Como escrever um texto narrativo?

  • Atualmente 5/5 Estrelas.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Como escrever um texto narrativo? Para escrever um texto narrativo, você precisa ser bastante criativo. Além disso, é preciso ficar atento aos elementos indispensáveis para a narração
Por Luana Castro Alves Perez
PUBLICIDADE

A professora ou o professor pediu para você escrever uma narração e você ficou um pouco perdido? Calma, não precisa ficar assim, a narração é um tipo textual bastante popular, certamente o primeiro a entrar em nossas vidas, afinal de contas, toda criança adora contos de fadas e histórias recheadas de personagens e acontecimentos, elementos capazes de nos transportar para o incrível universo da literatura.

Para ajudá-la(o) a criar uma história bem interessante, daquelas que surpreendem e deixam o leitor interessado até a última linha, o Escola Kids preparou algumas dicas sobre como escrever um bom texto narrativo. Basta seguir o passo a passo e começar a inventar histórias reais ou imaginárias, isso você é quem vai decidir. Aproveite as dicas de redação e boa leitura!

Dicas para escrever um texto narrativo:

1. O que é um texto narrativo? A redação narrativa é o tipo textual que tem como base um arranjo de sequência de ações, isto é, um arranjo dos fatos nos quais as personagens do enredo estão envolvidas. Essas ações são desenvolvidas em um tempo e espaço determinados, obedecendo a uma estrutura textual predeterminada;

2. O que é preciso para escrever um bom texto narrativo? Para desenvolver um bom texto narrativo, é muito importante saber construir as personagens, afinal de contas, elas são a “cara” da narração. Para que o leitor se interesse por elas, é essencial que você crie tipos interessantes não apenas nos aspectos físicos, mas também nos aspectos psicológicos, já que esse tipo de característica interessa mais ao leitor do que ele saber que determinada personagem é ruiva, morena, alta, gorda etc. Além disso, situe seu leitor no tempo e no espaço, permita que ele tenha a sensação de que sua história é possível, ainda que ela seja uma história ficcional;

3. Fique atento à estrutura do texto narrativo, que é a seguinte:

Apresentação/Introdução;

Conflitos/Desenvolvimento;

Clímax/Ápice da história;

Conclusão/Desfecho.

Os três elementos básicos da narração são a introdução, o desenvolvimento e a conclusão. Na apresentação ou introdução, você deverá apresentar as personagens, bem como suas características físicas e psicológicas, e situar o leitor no tempo e no espaço da narrativa. No desenvolvimento, você apresentará os conflitos, ou seja, as diversas situações nas quais as personagens serão envolvidas. Essas situações caminharão para o ápice, ou clímax, que é o momento exato em que você vai, enfim, fisgar o leitor. Na conclusão teremos o desfecho para esses conflitos, momento em que você poderá mostrar soluções (ou não) para os problemas das personagens;

4. Escolha um tipo de narrador, que pode ser de três tipos diferentes:

Narrador-personagem: Esse tipo de narrador participa da história que ele mesmo conta e, dessa maneira, assume dois papéis, o de personagem e o de narrador. Aqui a história é contada sempre na 1ª pessoa;

Narrador-observador: É aquele que observa, não participa da história e também não interfere nos fatos. Sua única missão é narrar na 3ª pessoa;

Narrador-onisciente: Esse tipo de narrador sabe de tudo que acontece na história, além de saber também o que acontece nos pensamentos das personagens. A história também é contada na 3ª pessoa.

5. Seja criativo: o texto narrativo não precisa ter compromisso com o real, ou seja, ele pode ser ficcional. Mesmo que seja a narração de um acontecimento verídico, você pode inserir elementos que deixem a história mais atraente. A criatividade é um recurso predominante na literatura e um dos principais responsáveis por manter o leitor interessado, portanto, abuse da inventividade!



Por Luana Castro
Graduada em Letras

Avaliação

10.0


    Escola Kids