Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Fazendo um vidro falso

Fazendo um vidro falso com açúcar, você pode produzir um tipo de vidro que não machuca nem corta! Veja o passo a passo!

Você já viu aquelas cenas de filmes de ação em que os atores pulam em janelas de vidro sem se machucar? Como isso é possível? Como eles fazem isso sem ter nenhum arranhadinho?

Bem, é porque o vidro que eles usam para fazer essas cenas não é de verdade. O vidro de verdade é constituído principalmente de sílica, um componente que é encontrado na areia. Juntamente a outros materiais, essa sílica é derretida, moldada no formato desejado e, depois, resfriada.

Usando esse mesmo método de derretimento/resfriamento, o Escola Kids vai ensinar para você agora como fazer um vidro falso semelhante ao usado em filmes. Esse vidro é feito de açúcar, e você pode quebrá-lo sem medo de se machucar!

Se desejar fazer o vidro falso, siga certinho todas as etapas e faça somente com a supervisão de um adulto!

Os materiais que você vai precisar são:

*1/2 (metade) de uma xícara de chá de água;

* 1 xícara de chá de açúcar;

* 4 colheres de sopa de xarope de milho (ou glucose);

* uma colher;

* uma panela com tampa;

* fogão;

* uma assadeira;

* óleo de cozinha.

1- Primeiro você coloca a água na panela, e um adulto deve aquecê-la no fogão;

2- Depois que começar a ferver, adiciona-se o açúcar, misturando-o bem até que ele derreta;


O vidro falso é feito com açúcar

3- Adiciona-se o xarope de milho, mexendo bastante;

4- A panela deve ser tampada, fervendo por cerca de seis minutos;

5- Enquanto isso, passe o óleo de cozinha na assadeira. Ele ajudará o vidro a descolar-se da assadeira mais facilmente;

6- Desligue o fogo e passe para a assadeira. Você pode usar também um prato ou outro recipiente plano que não tenha as bordas muito altas. Quanto maiores forem as bordas, mais difícil será para tirar o vidro depois.

É preciso tomar muito cuidado nessa parte porque a mistura estará muito quente e, se cair sobre a pele, poderá causar queimaduras sérias!


A mistura do vidro falso ficará muito quente, por isso tome muito cuidado!

7- Leve para o congelador por, no mínimo, 30 minutos, e estará pronto o vidro falso, basta desenformar!

Você verá que o líquido endureceu e ficou transparente, tornando-se muito parecido com um vidro de verdade. Mas esse tem um gostinho de açúcar e não machuca se for quebrado. Se a forma ou o prato possuírem desenhos em alto relevo, o prato falso de vidro produzido ficará também com esses desenhos, o que dá um aspecto muito bonito.

Mas como o açúcar que era branquinho ficou transparente? Bem, milhares de moléculas de açúcar que estavam unidas em cristais separaram-se pela ação da água. Separadas, elas ficaram tão pequenas que se tornaram praticamente invisíveis a olho nu. Daí, no momento do aquecimento, as moléculas de açúcar juntaram-se ainda mais, passando para o estado líquido. Essa transformação de partículas sólidas para líquidas é chamada de fusão, como mostra o texto Estados Físicos da Água e suas Mudanças.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

O vidro falso pode ser quebrado sem medo porque ele não corta O vidro falso pode ser quebrado sem medo porque ele não corta
Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Você pode se interessar também

História

Breve história do açúcar

Ciências

Estados físicos da água e suas mudanças

Ciências

Química do vidro

Últimos artigos

Sistema respiratório | Ensino Fundamental I

O sistema respiratório é responsável pela oxigenação das células. Para que isso aconteça, é necessário que o ar passe por diversos órgãos.

Sistema Urinário | Ensino Fundamental I

O sistema urinário é o responsável por eliminar as excretas do organismo, isto é, tudo aquilo de que nosso corpo não precisa mais.

8 de setembro — Dia Internacional da Alfabetização

O Dia Internacional da Alfabetização é uma data que busca conscientizar sobre os vários problemas que envolvem a alfabetização no Brasil e no mundo.

Idade Antiga

Idade Antiga é um dos períodos da história humana, de acordo com a periodização que predomina atualmente na disciplina. Trata sobre as civilizações antigas.