela frente. Esses animais morrem em razão da captura acidental e das agressões sofridas por parte dos pescadores, uma vez que frequentemente os leões-marinhos rasgam as redes ou comem os peixes.

Como predadores naturais dessa espécie de leão-marinho, destacam-se as orcas e os tubarões. Em ambientes com pouca ação humana, a expectativa de vida dessa espécie é de 20 anos.


Por Ma. Vanessa dos Santos

No Brasil, é possível encontrar o leão-marinho-do-sul No Brasil, é possível encontrar o leão-marinho-do-sul
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Ciências

Mamíferos

Últimos artigos

Animais herbívoros

Os animais herbívoros se alimentam de algas e/ou vegetais e, portanto, ocupam sempre o nível de consumidores primários na cadeia alimentar.

Realismo no Brasil

Realismo foi um estilo de época do século XIX. No Brasil, Machado de Assis é seu maior representante.

Código de Hamurábi

Código de Hamurábi — código de leis tradicionais na Mesopotâmia — foi compilado por Hamurábi, rei da Babilônia, no século XVIII a.C.

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.