Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Uso dos pronomes demonstrativos

Que tal ampliar ainda mais seus conhecimentos? Clique e confira detalhes sobre o uso dos pronomes demonstrativos!

O uso dos pronomes demonstrativos se encontra relacionado a regrinhas específicas O uso dos pronomes demonstrativos se encontra relacionado a regrinhas específicas

Por meio do texto “Aprendendo como se utilizam os pronomes demonstrativos” você pôde conhecer um dos tipos que integram a classe gramatical representada pelos pronomes – os pronomes demonstrativos. Dessa forma, apenas relembrando, eles indicam a posição dos seres no tempo ou no espaço, fazendo referências às três pessoas do discurso, não é verdade? 

Pois bem, nosso principal objetivo é fazer com que você compreenda um pouquinho mais e amplie seus conhecimentos acerca do uso dos pronomes demonstrativos, pois esse assunto, assim como tantos outros relacionados à Língua Portuguesa, encontra-se ligado a formas corretas de uso, àquelas regrinhas das quais devemos sempre ter conhecimento. Vamos lá, então?

# Uso dos pronomes demonstrativos em relação ao espaço:

Acreditamos que você já saiba como se dá esse tipo de uso, mas, apenas reforçando, observe:

- Os pronomes este(s), esta(s) e isto indicam o ser ou o objeto que se encontra próximo à pessoa que fala no momento. Assim, vamos conferir alguns exemplos?
  
Esta mochila aqui é linda, você vai querer uma?

Isto que estamos vendo é muito importante para nosso conhecimento.

- Os pronomes esse(s), essa(s) e isso indicam o ser ou o objeto que se encontra próximo à pessoa com quem se fala. Que tal constatarmos alguns exemplos?

Adoro esse livro que está com você.

Não encoste, pois isso aí pode ser perigoso.

- Os pronomes aquele(s), aquela(s) e aquilo fazem referência ao ser ou ao objeto que se encontra distante tanto da pessoa que fala quanto da pessoa com quem se fala. Vejamos os casos:

Aquela última garota da fila é educada e gentil.

Olhe! Aquilo não parece ser o objeto que se encontra desaparecido?

# Uso dos pronomes demonstrativos em relação ao tempo:

- Os pronomes este(s), esta(s) e isto indicam o tempo presente, o agora em relação à pessoa que fala. Perceba:

Nossa, como este dia está lindo!

- Os pronomes esse(s), essa(s) e isso indicam o tempo passado ou futuro mais ou menos próximo à pessoa que fala. Observe:

Ontem fomos visitar alguns amigos. Como foi lindo esse momento!

- Os pronomes aquele(s), aquela(s) e aquilo indicam um tempo distante em relação ao momento em que a pessoa fala. Vamos analisar juntos o exemplo a seguir?

Há três anos revi um colega que há muito não via. Jamais esquecerei aquele encontro. 

# Uso dos pronomes demonstrativos em relação à fala ou à escrita:

- Os pronomes este(s), esta(s) e isto indicam o que ainda será dito ou escrito. Que tal constatarmos o exemplo que segue?

Sempre te direi isso: você é uma pessoa muito especial.

- Os pronomes esse(s), essa(s) e isso indicam o que já foi dito ou escrito. Note o exemplo que segue:

“Você é uma pessoa muito especial”: isso é o que eu lhe disse.

- Os pronomes “este” e “aquele” dizem respeito a elementos que já foram ditos ou escritos. O pronome “este” indica o mais próximo, e “aquele” o que se encontra mais distante. Vamos ver?

Chegaram Pedro e Marcos. Este é meu primo, e aquele, meu amigo.

Por Escola Kids

Você pode se interessar também

Português

Aprendendo a escrever corretamente

Português

As vezes ou às vezes?

Português

Classes gramaticais

Português

Tipos de pronomes

Últimos artigos

Brincadeiras juninas

As brincadeiras juninas são uma das partes mais divertidas da Festa Junina. A seguir, você verá dicas de 15 dessas brincadeiras!

Sedentarização

A sedentarização foi o processo por meio do qual os humanos abandonaram o nomadismo, fixando-se em uma localidade.

Comidas de Festa Junina

Algumas comidas de Festa Junina são: a pamonha, o milho cozido, o milho assado, a canjica, o curau, o arroz-doce, a paçoca, o mané pelado, o pé de moleque e o bolo de milho.

Lixiviação

Lixiviação é um processo de degradação do solo que consiste na retirada de seus nutrientes pela percolação da água, o que reduz sua fertilidade e pode levar à desertificação.