Atmosfera terrestre

  • Atualmente 0/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Atmosfera terrestre A atmosfera é uma camada gasosa que envolve a Terra, atuado na manutenção da vida.
Por Rafaela Sousa
PUBLICIDADE

A atmosfera terrestre corresponde a uma camada gasosa que circunda o planeta Terra. É composta por gases que não se dissipam, sendo mantidos pela gravidade. Uma das principais funções da atmosfera terrestre é proteger a Terra dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol e manter a temperatura do planeta ao longo da noite e do dia, evitando que haja uma grande amplitude térmica, isto é, uma grande variação entre a temperatura mínima e a temperatura máxima. Pode-se dizer que não há um limite físico que identifique a separação entre a atmosfera e o espaço, visto que o ar torna-se cada vez mais rarefeito à medida que a altitude se eleva.

Estudiosos da Meteorologia costumam limitar a espessura da atmosfera entre 80 quilômetros e 100 quilômetros por não haver limite superior. Porém, se levada em conta a força da gravidade atuante sobre os gases que a compõem, o espaço pode começar bem depois, e a espessura da atmosfera pode chegar a 10.000 quilômetros.


Resumo

Atmosfera terrestre é uma camada gasosa que envolve todo o planeta Terra e é mantida pela força da gravidade. Composta por gases como oxigênio, nitrogênio, gás carbônico e outros, atua na manutenção da vida. As suas principais funções são: 1ª) manter a temperatura da Terra estável, evitando que o calor se dissipe no período noturno e que haja grandes amplitudes térmicas; 2ª) evitar que a Terra seja atingida por meteoros; 3ª) permitir que o efeito estufa aconteça, equilibrando as temperaturas do planeta e consequentemente possibilitando o desenvolvimento dos seres vivos. A atmosfera terrestre é dividida em camadas, sendo elas a troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera.


Composição da atmosfera terrestre

A atmosfera terrestre é constituída por gases que não se dissipam por causa da ação da gravidade. Os principais gases que a compõem são:

  • Nitrogênio: aproximadamente 78% em volume. Esse gás consegue absorver energia solar (não em grande quantidade). Apesar de ser o principal constituinte da atmosfera em termos de volume, não desempenha papel muito importante.

  • Oxigênio: aproximadamente 21% em volume. Esse gás é essencial porque garante a presença de vida na Terra e permite a formação de ozônio na atmosfera.

  • Argônio: aproximadamente 0,93% em volume. Esse gás é considerado inerte, não reagindo com outros gases presentes na atmosfera, por isso é encontrado em sua forma pura.

  • Gás carbônico: aproximadamente 0,039% em volume. Esse gás está presente na atmosfera por causo do processo de respiração dos seres vivos e de processos de combustão.

  • Outros gases: neônio, hélio, metano, hidrogênio, ozônio etc.

Saiba mais: A importância do gás carbônico no processo de fotossíntese

Podemos também encontrar na atmosfera vapor d'água, cerca de 4% de volume, diminuindo de acordo com o aumento da altitude. Esse elemento da atmosfera atua diretamente na dinâmica das temperaturas ao longo do planeta. Isso acontece porque o vapor d'água atua absorvendo e emitindo calor para a atmosfera.


Uma das principais funções da atmosfera é a manutenção da vida por meio da conservação de calor.


Qual é a função da atmosfera?

Algumas das várias funções da atmosfera são proteger a Terra contra o impacto de meteoros e impedir que o calor emitido pelo Sol ao longo do dia retorne com rapidez ao espaço, evitando grandes amplitudes térmicas e auxiliando na manutenção da vida. São funções também da atmosfera terrestre:

1. Filtrar a entrada na Terra dos raios ultravioleta;

2. Proteger a Terra de detritos de astros que se encontram no espaço, evitando que cheguem até a superfície;

3. Permitir que ocorra o chamado efeito estufa, fenômeno responsável pela manutenção da vida na Terra, mantendo estáveis as temperaturas do planeta. Se não houvesse esse fenômeno, as amplitudes térmicas seriam grandes, impedindo o desenvolvimento dos seres vivos.


Camadas da atmosfera terrestre


A atmosfera terrestre divide-se em camadas, que são influenciadas pela dinâmica da temperatura.

A atmosfera terrestre é disposta em camadas, sendo a temperatura o elemento responsável por essa disposição. É válido ressaltar, entretanto, que não há limites definidos entre as camadas por se tratar de um meio fluido, composto por gases. As camadas da atmosfera são:

Troposfera: constitui a camada mais próxima da superfície terrestre, estendendo-se até a estratosfera, e é onde ocorrem quase todos os fenômenos meteorológicos e climáticos. Essa camada corresponde a quase 80% do volume da atmosfera e possui quase todo o vapor d'água que constitui a totalidade da atmosfera. É a camada que representa maior importância para os seres vivos, pois é ela que possibilita a respiração. A distância entre seu topo e a superfície terrestre pode chegar até 17 quilômetros aproximadamente. É nesta camada que circulam os aviões de carga e passageiros.

Estratosfera: constitui a camada acima da troposfera e abaixo da mesosfera. Nessa camada, o ar movimenta-se horizontalmente. À medida que há o aumento da altitude, há também o aumento da temperatura. Há pouca concentração de vapor d'água e é nessa camada que se localiza a camada de ozônio (que protege a Terra contra os raios ultravioleta). É na troposfera que circulam aviões a jatos. A distância entre seu topo e a superfície terrestre pode chegar até 50 quilômetros da superfície aproximadamente.

Mesosfera: constitui a camada acima da troposfera e abaixo da termosfera. Ocorre uma diminuição da temperatura, apesar do aumento de altitude, podendo atingir cerca de -90ºC no seu topo. A mesosfera é considerada a camada mais fria da atmosfera. Isso ocorre porque a concentração de moléculas nessa camada é baixa e também por conta da diminuição do calor proveniente da camada de ozônio, que fica na camada abaixo. O ar na mesosfera é rarefeito, porém com densidade suficiente para que os meteoros que chegam à Terra sejam nela fragmentados, impedindo que atinjam a superfície em seu tamanho original. A distância entre seu topo e a superfície terrestre pode chegar até 80 quilômetros aproximadamente.

Termosfera: constitui a camada acima da mesosfera e abaixo da exosfera. Nessa camada há um gradativo aumento da temperatura, podendo atingir até 1.500ºC, temperatura essa que aumenta de acordo com o aumento da altitude. Alguns estudiosos denominam essa camada de “ionosfera”, visto que nela há uma grande concentração de íons. A aurora boreal (hemisfério norte) e aurora austral (hemisfério sul) – fenômenos ópticos observados próximo de regiões polares – acontecem nessa camada. Nessa camada orbitam os ônibus espaciais. A distância entre seu topo e a superfície terrestre aproxima-se de 600 quilômetros.

Exosfera: constitui a camada mais externa da atmosfera, estando acima da termosfera. Começa a aproximadamente 600 quilômetros da superfície terrestre e não há como definir seus limites superiores. O ar nessa camada é bastante rarefeito, sendo constituído por hélio e hidrogênio, e apresenta temperaturas que podem chegar a 1.000ºC, exigindo que as naves espaciais sejam construídas com material resistente às altas temperaturas para atravessá-la.

Leia também: Principais características das camadas da atmosfera

Avaliação

-

    Escola Kids