Qual matéria está procurando ?

Português

Português

Travessão

O travessão é um sinal de pontuação cuja finalidade é indicar o discurso direto, ou seja, a fala de personagens ou enfatizar (destacar) passagens de textos.

por Jairo Beraldo
Os usos do travessão Os usos do travessão

 O travessão é um sinal de pontuação representado por um tracinho na horizontal e tem como objetivo marcar o discurso direto, ou seja, a fala de personagens, ou destacar trechos de textos.

Leia também: Pontuação

 

Quando colocar o travessão?

  • Discurso direto

O travessão, assim como as aspas, é utilizado para marcar a fala de personagens em textos narrativos.

Veja o exemplo abaixo:

Pedro chegou ao trabalho e perguntou ao colega:

- João, você fez o relatório trimestral?

Observe que a passagem intercalada pelos travessões “João, você fez o relatório trimestral?” está em discurso direto e, por isso, introduzida por travessões. A mesma passagem poderia estar entre aspas.

Embora ambos os sinais de pontuação (travessão e aspas) tenham a mesma finalidade, é mais comum que o travessão seja usado em diálogos, visto que traz ao texto mais fluidez.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja o uso do travessão em uma crônica de Luis Fernando Verissimo:

Sexa

- Pai…

- Hmmm?

- Como é o feminino de sexo?

- O quê?

- O feminino de sexo.

- Não tem.

- Sexo não tem feminino?

- Não.

- Só tem sexo masculino?

- É. Quer dizer, não. Existem dois sexos. Masculino e feminino.

- E como é o feminino de sexo?

- Não tem feminino. Sexo é sempre masculino.

- Mas tu mesmo disse que tem sexo masculino e feminino.

- O sexo pode ser masculino ou feminino. A palavra "sexo" é masculina. O sexo masculino, o sexo feminino.

- Não devia ser "a sexa"?

- Não.

- Por que não?

- Porque não! Desculpe. Porque não. "Sexo" é sempre masculino.

- O sexo da mulher é masculino?

- É. Não! O sexo da mulher é feminino.

- E como é o feminino?

- Sexo mesmo. Igual ao do homem.

- O sexo da mulher é igual ao do homem?

- É. Quer dizer… Olha aqui. Tem o sexo masculino e o sexo feminino, certo?

- Certo.

- São duas coisas diferentes.

- Então como é o feminino de sexo?

- É igual ao masculino.

- Mas não são diferentes?

- Não. Ou, são! Mas a palavra é a mesma. Muda o sexo, mas não muda a palavra.

- Mas então não muda o sexo. É sempre masculino.

- A palavra é masculina.

- Não. "A palavra" é feminino. Se fosse masculina seria "O pal…"

- Chega! Vai brincar, vai.

O garoto sai e a mãe entra. O pai comenta:

- Temos que ficar de olho nesse guri…

- Por quê?

- Ele só pensa em gramática.

Fonte: VERISSIMO, Luis Fernando.
"Comédias para se Ler na Escola", Publicações Dom Quixote, 2002, Lisboa.

  • Dar ênfase em trechos de textos

Os travessões também são utilizados em alguns textos substituindo as vírgulas para intercalar trechos em que se pretende dar ênfase.

Veja:

O Brasil – o maior país da América do Sul – não protege suas fronteiras como deveria. Há pouquíssimos policiais federais para regiões de grande fluxo de drogas e de armas, como os limites com Bolívia, Paraguai e Venezuela. Portanto, é necessário maior efetivo.

Observe que, no parágrafo acima, os travessões substituíram as vírgulas que isolavam o aposto explicativo com o intuito de destacar o trecho, ou seja, dar-lhe ênfase.

Leia também: Artigo de opinião.

  • O que é o duplo travessão?

O duplo travessão ocorre em duas situações:

  • Quando há fala de personagem e do narrador na mesma frase: Nesse caso, usa-se o um travessão para iniciar a fala da personagem e outro para indicar que a fala se encerrou e que o narrador começará a se manifestar.

Veja:

Pedro disse:

- Não quero mais falar com você! – com ar triste, desligou o telefone.

  • Dar ênfase a elementos no meio da frase:

Veja:

O Brasil – uma das maiores economias do mundo – infelizmente enfrenta graves problemas sociais.

  • Quando se usa parêntese e travessão?

Eles possuem funções distintas. Enquanto o travessão destaca ou dá ênfase à informação, o parêntese indica que se trata de uma informação acessória, supérflua, uma espécie de curiosidade ou plus que não é fundamental para o texto.

Isso ocorre, por exemplo, para indicar siglas:

A Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou a atitude do Brasil.

Ou ainda para trazer uma curiosidade:

O adjunto adverbial (ou complemento adverbial) atribui várias circunstâncias ao verbo (como tempo, lugar, modo e intensidade).

  • Resumo

 

 

Travessão

Uso:

Exemplo:

Indicar discurso direto.

Pedro disse:

- Estou cansado!

Dar ênfase a passagens de textos.

A China – um dos países que mais polui o meio ambiente – não participa de tratados internacionais de preservação.

 

Você pode se interessar também

Português

Sinais de pontuação

Português

O discurso em um texto narrativo

Português

Texto dissertativo-argumentativo

Português

Adjunto Adverbial

Últimos artigos

Modernismo

O Modernismo foi o principal movimento literário do século XX e teve manifestações na Europa e no Brasil.

Noradrenalina

A noradrenalina ou norepinefrina atua como hormônio e neurotransmissor. Entre suas funções, podemos destacar a ação vasodilatadora e a degradação do glicogênio em glicose.

China

A China é um país localizado no continente asiático e que concentra a maior população do mundo. É atualmente um dos países em maior ascensão econômica.

Guerra das Rosas

A Guerra das Rosas foi um conflito que se arrastou pela segunda metade do século XV, na Inglaterra, e colocou York e Lancaster na disputa pelo trono inglês.