Qual matéria está procurando ?

Ciências

Ciências

Cactos

Saiba mais sobre os cactos, plantas que se destacam pela presença de espinhos e caule suculento.

Você já deve ter visto uma plantinha cheia de espinhos e com caule rico em água decorando alguma casa, não é mesmo? Muito usados na decoração, os cactos, como são popularmente conhecidos, são plantinhas extremamente especializadas em sobreviver em locais com pouca água. Graças a essa adaptação, são encontrados amplamente na região Nordeste de nosso país. Vamos conhecer mais sobre essas plantas?

Características dos cactos

Os cactos são plantas pertencente à família Cactaceae, uma família que possui em torno de 1400 espécies diferentes. Apesar de ocorrerem principalmente nas Américas, é possível encontrar representantes na África, Austrália e Índia.

Sem dúvidas, a principal característica dos cactos é a presença de um caule suculento e cheio de espinhos. Algumas espécies apresentam folhas bastante reduzidas e outras não apresentam nenhuma dessas estruturas. Por essa razão, a fotossíntese é realizada principalmente no caule, onde é possível observar a presença de estômatos.

As flores dos cactos são normalmente vistosas, variando muito de uma espécie para outra. Possuem pólen e néctar que atraem muitos visitantes, como insetos e morcegos. O fruto dessas plantas também possui espinho, facilitando, assim, a dispersão por intermédio de mamíferos.

Adaptações ao ambiente seco


Os cactos são encontrados em ambientes secos

Os cactos são encontrados principalmente em ambientes secos, como na Caatinga, bioma do Nordeste brasileiro. Para sobreviver nessas regiões, o cacto conta com uma variedade de adaptações que permitem a economia e o acúmulo de água.

Os cactos, como já dito, possuem folhas reduzidas, uma característica que diminui a perda de água por transpiração. Essa característica poderia influenciar diretamente na fotossíntese da planta, entretanto, os cactos possuem caules capazes de realizar o processo.

Para diminuir a perda de água, o caule dos cactos conta com a presença de uma cutícula, que diminui a evaporação. Além disso, o caule funciona ainda como uma reserva, uma vez que é rico em água.

Utilização dos cactos

Os cactos são muito usados para ornamentação, mas também existem espécies comestíveis, como é o caso dos frutos das plantas do gênero Opuntia, que são chamadas tradicionalmente de palmas. Há ainda espécies medicinais, que atuam como cicatrizantes, anti-inflamatório, em tratamento de doenças do sistema digestório e respiratório etc.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os cactos apresentam caule suculento e grande quantidade de espinhos Os cactos apresentam caule suculento e grande quantidade de espinhos
Por Vanessa Sardinha dos Santos

Você pode se interessar também

Geografia

Caatinga

Ciências

Espinhos

Ciências

Morcegos

Ciências

Fotossíntese

Últimos artigos

Idade Moderna

Idade Moderna foi um dos períodos da História, iniciando-se em 1453 e finalizando-se em 1789. Foi o período dos regimes absolutistas e do surgimento do capitalismo.

Animais onívoros

Animais onívoros são aqueles que podem alimentar-se de algas ou plantas e também de outros animais. Porcos e baratas são exemplos de animais onívoros.

Réveillon e Ano-Novo

O Réveillon e o Ano-Novo são datas comemorativas de final e início de ano e remetem a comemorações diferentes.

Revolução Praieira

A Revolução Praieira foi a última revolução provincial que aconteceu no Brasil durante o período monárquico e abalou Pernambuco, de 1848 a 1850.